Menu

Compras

Atualizado em 9 de julho de 2012, às 6:40 por Élida Santos
Você está em: MundoDasTribos > Notícias > Gladys artigos religiosos

O site da loja possui muitos artigos religiosos disponíveis, que podem ser comprados online ou pessoalmente em um dos locais de atendimento da empresa.
470779 5z6nnj85ah1p13x5ir4a98zx1 Acordo que proibia a distribuição de sacolas plásticas é suspenso A suspensão da distribuição das embalagens descartáveis é debatida desde 2011.

O Conselho Superior do Ministério Público de São Paulo decidiu hoje (19) que o TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) que vedava a distribuição de sacolas plásticas no estado não é válido. Com isso os estabelecimentos devem voltar a fornecer as embalagens gratuitamente para as compras.

O termo foi consolidado entre o Ministério Público, o Procon-SP e a Apas (Associação Paulista de Supermercados) e passou a vigorar em abril deste ano. Todos os termos, após serem acertados, são enviados para o Conselho Superior do Ministério que, nesse caso, decidiu que ele não é válido.

Confira: Próteses de silicone PIP não são tóxicas

A petição contra a interdição das embalagens foi realizada pelo Instituto Socioambiental dos Plásticos (Plastivida), pelo Instituto de Defesa do Consumidor (Idecon) e pelo SOS Consumidor. A alegação foi de que o preço das sacolas plásticas já estava acoplado no preço dos produtos e por isso os consumidores devem ter acesso às embalagens. Desse modo, os estabelecimentos deverão voltar a disponibilizar as sacolas, ou poderão ser acionados pelos institutos de defesa do consumidor.

Acordo

470779 sacolas1 400x600 Acordo que proibia a distribuição de sacolas plásticas é suspenso Com a suspensão os empreendimentos começaram a cobrar pela venda de embalagens biodegradáveis.

A suspensão da distribuição das embalagens descartáveis é debatida desde 2011. Em maio do ano passado, a Apas firmou acordo com a Secretaria do Meio Ambiente de São Paulo prevendo a interdição da sacola nos 1.250 supermercados representados pela Associação.

Leia também: Brasil tem quase 255 milhões de linhas de celulares

A suspensão da utilização começou em janeiro deste ano. Todavia, os empreendimentos começaram a cobrar pela venda de embalagens biodegradáveis. O MP e o Procon intervieram. Foi estabelecido a extinção definitiva das sacolas biodegradáveis, já que igualmente são descartáveis.

Diversos empreendimentos abriram pontos exclusivos para a retirada de caixas, que deverão continuar abertos. Apesar do ajuste, diversos supermercados, sobretudo, em áreas mais periféricas da capital, continuaram fornecendo sacolas plásticas normalmente para seus clientes.

RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL