Menu

Entretenimento

Atualizado em 14 de abril de 2012, às 17:10 por Talita
Você está em: MundoDasTribos > Gírias curiosas do Brasil

Você sabe o que é um miçangueiro? E chupim? As gírias marcam grupos sociais e regiões e algumas são bem curiosas.

Atores que interpretaram personagens marcantes da história

[14/04/2012]

Mattel lança Barbie inspirada em “Jogos Vorazes”

[14/04/2012]

A gíria é uma linguagem usada em um grupo social, mas que pode chegar se difundir na sociedade se for aceita. No Brasil existem diversas gírias curiosas utilizadas em diferentes regiões do País. Conheça algumas.

427584 boneca Gírias curiosas do BrasilMilho embonecado, gíria de São Paulo (Foto: divulgação)

Gírias do Estado de Minas Gerais.

Calumbim: uma mata formada por espinheiros.

Franga: quando há uma recusa para uma dança ou um namoro.

Miçangueiro: nome dado à pessoa que leva até o mercado consumidor produtos cultivados em sua própria lavoura ou horta.

Quiabar: ação de desfazer um negócio já feito.

Gírias de São Paulo

Arranchar: fixar moradia ou acampar em algum lugar.

Assuntar: perguntar ou inquirir sobre alguma coisa a alguém.

Boneca: expressão dada à espiga de milho madura. A expressão “embonecado” é utilizada para designar o milharal quando as espigas estão maduras.

Cafundó: um lugar distante ou muito ermo.

Chupim: expressão que designa um parasita.

Varar: ato de atravessar ou romper. Um exemplo de emprego dessa gíria é a frase: “varei a noite estudando para a prova”, cujo sentido remete a passar a noite sem dormir.

427584 mao de vaca Gírias curiosas do BrasilNo Paraná, quem é mão de vaca também pode ser chamado de cainho (Foto: divulgação)

Gírias do Rio de Janeiro

Micreiro:  Indivíduo que trabalha ou sabe consertar e mexer com microcomputadores.

Bater uma xepa: Ato de almoçar.

Tô à pampa: Estou legal.

Esparro: Uma coisa exagerada.

Ficou pequeno: Remete a ficar mal falado.

Gírias do Ceará

Ele é muito estribado: Ele é muito rico.

Ele é môco: Ele é surdo.

Isso é miolo de pote: Isso é besteira.

Peço penico: Eu desisto.

Se avexe não: Não se preocupe.

427584 entregador Gírias curiosas do BrasilEstá precisando entregar algum recado? Chame um chasque (Foto: divulgação)

Gírias da Bahia

Acompanhar farrancho: envolver-se em complicações.

Azuretado: indivíduo que está confuso.

Borocotó: local repleto de buracos.

Maroto: beliscão dado com o nó dos dedos.

Xebé: de pouco valor.

Gírias do Rio Grande do Sul

Cambicho: Paixão ou apego.

Chasque: Mensageiro ou indivíduo que traz e leva recados.

Matear: Ato de tomar mate ou chimarrão.

Com o pé no estribo: Prestes a partir.

Gírias do Paraná

Cainho: pessoa sovina.

Campeando: ação de procurar.

Ciar: ter ciúmes de alguém ou alguma coisa.

Teatinando: quem está vagando.

Gírias do Maranhão

Nos tempos em que Adão era cadete: nos tempos de antigamente.

Ficar André: quando a pessoa fica encabulada.

Chegar puxando a cachorrinha: chegar sem posses, na miséria.

Só quer ser o que a folhinha não marca: individuo que quer se fazer de importante.

RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL

Ao subscrever nossa newsletter, passar receber nossos artigos por email e informações sobre os nossos passatempos. É gratuito e sem spam.