Menu

Carros

Atualizado em 1 de abril de 2011, às 16:11 por Redacao
Você está em: MundoDasTribos > Notícias > Financiamentos de Carros Novos

financiamento carros novos Financiamentos de Carros Novos

Antes de financiar um veículo zero é bom pensar bem se vale à pena, financiamentos de carros novos podem chegar até 100% do valor do veículo, com a possibilidade de pagar em até 60 vezes. É importante prestar bem atenção e fazer os cálculos antes de comprar um carro para se ter certeza de quanto será necessário desembolsar para adquirir o veículo e não se arrepender depois.

Uma pessoa não pode financiar um automóvel sem antes fazer uma pesquisa, avaliar os planos e comparar as vantagens oferecidas por cada um deles. Hoje em dia as taxas do mercado para financiamento estão altas, por isso todo o cuidado é pouco para conseguir realmente fechar um bom negócio.

Ao optar por um financiamento, o contratante terá que pagar uma quantia pré-determinada por mês, durante o período no qual prolongar a dívida. É importante não deixar parcelas atrasadas porque isso pode resultar no aumento das taxas de juros.

Por exemplo, no financiamento de um veículo novo de R$ 30 mil, tem banco que cobra R$ 600 de taxa de abertura de crédito. Em 24 meses, com taxa de juros de 1,2% ao mês, a prestação fica em R$ 1.512. O total pago será de R$ 36.296. Nesse exemplo citado os juros ficam em R$ 6.296.

Outro exemplo: se o veículo for financiado em 72 meses, com juros de 1,26% ao mês, o valor da prestação ficará em R$ 670. O total pago será de R$ 48.267, sendo R$ 18.267 só de juros.

Ao financiar um carro não podemos esquecer dos gastos que ele exige como combustível, IPVA, seguro, manutenção, eventuais consertos.

Há casos de financiadoras que querem cobrar multa em caso de quitação do veículo.

Segundo o presidente do Procon do Distrito Federal, Peniel Pacheco, é proibido cobrar multa para quitar financiamento.
D acordo com ele não se pode cobrar taxa alguma pela antecipação da quitação da dívida. O consumidor não tem que pagar mais uma taxa só porque está quitando a dívida. Depois, é necessário descontar os juros sobre as parcelas que ainda estão por vencer. Visto que não há serviço nas parcelas que ainda não venceram, aquele juro tem que ser descontado.

Antes de entrar em um financiamento é bom avaliar bem suas vantagens e desvantagens, procurando sempre informações verdadeiras para se fazer um bom negócio.