Search

Escolas com Período Integral em SP

Google plus

O período integral foi implementado nas escolas já há alguns anos. Algumas instituições estão se encaixando nessa metodologia com o passar do tempo. É uma maneira de intensificar os estudos das crianças, sem falar que ocupa muito mais o tempo do individuo. Já são mais de 500 escolas distribuídas por todo o estado de São Paulo. Esse período é aplicado apenas para o ensino primário e também fundamental. O ensino médio funciona da mesma forma, em um único período. A criação desse novo horário foi feito no governo de Geraldo Alckmin, ainda no ano de 2006. Essa novidade agradou muitas mães na época, pois seus filhos não tinham com quem ou onde ficar no período vago. Assim, a criança aprende muito mais e desenvolve diferentes áreas.

Algumas escolas particulares com período integral também estão presentes pelo estado, mais a maioria é pública. A rede pública brasileira vem passando por ajustes, mas ainda está longe de ser referencia em qualidade. Nessas escolas com período integral, as notas dos alunos vêm melhorando, confirmando que foi uma boa escolha do governador, mas ainda não é uma realidade de toda a rede pública. O período integral está presente apenas em uma parte das escolas.

As instituições estão presentes em diferentes cidades do estado de São Paulo, desde cidades pequenas até as grandes cidades localizadas próximo à capital. As escolas em SP aulas integrais estão cada vez mais presentes no estado. Agora em 2011 novas instituições adentraram ao método, como o SESI. As aulas acontecem normalmente das 7h às 16h. O resultado são 7 à 9 horas de aulas por dia. Os temas das aulas mudam. A tarde os alunos encontram aulas diferenciadas, aulas essas que foram acrescentadas nessas instituições com novo período.

Acessando o site da Secretaria da Educação do estado de São Paulo, você encontra a lista completa de escolas paulistas que estão trabalhando com período integral. Algumas instituições podem estar fora da lista, pois foram atualizadas recentemente com esse novo horário. O projeto conta com oficinas curriculares obrigatórias de Hora da Leitura, Experiências Matemáticas, Atividades Artísticas, Atividades Esportivas e Motoras e de Informática Educacional. As oficinas optativas para as escolas são: Saúde e Qualidade de Vida, Orientações para o Estudo e Pesquisa e Língua Estrangeira.

A seguir você confere uma lista com algumas dasescolas com período integral em SP,mais precisamente da cidade de São Paulo,capital.

DULCE FERREIRA BOARIN PROFA

NARBAL FONTES PROF

CASIMIRO DE ABREU

ROMULO PERO PROF

ERICO DE ABREU SODRE

CARLOS MAXIMILIANO PEREIRA DOS SANTOS

BRASILIO MACHADO

ALFREDO BRESSER

CECILIANO JOSE ENNES PROF

VICTOR OLIVA PROF

ALFREDO PAULINO

MARIA RIBEIRO GUIMARAES BUENO PROFA

FLAVIA VIZIBELI PIRRO PROFA

RAUL HUMAITA VILLA NOVA CEL

ISABEL PRINCESA

PEDRO VOSS PROF

MARIO CASASSANTA PROF

ANNITA ATALLA PROFA

OLGA BENATTI PROFA

BRISABELLA ALMEIDA NOBRE PROFA

OSWALDO GUERNER GONZALEZ PROF

JOAQUIM DO MARCO PROF

MILDRE ALVARES BIAGGI PROFA

TEOTONIO ALVES PEREIRA

JOSE BELUCIO

 


Google plus


Este artigo possui 6 comentários

  1. Marcele
    Publicado em 19/06/2011 às 5:02 PM [+]

    meu filho estuda no colégio Guerino Raso (leste 5).No dia 11/06/2011 teve festa caipira na escola, assim pude conhecer a estrutura da escola mais de perto, pude perceber que é tudo muito precário 1º muito pombo na área de lanche (certa de que o animal pode até causar cegueira e morte devido tantas doenças que transmite como a leptospirose); 2º madeiramento na área de lanche velho e podre podendo a qualquer momento oferecer perigo pra quem brinca ou almoça ali embaixo; 3º grades que protegem portões e portas enferujadas e soltas podendo trazer ferimentos ás crianças; 4º chão com muitos buracos ou placas de concretos soltas; 5º quadra sem pintura e pouco atrativa para as crianças praticarem esportes. Isso é o que pude observar neste único dia. Além de: Comida ruim oferecida as crianças, aonde já fiz questionamento porém a informação é que não se sabe porque as crianças não comem os alimentos, só que se tem de ficar de olho porque quando se vira as costas elas jogam os alimentos no lixo.( Sei que a comida oferecida pelo governo não é nada gostosa afinal ninguém gostaria de comer ou oferecer ao seu filho feijão enlatado, arroz enlatado, embutidos, salada sem tempero); Violência entre as crianças por ficarem muito tempo ociosas sem ter o que fazer no intervalo do lanche para as próximas aulas (foi sugerido que as crianças levassem brinquedos, porém meu filho já voltou sem brinquedo porque “levaram embora”.) Será a solução?; Falta de informação através de cartazes e divulgações referente atividades realizadas na escola; Falta de organização na saida das crianças, aonde as de 3ª e 4ª séries ficam no portão aguardando os pais ou perua escolar(que sempre buscam as crianças de qualquer jeito sem organização nenhuma) e os de 1ª e 2ª séries devem aguardar no pátio, para buscá-los todos os “responsáveis” entram na escola. Algumas crianças estão correndo, outras sentadas e outras impossivelmente sobre os olhos dos professores. Mas e daí, como saber quem é o responsável ou não? Como saber se a pessoa foi autorizada para levar a criança ou não? (estamos abertos á sequestros, pedófilos ou até mesmo ex-alunos atiradores). Trágico?…. Acho que não, talvez real. Criticar é fácil, não é? Por que não sugerir também. Que tal fazer um multirão com os pais das crianças, dúvido que entre nós não exista um pedreiro, carpinteiro, artesão, pai zeloso que possa doar um pouco do seu tempo pra melhorar as condições físicas da escola. Que tal os diretores fazerem parcerias com sacolões para conseguir temperos para que possa melhorar a merenda escolar. Se organizassemos as saida em dois portões, principal e fundos. Porque não liberar crianças das peruas 10 minutos antes, organizando por tia da perua. As professoras separam quem é da perua indica a saida e cada uma entra na perua correspondente. Por exemplo, alunos da perua A entram enquanto da perua B aguardam, a perua A vai embora e os da perua B entram e assim sucessivamente. O que falta é organização e participação dos pais, mais também falta iniciativa da escola. Fico grata pela atenção e peço para que leiam com atenção. Farei quantas reclamações á quantos órgão forem necessários, o que não quero ter é esse sentimento de angústia e medo de deixar meu filho na escola.

  2. corina ferreira araujo
    Publicado em 12/01/2012 às 6:39 PM [+]

    Meu filho de 6 anos está matriculado no Major Silvio Fleming; uma boa escola estadual a qual já conheço muito bem. Porém, conheci o colegio Joaquim do Marco que fica na Rua do Orfanato, 883 VL Prudente. Trata-se de um colegio integral que traria muitas facilidades para nossa rotina já que meu filho ficaria quase o dia todo até que eu retornasse do trabalho. Ainda não conheci o colegio por dentro mas não tive boa impressao da parte externa e funcionarios da secretaria. Se alguem conhecer este colegio ou tiver um filho estudando lá para me dar alguma referencia, agradeceria muito. Pois tenho receio de pedir transferencia de uma escola tão boa qto o Fleming para outra que possa não ser tão legal. Como fica ao lado de um abrigo me disseram que as crianças do abrigo são muito “rebeldes” e agridem as outras crianças. Se alguem souber de algo por favor, me ajudem a sair deste impasse. Grata.

  3. Rocio
    Publicado em 09/02/2012 às 1:02 PM [+]

    Gostei do colaborar…
    Amanha terá uma reunião para a Eleição da Assembleia Geral vc estará lá, gostaria de conhecer para saber se eu também possso fazer alguma coisa.

    Afinal minha filha também está lá.
    Att.

    Rocio

  4. rosangela
    Publicado em 23/02/2012 às 2:04 PM [+]

    gostaria de saber qais sao as escolas em periodo integral em bauru-sp se sao so particulares ou o estado tambel tem tenho duas crianças e nao tenho com dixar para trabalhar uma de 7 ano e outra de 9 anos

  5. ana celia da silva
    Publicado em 13/01/2014 às 12:45 AM [+]

    gostaria de saber quais as escolas publicas na regiao central de sao paulo ou na santa cecilia

  6. Tânia
    Publicado em 14/07/2014 às 8:09 PM [+]

    Minha filha estará no primeiro ano primário em 2015.
    Como trabalho fora, preciso matriculá-la numa escola de período integral.
    A Secretaria de Estado de São Paulo está com o site fora do ar.
    Qual é o caminho para eu inscrevê-la nesse programa?
    Muito obrigada.
    Tânia.

Compartilhe suas ideias! Deixe um comentário...

Antes de enviar um comentário, verifique seu conteúdo. Comentários que violem os Termos de Uso e Condições de Navegação do Portal mundo das Tribos e as leis em vigor poderão ser removidos pelo Portal Mundo das Tribos, sem prejuízo da adoção das medidas legais cabíveis pelo Portal.

Política de privacidade
Termos de uso e condições do site


Top