Menu

Saúde

Atualizado em 11 de janeiro de 2013, às 19:15
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Ervas abortivas: perigos

A gestação é um período que necessita de cuidados. Conheça sobre os perigos das ervas abortivas.

Da mesma que os medicamentos, as plantas medicinais também possuem propriedades diferentes, sendo utilizadas para diversas funções. Assim, é extremamente importante que as pessoas as utilizem para os fins ideais, em especial as gestantes,  de modo a evitar futuras e graves consequências. Tendo isso em vista, conheça os perigos do uso de plantas abortivas.

Conheça as principais causas de aborto.

565564 O uso de algumas plantas medicinais pode ocasionar aborto. Foto divulgação Ervas abortivas: perigos O uso de algumas plantas medicinais pode ocasionar aborto. (Foto: divulgação)

O uso de algumas plantas medicinais por gestantes pode causar aborto

Um dos principais cuidados que devem existir com as gestantes, é evitar o uso de plantas medicinais que podem contribuir para o aparecimento de alguns problemas e, até mesmo, o aborto. Assim, é muito importante que as mulheres grávidas conheçam quais são as plantas abortivas, além de buscar a orientação de um especialista antes de utilizá-la.

Aborto – uma prática ainda ilegal em nosso país

Em muitos países, inclusive em Portugal, a prática do aborto é permitida. Porém, em outros países, isso inclui o Brasil, o aborto ainda é ilegal. Assim, a mulher que praticá-lo, poderá ser indiciada, tendo que responder a um processo penal.

565564 A gestação é uma fase que necessita de cuidados. Foto divulgação Ervas abortivas: perigos A gestação é uma fase que necessita de cuidados. (Foto: divulgação)

Conheça os perigos em utilizar as plantas abortivas

De forma alguma, as plantes abortivas devem ser utilizadas para induzir o aborto. Isso porque o perigo da utilização dessas durante a gestação pode acarretar consequências não só ao feto, mas também à própria mãe. Vale ressaltar que a depender da erva utilizada, pode haver o risco de morte para ambos.

Conheça quais são as plantas abortivas existentes em nosso país

Separamos abaixo uma lista de ervas abortivas visando a precaução. Assim, é muito importante que as futuras mamães tomem consciência dos possíveis efeitos, de modo a evitar futuras e graves consequências que o uso dessas plantas pode causar. Dessa forma, é extremamente importante que as gestantes evitem o uso dessas substâncias, durante os nove meses de gestação. Conheça abaixo quais são elas:

  • Absinto;
  • Açafrão;
  • Agrião;
  • Aloe-vera;
  • Amieiro-negro;
  • Artemísia;
  • Arnica;
  • Artemísia;
  • Boldo;
  • Canela;
  • Café;
  • Dictamno;
  • Erva de Santa Maria;
  • Erva grossa;
  • Erva andorinha;
  • Jalapa;
  • Noz moscada;
  • Romã;
  • Salsa;
  • Salva;
  • Sene-da-índia;
  • Tanaceto.

    565564 COnheça os perigos das ervas abortivas. Foto divulgação Ervas abortivas: perigos Conheça os perigos das ervas abortivas. (Foto divulgação)

A gestação é um período que necessita de muitos cuidados. Assim, é muito importante que a futura mamãe peça orientações antes de fazer uso de qualquer medicamento ou planta medicinal, que podem trazer graves consequências à saúde tanto da mãe, quanto do feto. Um dos efeitos mais preocupantes do uso de ervas medicinais é o aborto. Após conhecer mais sobre os perigos das ervas abortivas, basta evitar o uso e seguir as orientações do médico especialista.

Saiba mais sobre as ervas medicinais.

A categoria Saúde do portal Mundodastribos.com é um espaço informativo de divulgação e educação sobre os temas relacionados à saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento, sem antes consultar um profissional de saúde.