Menu

Notícias

Atualizado em 20 de setembro de 2013, às 13:56 por Élida Santos
Você está em: MundoDasTribos > Notícias > Enterro do carro de Chiquinho Scarpa é ação de marketing

Enterro de carro que vale mais de R$ 1 milhão na realidade era uma ação de marketing para chamar atenção para doação de órgãos e tecidos.

Para os que criticaram Chiquinho Scarpa durante essa semana por anunciar que iria fazer o enterro do seu carro, o milionário surpreendeu. Por meio da sua página pessoal do Facebook  Scarpa publicou uma imagem do seu Bentley Continental Flying Spur e declarou que o enterraria no jardim de casa. O motivo dessa ação, no mínimo curiosa, gerou revolta por parte de muitos nas redes sociais.

 Enterro do carro de Chiquinho Scarpa é ação de marketingEnterro de carro foi ação para chamar atenção da impresa para uma boa causa (Foto: Divulgação)

Depois de muitas entrevistas e publicações do buraco onde o carro que vale mais de R$ 1 milhão seria enterrado, Chiquinho Scarpa marcou para a manhã dessa sexta-feira, 20 de setembro, às 11 horas da manhã, a cerimônia que enterraria o veículo em seu jardim. Mas o que muitos não sabiam é que essa foi uma simples estratégia de marketing.

Campanha de doação de órgãos e tecidos era o ‘motivo’ do enterro de carro de Scarpa

Chiquinho Scarpa disse que ia enterrar o carro para chamar a atenção da imprensa para uma causa muito nobre. A estratégia de marketing deu certo e atraiu muitos comentários sobre o assunto ao longo da semana.

A intenção era promover a semana da campanha de doação de órgãos e tecidos, que acontece de 23 a 27 de setembro, em uma parceria entre o governo federal e a Associação Brasileira dos Transplante de Órgãos.

656149 enterro do carro de chiquinho scarpa é acao de marketing 02 Enterro do carro de Chiquinho Scarpa é ação de marketingSemana da campanha de doação de órgãos e tecidos foi real evento (Foto: Divulgação)

Chiquinho Scarpa quis alertar que bens materiais não tem valor algum quando morremos

O tal enterro queria na verdade alertar que bens materiais, precioso, não tem valor nenhum se estiver enterrado. No caso, o carro era o bem valioso mencionado pelo milionário em todas as entrevistas, mas era somente um jeito figurado de falar que de nada adianta enterrar com você os seus órgãos, sendo que para quem morre eles não tem mais valentia, mas para uma pessoa doente, que precisa de uma doação, eles são essenciais.

O conde confirmou a estratégia de markenting em um post em sua fanpage oficial.

Agora, quem criticou Chiquinho Scarpa pode repensar a opinião dobre o milionário.