Menu

Saúde

Atualizado em 4 de outubro de 2011, às 14:00 por Editorial MDT
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Entenda os perigos dos remédios soníferos

Os soníferos estão sendo cada vez mais consumidos no mundo. Porém, eles oferecem ricos à saúde. Saiba quais.

283260 Perigos dos Remédios Soníferos 1 Entenda os perigos dos remédios soníferos

Os remédios soníferos são tão perigosos quanto as drogas lícitas ou ilícitas e, por isso, são vendidos nas farmácias apenas com a apresentação da prescrição médica. Há muitas pessoas que, seja por estresse, ansiedade, algum distúrbio ou preocupação, não conseguem dormir, mesmo que estejam cansadas. Sendo assim, recorrem ao médico, que receita um sonífero para ela. Então, entenda os perigos dos remédios soníferos antes de começar a ingeri-los.

Os primeiros efeitos negativos dos soníferos foram percebidos quando eles foram ministrados com bebidas alcoólicas, tabaco ou outras drogas. Eles potencializam os efeitos dessas drogas, podendo levar a pessoa à overdose rapidamente.

Grande parte dos soníferos causa a dependência química, física ou mental, pois a pessoa não consegue mais dormir enquanto não consumi-los. Entre os soníferos mais receitados do mundo temos a Benzodiazepina, componente químico presente em remédios como o Valium e o Librium. As ações desses remédios são prolongadas e, se forem consumidos constantemente, podem ser viciantes.

Substâncias como o Meprobamatos, o Metaqualona têm grande potencial de vício e também de matar os pacientes por overdose, pois os seus efeitos são calmantes e sedativos, além de causarem certa desordem psíquica.

Os remédios soníferos atuam sobre o sistema límbico cerebral, o que afeta as funções sensoriais e motoras do corpo, gerando a depressão do sistema nervoso central. Assim, o paciente passa por momentos de calma, tranquilidade e paz enquanto os músculos ligados ao esqueleto ficam mais relaxados. Então, as tensões e as ansiedades diminuem bastante.

283260 Perigos dos Remédios Soníferos 2 Entenda os perigos dos remédios soníferos

Porém, a euforia resultante do uso dos soníferos pode causar falta de coordenação motora, da fala, dos impulsos sexuais e da capacidade de concentração, o que torna a pessoa menos agressiva e propensa ao sono. Cada tipo de droga tem um tempo de duração no organismo humano, entretanto, cada pessoa reage de uma maneira a determinados tipos de substâncias. Por isso, apenas alguns pacientes chegam à dependência química.

Os casos de dependência começam a surgir quando o uso desses medicamentos torna-se prolongado e intenso. A abstinência aparece entre 4 e 8 horas após a suspensão da droga e os sintomas incluem a hiper excitação e a ansiedade, a redução do pulso, vômitos, tremores, convulsões e náuseas.

Algumas pessoas podem ser alérgicas a substâncias encontradas nos soníferos e, por isso, têm reações alérgicas severas. São os chamados choques anafiláticos e as angiodemas. Sendo assim, o médico precisa de todo o histórico do paciente antes de receitar um remédio sonífero.

Outros soníferos podem causar o sonambulismo, que pode ser muito perigosos em alguns casos. Por exemplo, há pessoas que cozinham ou dirigem enquanto dormem, podendo causar graves acidentes.

283260 Perigos dos Remédios Soníferos 3 Entenda os perigos dos remédios soníferos

Esses são alguns perigos dos remédios soníferos. Sendo assim, antes de ingeri-los, tente tratamentos alternativos, faça exercícios e tenha uma alimentação saudável para tentar dormir sem precisar de substâncias químicas e prejudicar o seu corpo e a sua mente.

A categoria Saúde do portal Mundodastribos.com é um espaço informativo de divulgação e educação sobre os temas relacionados à saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento, sem antes consultar um profissional de saúde.

RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL

Ao subscrever nossa newsletter, passar receber nossos artigos por email e informações sobre os nossos passatempos. É gratuito e sem spam.