Menu

Saúde

Atualizado em 21 de fevereiro de 2013, às 12:05 por Analu
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Entenda o descolamento da placenta

A gestação é uma fase que necessita de cuidados. Entenda um pouco sobre o descolamento da placenta.

Algumas mulheres, já passaram pela infelicidade de ter um quadro de descolamento de placenta. Em geral, quando isso acontece, o suprimento de oxigênio e de nutrientes para o bebê pode ficar comprometido, afetando de forma direta, a vitalidade do bebê. Além disso, quando não devidamente diagnosticado e tratado, o descolamento da placenta pode trazer graves prejuízo à gestante. Tendo isso em vista, entenda o descolamento da placenta.

Aprenda a evitar as complicações na gravidez.

583830 A gestante deve realizar um pré natal adequado para evitar futuras consequências. Foto divulgação Entenda o descolamento da placentaA gestante deve realizar um pré-natal adequado para evitar futuras consequências. (Foto: divulgação)

Aprenda a identificar um quadro de descolamento de placenta

Na maioria dos casos de descolamento de placenta, a gestante apresenta sangramento vaginal de pequena intensidade. No entanto, essa perda de sangue pode se agravar em um período muito curto de tempo, colocando em risco não só a saúde do bebê, assim como a da futura mãe. Por outro lado, um número restrito de mulheres pode apresentar o descolamento da placenta, porém não apresentar nenhuma perda de sangue pela genitália. Diante desse quadro, ela pode sentir dor nas costas e um útero muito sensível ao toque.

Independente do quadro apresentado pela gestante, é extremamente importante que ela busque a orientação de um especialista, de modo a evitar qualquer complicação que, em alguns casos, pode ser fatal.

Buscando a ajuda de um especialista

Como foi anteriormente mencionado, o descolamento da placenta pode apresentar dois tipos de manifestações. Ou seja, a gestante pode passar por um quadro de descolamento da placenta em que é visível a perda de sangramento e outro, em que a mulher apresenta o sangramento, no entanto ele permanece retido na cavidade uterina. Tendo isso em mente, é ideal que a mulher grávida saiba reconhecer as manifestações clínicas que podem cursar com o descolamento da placenta São eles:

  • Sangramento vagina;
  • Rompimento da bolsa com líquido ensanguentado;
  • Cólica;
  • Dor no útero;
  • Dor abdominal;
  • Dor nas costas que aprece de início súbito;
  • Contrações frequentes;
  • Diminuição dos movimentos do bebê.

Diante de qualquer uma das manifestações anteriormente citadas, é imprescindível que a gestante busque a orientação de um especialista. Apenas ele terá condições suficientes de diagnosticar o descolamento da placenta, assim como avaliar a gravidade do problema.

583830 Aprenda a identificar o descolamdento da placenta. Foto divulgação Entenda o descolamento da placentaAprenda a identificar o descolamento da placenta. (Foto: divulgação)

Conheça os fatores de risco relacionados ao descolamento da placenta

Até o momento, os especialistas não conseguiram identificar o que leva as gestantes a apresentarem um quadro de descolamento da placenta. No entanto, alguns fatores podem colaborar com o aparecimento desse problema. Entre eles, podemos citar:

  • Gestante com história anterior de descolamento da placenta;
  • Gestante com hipertensão crônica, gestacional ou pré-eclâmpsia;
  • Gestantes que apresentam algum tipo de disfunção de coagulação do sangue;
  • Gestante com rompimento prematuro da placenta;
  • Gestantes que possuem excesso de líquido amniótico;
  • Gestantes que estão gerando gêmeos;
  • Gestantes que são vítimas de acidentes;
  • Gestantes tabagistas ou que fazem uso de drogas ilícitas;
  • Gestantes que apresentam algum problema uterino.

    583830 Fumar durante a gestação pode aumentar os riscos de descolamento de placenta. Foto divulgação Entenda o descolamento da placentaFumar durante a gestação pode aumentar os riscos de descolamento de placenta. (Foto: divulgação)

O descolamento da placenta é um problema muito grave e que deve ser adequadamente diagnosticado e tratado. Assim, é muito importante que a mulher grávida realize um pré-natal adequado, de forma a evitar qualquer consequência futura, tanto a ela, quanto ao bebê que está sendo gerado.

Conheça os cuidados para ter uma gravidez tardia, sem riscos.

A categoria Saúde do portal Mundodastribos.com é um espaço informativo de divulgação e educação sobre os temas relacionados à saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento, sem antes consultar um profissional de saúde.