Serviços

Emitir Documento de Arrecadação do Simples 2013

Por Isah

O Simples Nacional foi criado para facilitar a legalização das empresas e o pagamento de tributos. Os micros e pequenos empresários que estão inscritos no programa devem emitir o documento de arrecadação do Simples e pagar a guia mensalmente.

O Simples Nacional é voltado para micro e pequenos empresários. (Foto:Divulgação)

Saiba mais: Simples Nacional – O que é, como funciona

Como emitir o documento de arrecadação do Simples?

Para emitir o DAS-MEI (Documento de Arrecadação do Simples do Microempreendedor Individual) é muito fácil. Basta acessar o programa gerador online, informar o número do CNPJ e os caracteres da imagem.

Para gerar o DAS, é necessário passar o cursor do mouse sobre a aba ‘Emitir Guia de Pagamento’ e depois clicar na opção ‘Pagamento Mensal. Em seguida, o contribuinte escolhe o ano de competência e o mês, para baixar o documento em PDF. Se estiver com alguma guia em atraso, o microempreendedor individual deve atualizá-la.

Para emitir o DAS mensalmente, acesse o PGMEI.

O DAS-MEI é emitido por um programa gerador da Receita Federal. (Foto:Divulgação)

Sobre o Simples Nacional

O Simples Nacional é um regime tributário diferente, voltado para as microempresas e empresas de pequeno porte. O programa permite fazer uma arrecadação mensal de tributos, através de um único documento chamado DAS. No valor está embutido IRPJ, COFINS, ICMS, ICMS, entre outros impostos.

A partir de 1º de janeiro de 2012, o limite proporcional de receita bruta para a microempresa passou a ser R$ 30 mil por ano. Já com relação à empresa de pequeno porte, os ganhos não podem ultrapassar R$ 300 mil.

Alerta do Sebrae

Os pequenos e microempresários que estão em débito com a Receita Federal devem emitir o quanto antes o documento de arrecadação do Simples 2013. A emissão poderá ser feita a partir do dia 1º de março no site da Receita. As empresas devem realizar o pagamento até o dia 28 do mesmo mês.

O SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) recomenda que as pessoas inscritas no Simples Nacional não se tornem devedores e mantenham a arrecadação em dia, caso contrário podem acabar sofrendo com cobrança de multa.

A empresa que não cumpre com as suas responsabilidades com o fisco não pode se beneficiar da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, que oferece grandes avanços para o empreendedor brasileiro.

Pagar o DAS é importante para não ficar em dívida com a Receita. (Foto:Divulgação)

Ao ficar em dívida com a Receita Federal, o empresário também sofre outras perdas: fica impedido de fazer financiamentos e não pode realizar qualquer ação que envolva recursos públicos, como incentivo fiscal ou operação de crédito.

A Receita Federal pode parcelar em até 60 prestações a dívida do micro ou pequeno empresário. A taxa de correção está atualmente em 7,25%.

Veja também: Declaração Anual do Simples Nacional 2012

Recomendado para você
Serviços

Mesa Ergonômica Para Notebook, Preços

Serviços

Assistência Técnica Relógios Nike

Serviços

Portal do Servidor PA

Serviços

Temas Para Bailes de Formatura

Comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *