Menu

Educação

Atualizado em 18 de outubro de 2011, às 12:45 por Élida Santos
Você está em: MundoDasTribos > Notícias > Divulgado o calendário das provas da OAB até 2013

Baixo índice de aprovados no exame gera desconfiança do Supremo Tribunal Federal.

294419 oab Divulgado o calendário das provas da OAB até 2013

No último dia 14 der outubro, o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) divulgou o calendário das próximas edições do Exame de Ordem Unificado, prova obrigatória para bacharéis conseguirem o registro que permite exercer a profissão no território nacional.

294419 oab exame1302 300x225 Divulgado o calendário das provas da OAB até 2013

O calendário contém todas as datas do processo, ou seja, a data de publicação de edital de abertura, do período de inscrição, prova objetiva e prova prático-profissional, e tudo mais relacionado a atual edição até fevereiro de 2013, quando se encerra a gestão da atual diretoria da entidade.

De acordo com o presidente nacional da OAB, Ophir Cavalcante, a divulgação pretende “aperfeiçoar cada vez mais o Exame e possibilitar que os candidatos se programem e possam estabelecer toda uma estratégia de estudos, enfim, possam fazer a sua pauta atendendo a seus interesses pessoais profissionais, preparando-se para a realização das provas”.

A última edição da prova teve 15% de aprovação, índice baixo que demonstra o grau de dificuldade da avaliação. Mas para a o Supremo Tribunal Federal (STF) a legitimidade do Exame de Ordem é questionável, pois o baixo índice de aprovação pode ser interpretado como reserva de mercado. A entidade se defende dizendo que as faculdades de Direito não estão formando profissionais com condições de advogar e explicam que o exame zela pela qualidade dos advogados. O STF está investigando o caso.

Mesmo as melhores faculdades de Direito do país, segundo a avaliação do Ministério da Educação (MEC) não conseguem aprovar 100% de seus alunos. Nesses casos somente uma média de 70% dos alunos que se formam nessas instituições são aprovados.  Além disso, 29 instituições não têm nenhum bacharel referendado pela prova.

De acordo com site IG a campeã na porcentagem de aprovados no exame é a Universidade Federal de Sergipe (UFS), que lidera o ranking com 69,44%,  seguida pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), com 64,71%, e pela Universidade de São Paulo (USP), que obteve 63,76%.

Mas o que acontece com os mais de 30% de candidatos que não conseguem aprovação? Professores, coordenadores e diretores dos cursos das melhores faculdades de Direito do País veem o índice com naturalidade. Em uma prova rigorosa como a da OAB, que exige conhecimentos práticos e específicos, é esperado que apenas parte dos alunos passe.