Dieta do Carboidrato: Alimentos Permitidos e Proibidos
Menu
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Dieta do Carboidrato: Alimentos Permitidos e Proibidos

A dieta do carboidrato deve ser realizada com cautela, seguindo o cardápio corretamente, sem exageros na alimentação, além de ter uma durabilidade de 15 dias.

A dieta do Carboidrato é especialmente para quem deseja emagrecer e conquistar a boa forma física, normalmente aposta em dietas milagrosas. As restrições alimentares, no entanto, podem prejudicar a saúde quando não realizadas com as orientações de um nutricionista.Uma das dietas que faz sucesso entre as mulheres é a do carboidrato. Este regime revolucionário foi desenvolvido pelo Dr. Robert Atkins e já conquistou muitos adeptos, inclusive as celebridades.

celen-antesedepois

Ao cortar carboidratos da dieta, o indivíduo deixa de consumir batatas, massas, feijão, arroz, lentilha, aveia, doces e alguns tipos de frutas. A escassez do nutriente é substituída por grandes quantidades de alimentos ricos em proteínas e gorduras.

Dieta do Carboidrato

As células que compõem nosso organismo funcionam como um carro total flex, que aceita vários tipos de combustível. Entretanto, o “combustível” preferido para o funcionamento celular são os carboidratos e em segundo lugar as gorduras. Essa ordem de prioridade sempre será respeitada por todas as células.

O corpo tenta se preparar para as situações mais adversas que podem surgir, por isso, todo carboidrato que não é utilizado pelas células e fica sobrando no organismo é convertido e armazenado na forma de gordura, que funciona como um estoque de energia para que as funções vitais continuem funcionando em situações onde não há disponibilidade de carboidratos, como durante o jejum prolongado.

Os corpos cetônicos são o resultado da metabolização das gorduras e nada têm a ver com glândulas ou hormônios, como é difundido em vários sites. É mais ou menos como se o carboidrato, para a célula, fosse como o álcool para o carro, onde a energia produzida é eficiente e livre de fumaça, enquanto que as gorduras seriam como o diesel, também bastante eficientes, porém produtoras de muita fumaça, que seriam os corpos cetônicos.

É importante ressaltar que essa substância não é tão ruim quanto pode parecer num primeiro momento, porque, apesar da possibilidade de causar alterações no pH sanguíneo, deixando-o mais ácido (quando em níveis muito altos), também podem ser usadas como fonte de energia por diversos tecidos, especialmente para o cérebro.

Um belo prato de macarrão não é crime nessa dieta (Foto: Divulgação)

Como funciona a Dieta do Carboidrato?

A dieta funciona assim, os carboidratos ficam expressamente proibidos principalmente nas primeiras 48 horas, onde o Cetônico começa a agir, pois normalmente o cetônico não funciona quando ingerimos carboidratos, antes das 48 horas a sensação de fome é intensa, por este motivo consuma outros alimentos desde que não sejam carboidratos, afinal, para seguir a dieta à risca pode-se consumir demais alimentos (vide lista de alimentos permitidos). Assim como a dieta sem lactose, na qual você evita os alimentos que contém lactose, clique no link anterior para conhecer essa dieta também.

O objetivo de fazer o cetônico agir é fazer com que ele utilize as energias que ficaram armazenadas, ele só vai agir se não for consumido nenhum carboidrato.

OBS: É de grande importância salientar que a dieta do carboidrato não deve exceder o período de 30 dias, a dieta deve ser feita de 15 em 15 dias. Lembrando que deve haver um espaço de 3 dias entre o fim da primeira quinzena e o início da segunda.

Se quiser conhecer outro tipo de dieta, uma opção válida é a Dieta Detox que promete até  5kg em 3 dias, talvez seja interessante saber desta possibilidade também.

Outro ponto importante é não continuar a dieta mais do que o tempo estabelecido, afinal, a falta de carboidratos pode se tornar um problema mais tarde. Lembre-se, tudo em exagero, não faz bem! Caso o seu objetivo seja emagrecer bastante, o ideal é consultar um profissional que vai indicar uma dieta mais correta à seguir e o mais importante, você vai emagrecer com saúde através de uma reeducação alimentar.

A dieta é constituída de três fases e tem uma duração total de, no máximo, 15 dias, confira:

  • Primeira fase da dieta do carboidrato

É a fase mais complicada, pois é necessário eliminar completamente o consumo de carboidratos das refeições e obrigar o corpo a consumir gordura. Sua duração gira em torno de 2 dias, para a maioria das pessoas, e em alguns casos pode se estender a 3 dias.

Logo que o estoque de carboidrato acaba, as células passam a consumir gordura na forma de corpos cetônicos por um processo chamado cetogênese, resultando em perda de peso.

Como esses compostos, em excesso, podem ser perigosos e levar a um quadro de cetoacidose, o recomendado é que a dieta dos carboidratos não seja mantida por longos períodos.

  • Segunda fase da dieta do carboidrato

Nessa fase, que começa com o início da cetogênese e dura até o final da primeira quinzena da dieta, o consumo de carboidratos ainda é evitado, porém há uma tolerância para a ingestão de até 20 gramas dessa substância por dia, o correspondente à mais ou menos 10% da necessidade normal do organismo.

  • Terceira fase da dieta do carboidrato

Nessa etapa diversas frutas são liberadas para consumo, desde que compostas por menos de 10% de carboidratos, o que torna a dieta menos complicada de ser seguida.

Cuidados a serem seguidos

  • A dieta do carboidrato pode ser feita por 15 dias sem interrupção, no máximo. Depois desse tempo é fundamental interrompe-la por 3 dias, quando se deve comer normalmente. Para melhores resultados a dieta pode ser retomada, apenas uma única vez, por mais 15 dias. Prolongar o tempo de restrição de carboidratos por mais tempo é altamente contraindicado e pode trazer sérios prejuízos ao organismo;

  • É importante não descuidar da hidratação e se alimentar a cada 3 horas, garantindo os elementos necessários ao funcionamento celular; Nessa última etapa, da dieta já permite incluir uma variedade de alimentos no cardápio.

Vantagens e desvantagens da dieta do carboidrato

A dieta do carboidrato é vantajosa porque resulta em emagrecimento rápido. Os seus resultados são mais evidentes do que os regimes que reduzem o valor calórico ou de gordura. No entanto, as restrições alimentares podem resultar em sérios prejuízos para a saúde.

A falta de carboidratos no organismo conduz para um quadro de cetose. Este problema pode causar náuseas, mau hálito, fadiga, tontura e desidratação. A dieta também costuma ser pobre em fibras, o que pode resultar em constipação intestinal. O consumo de alimentos gordurosos também faz com que a concentração de gordura no sangue aumente.

Devido ao cardápio restritivo, a dieta dos carboidratos não deve ser seguida por longos períodos. Ela também não é capaz de ensinar a comer adequadamente.

Os pães integrais devem substituir os de farinha branca (Foto: Divulgação)

Alimentos permitidos na dieta do carboidrato

Veja alguns dos alimentos permitidos na dieta do carboidrato na lista abaixo, estes alimentos podem ser consumidos à vontade.

  • Abobrinha verde
  • Acelga
  • Agrião
  • Água com gás
  • Água Natural
  • Água Tônica Diet
  • Alface
  • Aspargos
  • Atum
  • Aves
  • Azeite
  • Azeitona com tempero
  • Bacalhau
  • Bacon
  • Berinjela
  • Brócolis
  • Café
  • Camarão
  • Caranguejo
  • Carne em geral
  • Caviar
  • Cebola como tempero
  • Cenoura (1 por dia)
  • Chás
  • Chicória
  • Chuchu
  • Club-Soda
  • Coca Light
  • Cogumelo
  • Couve
  • Couve-flor
  • Espinafre
  • Frango
  • Gelatina Diet
  • Geleia Diet de morango
  • Gin
  • Guaraná diet
  • Jiló
  • Lagosta
  • Limão
  • Linguiça
  • Manteiga
  • Margarina
  • Mexilhões
  • Nabo
  • Omelete
  • Ostra
  • Ovos cozidos
  • Peixe
  • Pepino
  • Pepsi Light
  • Pimenta
  • Pimentão
  • Presunto
  • Queijos (só industrializados)
  • Quiabo
  • Rabanete
  • Repolho
  • Sal
  • Salada verde
  • Salaminho
  • Salpicão (maionese caseira, salada, pimentão)
  • Salsa
  • Sashimi
  • Soda Diet
  • Sopa de legumes
  • Suco Clight (Maçã verde, TEA Maça)
  • Sukiaki sem macarrão
  • Tomate (até 3 por dia)
  • Trident
  • Vagem

Alimentos proibidos na dieta do carboidrato

Alguns alimentos são proibidos durante toda a dieta, os quais devem ser evitados em qualquer quantidade, pois são fontes de carboidratos. É importante salientar que não se deve quebrar a sua dieta, mesmo que seja com pequenas quantidades de carboidratos, afinal, qualquer ingestão de carboidratos vai fazer com que o cetônico deixe de funcionar, logo terá que iniciar o processo das 48 horas novamente. Por isso, não vale à pena cair na tentação para que a dieta traga um resultado satisfatório.

Veja a seguir a lista de alimentos fontes de carboidratos que não devem ser consumidos.

  • Arroz
  • Feijão
  • Bolachas
  • Açúcar
  • Farinhas e Derivados
  • Mandioca
  • Achocolatados
  • Sagu, Batatas
  • Apresuntados
  • Beterrabas
  • Ervilha
  • Quibe
  • Queijo
  • Milho-Verde
  • Maizena
  • Massas

Alimentos que podem ser consumidos após os primeiros 15 dias

Na terceira fase da dieta, é permitido consumir diversas frutas, constituídas por menos de 10% de seu peso em carboidratos. As principais são:

  • Abacate

  • Abacaxi

  • Caju

  • Carambola

  • Castanha-do-pará

  • Figo

  • Goiaba

  • Jaca

  • Limão

  • Maracujá

  • Melão

  • Morango

  • Pêssego

Para a dieta do carboidrato dar certo é preciso excluir alguns itens do cardápio (Foto: Divulgação)

Sugestões de cardápios da dieta do carboidrato

Café da manhã:

  • Omelete Simples ou com Queijo e Presunto;

  • Ovos Mexidos;

  • Ovos com Bacon ou Ovos Cozidos;

  • Chá Gelado;

  • Café;

  • Presunto;

  • Queijo;

  • Salaminho.

Almoço:

  • Salada de folhas verdes escuras;

  • Salpicão (Maionese caseira, salada, pimentão, frango, ovos cozidos, cenoura, chuchu, vagem e tomate)

  • Carne de Vaca, Porco, Frango (caso haja molho, somente com tomates caseiros);

  • Peixe, Camarão, Atum, Lagosta, Caranguejo ou Mexilhões;

  • Linguiça caseira;

  • Ovos Mexidos, Ovos com Bacon ou Ovos Cozidos;

  • Omelete Simples ou com Queijo e Presunto.

Lanche da tarde

  • Chá Gelado ou Quente;

  • Café;

  • Queijo;

  • Salame;

  • Queijos.

Jantar

  • Saladas;

  • Carnes magras;

  • Queijos.

Sobremesa

  • Creme de leite com adoçante e gotas de baunilha ou canela;

  • Gelatina Diet.

Cardápio de manutenção

Muitas pessoas reclamam do efeito sanfona, que é a não manutenção dos resultados obtidos após a dieta. Para prevenir esse acontecimento, a dica é reeducar os hábitos alimentares, adotando uma dieta que, além de melhorar a qualidade de vida, garantirá um resultado estético permanente.

Para auxiliar no preparo de um cardápio ideal, basta seguir as dicas, escolhendo apenas uma de cada opção listada.

Café da manhã

  • 1 fatia de melão / 3 fatias de presunto magro / 2 fatias de queijo prato / 2 fatias de pão integral / chá de ervas ou frutas

  • 1 iogurte batido com morangos (e adoçante) / 2 fatias de presunto magro / 1 fatia média de queijo-de-minas / 1 copo (200 ml) de suco de mamão

  • 1 taça de salada de frutas / 1 iogurte desnatado / 1 copo (200 ml) de suco de acerola

  • 1 torrada integral com 1 fatia média de ricota / 1/2 papaia / 1 xícara de leite desnatado, café ou chá

  • 1 iogurte natural + 2 colheres sopa de aveia + 1/2 mamão papaia / 1 xícara de leite desnatado, café ou chá.

  • 1 taça de salada de frutas / 1 iogurte desnatado / 1 copo de suco de melão

  • 1 fatia grossa de queijo- de-minas / 1 xícara de leite desnatado café ou chá / 1 pera

Lanches e ceia

  • 1 polenguinho;

  • 1 iogurte desnatado de frutas;

  • 1 fatia grossa de queijo-de-minas;

  • 1 iogurte DESNATADO;

  • 1 fatia de queijo-de-minas;

  • 1 fatia de melão;

  • 1 iogurte light de frutas;

  • 1 xícara de morangos;

  • 1 copo de limonada / 1 polenguinho;

  • 1 danoninho / 1 copo (200 ml) de suco de caju;

  • 1 polenguinho + 1 água-de-coco;

  • 1 polenguinho / chá diet;

  • 1 torrada integral com requeijão light ou com 1 fatia média de ricota;

  • 1 frozen iogurt ou 2 danoninhos;

  • 1 copo (200 ml) de suco de morango ou melancia;

  • 2 polenguinhos / chá diet;

  • 1 pera;

  • 1 copo (200 ml) de suco de morango;

  • 1 xícara de leite desnatado, café ou chá.

Almoço

  • 1 filé de salmão grelhado (180 g) / 6 colheres (sopa) de brócolis refogado / 1 prato de salada verde com 1 fio de azeite, limão e sal / 1 copo (200 ml) de suco de maracujá;

  • 1 berinjela recheada com carne moída / 6 colheres (sopa) de espinafre refogado / 1 prato de salada de folhas (com um fio de azeite);

  • 4 salsichas de peru cozidas ou grelhadas / 2 colheres de sopa de repolho refogado / 1 colher (sopa) de mostarda / 1 prato de salada de folhas verdes e tomate com molho shoyu / 1 copo de limonada;

  • 6 colheres (sopa) de picadinho de carne / 2 colheres (sopa) de arroz integral / 1 prato de salada de folhas (temperada com shoyu) / 1 fatia de melancia ou melão;

  • 1 omelete (3 claras e 2 gemas) com 1 fatia de queijo branco / 6 colheres (sopa) de legumes cozidos / 1 prato de salada de folhas (temperada com azeite, sal) / 1 fatia de abacaxi;

  • 1 bife grelhado 150 g / 6 colheres (sopa) de couve-flor cozida / 1 prato de salada de folhas (temperada com um fio de azeite, sal e limão) / 1 fatia de abacaxi;

  • 2 coxas de frango assadas sem pele / 6 colheres (sopa) de abóbora refogada 1 prato de salada de folhas com palmito (temperada com shoyu) / 1 tangerina.

Jantar

  • 1 prato fundo de salada: alface crespa + agrião + 8 tubetes de kani + 40 g de queijo tofu em cubos / molho: 1 colher (sopa) de mostarda + suco de 1/2 laranja + 2 colheres (chá) de azeite;

  • 1 filé grande de frango grelhado ou assado com cebolas / 1 prato de salada: alface, rúcula (ou agrião), pepino, com 1 colher (sopa) de nozes picadas e molho de iogurte;

  • 1 prato de salada: alface + tomate e cenoura +1 filé de frango grelhado em cubos + 1 colher (sopa) de molho de iogurte ceia: 1/2 papaia;

  • 1 filé de salmão (180 g) ensopado com legumes / salada de folhas, tomate e lascas de parmesão (temperada com 1 colher de chá de azeite);

  • 1 sanduíche com pão integral, atum (em lata), cenoura ralada e 1 colher (chá) de maionese light / 1 prato de salada de folhas (com azeite e sal);

  • 1 prato de sopa de legumes (abobrinha, acelga, cenoura, chuchu, alho-poró, espinafre, tomate etc.) / 1 filé de frango (150 g) grelhado ou assado com fatias de cebola e tomate / 1 prato de salada de alface (temperado com molho de iogurte);

  • 1 hambúrguer (180 g) 1 prato de salada de pepino, tomate, folhas verdes, com molho de mostarda.


Recomendados para você:

RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL