Menu

Saúde

Atualizado em 31 de julho de 2013, às 6:22
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Dieta do Carboidrato: Alimentos Permitidos e Proibidos

A dieta do carboidrato deve ser realizada com cautela, seguindo o cardápio corretamente, sem exageros na alimentação, além de ter uma durabilidade de 15 dias.

Quem deseja emagrecer e conquistar a boa forma física, normalmente aposta em dietas milagrosas. As restrições alimentares, no entanto, podem prejudicar a saúde quando não realizadas com as orientações de um nutricionista.

Uma das dietas que faz sucesso entre as mulheres é a do carboidrato. Este regime revolucionário foi desenvolvido pelo Dr. Robert Atkins e já conquistou muitos adeptos, inclusive as celebridades.

Ao cortar carboidratos da dieta, o indivíduo deixa de consumir batatas, massas, feijão, arroz, lentilha, aveia, doces e alguns tipos de frutas. A escassez do nutriente é substituída por grandes quantidades de alimentos ricos em proteínas e gorduras.

Compreendendo o metabolismo celular

As células que compõem nosso organismo funcionam como um carro total flex, que aceita vários tipos de combustível. Entretanto, o “combustível” preferido para o funcionamento celular são os carboidratos e em segundo lugar as gorduras. Essa ordem de prioridade sempre será respeitada por todas as células.

O corpo tenta se preparar para as situações mais adversas que podem surgir, por isso, todo carboidrato que não é utilizado pelas células e fica sobrando no organismo é convertido e armazenado na forma de gordura, que funciona como um estoque de energia para que as funções vitais continuem funcionando em situações onde não há disponibilidade de carboidratos, como durante o jejum prolongado.

Os corpos cetônicos são o resultado da metabolização das gorduras e nada têm a ver com glândulas ou hormônios, como é difundido em vários sites. É mais ou menos como se o carboidrato, para a célula, fosse como o álcool para o carro, onde a energia produzida é eficiente e livre de fumaça, enquanto que as gorduras seriam como o diesel, também bastante eficientes, porém produtoras de muita fumaça, que seriam os corpos cetônicos.

É importante ressaltar que essa substância não é tão ruim quanto pode parecer num primeiro momento, porque, apesar da possibilidade de causar alterações no pH sanguíneo, deixando-o mais ácido (quando em níveis muito altos), também podem ser usadas como fonte de energia por diversos tecidos, especialmente para o cérebro.

30828 Dieta do Carboidrato Alimentos Permitidos e Proibidos 05 Dieta do Carboidrato: Alimentos Permitidos e ProibidosUm belo prato de macarrão não é crime nessa dieta (Foto: Divulgação)

Como funciona a Dieta do Carboidrato?

A dieta funciona assim, os carboidratos ficam expressamente proibidos principalmente nas primeiras 48 horas, onde o Cetônico começa a agir, pois normalmente o cetônico não funciona quando ingerimos carboidratos, antes das 48 horas a sensação de fome é intensa, por este motivo consuma outros alimentos desde que não sejam carboidratos, afinal, para seguir a dieta à risca pode-se consumir demais alimentos (vide lista de alimentos permitidos). Assim como a dieta sem lactose, na qual você evita os alimentos que contém lactose, clique aqui para conhecer essa dieta também.

O objetivo de fazer o cetônico agir é fazer com que ele utilize as energias que ficaram armazenadas, ele só vai agir se não for consumido nenhum carboidrato.

OBS: É de grande importância salientar que a dieta do carboidrato não deve exceder o período de 30 dias, a dieta deve ser feita de 15 em 15 dias. Lembrando que deve haver um espaço de 3 dias entre o fim da primeira quinzena e o início da segunda.

Outro ponto importante é não continuar a dieta mais do que o tempo estabelecido, afinal, a falta de carboidratos pode se tornar um problema mais tarde. Lembre-se, tudo em exagero, não faz bem! Caso o seu objetivo seja emagrecer bastante, o ideal é consultar um profissional que vai indicar uma dieta mais correta à seguir e o mais importante, você vai emagrecer com saúde através de uma reeducação alimentar.

A dieta é constituída de três fases e tem uma duração total de, no máximo, 15 dias, confira:

  • Primeira fase da dieta do carboidrato

É a fase mais complicada, pois é necessário eliminar completamente o consumo de carboidratos das refeições e obrigar o corpo a consumir gordura. Sua duração gira em torno de 2 dias, para a maioria das pessoas, e em alguns casos pode se estender a 3 dias.

Logo que o estoque de carboidrato acaba, as células passam a consumir gordura na forma de corpos cetônicos por um processo chamado cetogênese, resultando em perda de peso.

Como esses compostos, em excesso, podem ser perigosos e levar a um quadro de cetoacidose, o recomendado é que a dieta dos carboidratos não seja mantida por longos períodos.

  • Segunda fase da dieta do carboidrato

Nessa fase, que começa com o início da cetogênese e dura até o final da primeira quinzena da dieta, o consumo de carboidratos ainda é evitado, porém há uma tolerância para a ingestão de até 20 gramas dessa substância por dia, o correspondente à mais ou menos 10% da necessidade normal do organismo.

  • Terceira fase da dieta do carboidrato

Nessa etapa diversas frutas são liberadas para consumo, desde que compostas por menos de 10% de carboidratos, o que torna a dieta menos complicada de ser seguida.

Cuidados a serem seguidos

  • A dieta do carboidrato pode ser feita por 15 dias sem interrupção, no máximo. Depois desse tempo é fundamental interrompe-la por 3 dias, quando se deve comer normalmente. Para melhores resultados a dieta pode ser retomada, apenas uma única vez, por mais 15 dias. Prolongar o tempo de restrição de carboidratos por mais tempo é altamente contraindicado e pode trazer sérios prejuízos ao organismo;

  • É importante não descuidar da hidratação e se alimentar a cada 3 horas, garantindo os elementos necessários ao funcionamento celular; Nessa última etapa, da dieta já permite incluir uma variedade de alimentos no cardápio.

Vantagens e desvantagens da dieta do carboidrato

A dieta do carboidrato é vantajosa porque resulta em emagrecimento rápido. Os seus resultados são mais evidentes do que os regimes que reduzem o valor calórico ou de gordura. No entanto, as restrições alimentares podem resultar em sérios prejuízos para a saúde.

A falta de carboidratos no organismo conduz para um quadro de cetose. Este problema pode causar náuseas, mau hálito, fadiga, tontura e desidratação. A dieta também costuma ser pobre em fibras, o que pode resultar em constipação intestinal. O consumo de alimentos gordurosos também faz com que a concentração de gordura no sangue aumente.

Devido ao cardápio restritivo, a dieta dos carboidratos não deve ser seguida por longos períodos. Ela também não é capaz de ensinar a comer adequadamente.

30828 Dieta do Carboidrat Alimentos Permitidos e Proibidos 06 Dieta do Carboidrato: Alimentos Permitidos e ProibidosOs pães integrais devem substituir os de farinha branca (Foto: Divulgação)

Alimentos permitidos na dieta do carboidrato

Veja alguns dos alimentos permitidos na dieta do carboidrato na lista abaixo, estes alimentos podem ser consumidos à vontade.

Abobrinha verde

Acelga

Agrião

Água com gás

Água Natural

Água Tônica Diet

Alface

Aspargos

Atum

Aves

Azeite

Azeitona com tempero

Bacalhau

Bacon

Berinjela

Brócolis

Café

Camarão

Caranguejo

Carne em geral

Caviar

Cebola como tempero

Cenoura (1 por dia)

Chás

Chicória

Chuchu

Club-Soda

Coca Light

Cogumelo

Couve

Couve-flor

Espinafre

Frango

Gelatina Diet

Geleia Diet de morango

Gin

Guaraná diet

Jiló

Lagosta

Limão

Linguiça

Manteiga

Margarina

Mexilhões

Nabo

Omelete

Ostra

Ovos cozidos

Peixe

Pepino

Pepsi Light

Pimenta

Pimentão

Presunto

Queijos (só industrializados)

Quiabo

Rabanete

Repolho

Sal

Salada verde

Salaminho

Salpicão (maionese caseira, salada, pimentão)

Salsa

Sashimi

Soda Diet

Sopa de legumes

Suco Clight (Maçã verde, TEA Maça)

Sukiaki sem macarrão

Tomate (até 3 por dia)

Trident

Vagem

Alimentos proibidos na dieta do carboidrato

Alguns alimentos são proibidos durante toda a dieta, os quais devem ser evitados em qualquer quantidade, pois são fontes de carboidratos. É importante salientar que não se deve quebrar a sua dieta, mesmo que seja com pequenas quantidades de carboidratos, afinal, qualquer ingestão de carboidratos vai fazer com que o cetônico deixe de funcionar, logo terá que iniciar o processo das 48 horas novamente. Por isso, não vale à pena cair na tentação para que a dieta traga um resultado satisfatório.

Veja a seguir a lista de alimentos fontes de carboidratos que não devem ser consumidos.

Arroz

Feijão

Bolachas

Açúcar

Farinhas e Derivados

Mandioca

Achocolatados

Sagu, Batatas

Apresuntados

Beterrabas

Ervilha

Quibe

Queijo

Milho-Verde

Maizena

Massas

Alimentos que podem ser consumidos após os primeiros 15 dias

Na terceira fase da dieta, é permitido consumir diversas frutas, constituídas por menos de 10% de seu peso em carboidratos. As principais são:

  • Abacate

  • Abacaxi

  • Caju

  • Carambola

  • Castanha-do-pará

  • Figo

  • Goiaba

  • Jaca

  • Limão

  • Maracujá

  • Melão

  • Morango

  • Pêssego

30828 Dieta do CarboidratoAlimentos Permitidos e Proibidos 02 Dieta do Carboidrato: Alimentos Permitidos e ProibidosPara a dieta do carboidrato dar certo é preciso excluir alguns itens do cardápio (Foto: Divulgação)

Sugestões de cardápios da dieta do carboidrato

Café da manhã:

  • Omelete Simples ou com Queijo e Presunto;

  • Ovos Mexidos;

  • Ovos com Bacon ou Ovos Cozidos;

  • Chá Gelado;

  • Café;

  • Presunto;

  • Queijo;

  • Salaminho.

Almoço:

  • Salada de folhas verdes escuras;

  • Salpicão (Maionese caseira, salada, pimentão, frango, ovos cozidos, cenoura, chuchu, vagem e tomate)

  • Carne de Vaca, Porco, Frango (caso haja molho, somente com tomates caseiros);

  • Peixe, Camarão, Atum, Lagosta, Caranguejo ou Mexilhões;

  • Linguiça caseira;

  • Ovos Mexidos, Ovos com Bacon ou Ovos Cozidos;

  • Omelete Simples ou com Queijo e Presunto.

Lanche da tarde

  • Chá Gelado ou Quente;

  • Café;

  • Queijo;

  • Salame;

  • Queijos.

Jantar

  • Saladas;

  • Carnes magras;

  • Queijos.

Sobremesa

  • Creme de leite com adoçante e gotas de baunilha ou canela;

  • Gelatina Diet.

Cardápio de manutenção

Muitas pessoas reclamam do efeito sanfona, que é a não manutenção dos resultados obtidos após a dieta. Para prevenir esse acontecimento, a dica é reeducar os hábitos alimentares, adotando uma dieta que, além de melhorar a qualidade de vida, garantirá um resultado estético permanente.

Para auxiliar no preparo de um cardápio ideal, basta seguir as dicas, escolhendo apenas uma de cada opção listada.

Café da manhã

  • 1 fatia de melão / 3 fatias de presunto magro / 2 fatias de queijo prato / 2 fatias de pão integral / chá de ervas ou frutas

  • 1 iogurte batido com morangos (e adoçante) / 2 fatias de presunto magro / 1 fatia média de queijo-de-minas / 1 copo (200 ml) de suco de mamão

  • 1 taça de salada de frutas / 1 iogurte desnatado / 1 copo (200 ml) de suco de acerola

  • 1 torrada integral com 1 fatia média de ricota / 1/2 papaia / 1 xícara de leite desnatado, café ou chá

  • 1 iogurte natural + 2 colheres sopa de aveia + 1/2 mamão papaia / 1 xícara de leite desnatado, café ou chá.

  • 1 taça de salada de frutas / 1 iogurte desnatado / 1 copo de suco de melão

  • 1 fatia grossa de queijo- de-minas / 1 xícara de leite desnatado café ou chá / 1 pera

Lanches e ceia

  • 1 polenguinho;

  • 1 iogurte desnatado de frutas;

  • 1 fatia grossa de queijo-de-minas;

  • 1 iogurte DESNATADO;

  • 1 fatia de queijo-de-minas;

  • 1 fatia de melão;

  • 1 iogurte light de frutas;

  • 1 xícara de morangos;

  • 1 copo de limonada / 1 polenguinho;

  • 1 danoninho / 1 copo (200 ml) de suco de caju;

  • 1 polenguinho + 1 água-de-coco;

  • 1 polenguinho / chá diet;

  • 1 torrada integral com requeijão light ou com 1 fatia média de ricota;

  • 1 frozen iogurt ou 2 danoninhos;

  • 1 copo (200 ml) de suco de morango ou melancia;

  • 2 polenguinhos / chá diet;

  • 1 pera;

  • 1 copo (200 ml) de suco de morango;

  • 1 xícara de leite desnatado, café ou chá.

Almoço

  • 1 filé de salmão grelhado (180 g) / 6 colheres (sopa) de brócolis refogado / 1 prato de salada verde com 1 fio de azeite, limão e sal / 1 copo (200 ml) de suco de maracujá;

  • 1 berinjela recheada com carne moída / 6 colheres (sopa) de espinafre refogado / 1 prato de salada de folhas (com um fio de azeite);

  • 4 salsichas de peru cozidas ou grelhadas / 2 colheres de sopa de repolho refogado / 1 colher (sopa) de mostarda / 1 prato de salada de folhas verdes e tomate com molho shoyu / 1 copo de limonada;

  • 6 colheres (sopa) de picadinho de carne / 2 colheres (sopa) de arroz integral / 1 prato de salada de folhas (temperada com shoyu) / 1 fatia de melancia ou melão;

  • 1 omelete (3 claras e 2 gemas) com 1 fatia de queijo branco / 6 colheres (sopa) de legumes cozidos / 1 prato de salada de folhas (temperada com azeite, sal) / 1 fatia de abacaxi;

  • 1 bife grelhado 150 g / 6 colheres (sopa) de couve-flor cozida / 1 prato de salada de folhas (temperada com um fio de azeite, sal e limão) / 1 fatia de abacaxi;

  • 2 coxas de frango assadas sem pele / 6 colheres (sopa) de abóbora refogada 1 prato de salada de folhas com palmito (temperada com shoyu) / 1 tangerina.

Jantar

  • 1 prato fundo de salada: alface crespa + agrião + 8 tubetes de kani + 40 g de queijo tofu em cubos / molho: 1 colher (sopa) de mostarda + suco de 1/2 laranja + 2 colheres (chá) de azeite;

  • 1 filé grande de frango grelhado ou assado com cebolas / 1 prato de salada: alface, rúcula (ou agrião), pepino, com 1 colher (sopa) de nozes picadas e molho de iogurte;

  • 1 prato de salada: alface + tomate e cenoura +1 filé de frango grelhado em cubos + 1 colher (sopa) de molho de iogurte ceia: 1/2 papaia;

  • 1 filé de salmão (180 g) ensopado com legumes / salada de folhas, tomate e lascas de parmesão (temperada com 1 colher de chá de azeite);

  • 1 sanduíche com pão integral, atum (em lata), cenoura ralada e 1 colher (chá) de maionese light / 1 prato de salada de folhas (com azeite e sal);

  • 1 prato de sopa de legumes (abobrinha, acelga, cenoura, chuchu, alho-poró, espinafre, tomate etc.) / 1 filé de frango (150 g) grelhado ou assado com fatias de cebola e tomate / 1 prato de salada de alface (temperado com molho de iogurte);

  • 1 hambúrguer (180 g) 1 prato de salada de pepino, tomate, folhas verdes, com molho de mostarda.

Mais informações: carboidratos complexos e refinados

A concentração de determinado tipo de nutriente em uma única refeição é uma prática não recomendada e pode comprometer a saúde e perda de peso. Os alimentos ricos em carboidratos devem estar bem distribuídos em todas as refeições ao longo do dia e o indicado é dar preferência para os complexos, encontrados nos cereais integrais, nas verduras, legumes e frutas. Esse tipo de carboidratos faz com que a glicemia aumente vagarosamente além de retardar o aparecimento da fome.

Os carboidratos refinados, como os encontrados no pão branco, farinha de trigo, biscoitos, bolachas, arroz branco, massas, açúcares e derivados, promovem um pico de insulina no organismo que é desproporcional ao que deveria, trazendo inúmeros prejuízos e provocando o acúmulo de gordura.

Alimentos ricos em fibras

Além de dar preferência aos alimentos ricos em carboidratos complexos, é interessante prestar muita atenção a outros fatores alimentares que podem ajudar no controle glicêmico e auxiliar na perda de peso. Os produtos mais indicados são os que também possuem alto teor de fibras e baixo índice glicêmico, pois possuem a capacidade de fazer com que a absorção e digestão de açúcares seja mais lenta. Os itens mais facilmente encontrados e que apresentam essas características são:

  • Pão integral

  • Arroz integral

  • Cereais

  • Frutas com casca e legumes

  • Massa feita com grão duro

O real motivo de engordar

Na maioria dos casos, o real motivo de engordar não está apenas no simples consumo de carboidrato e sim no comportamento do indivíduo, onde geralmente a falta de atividade física está relacionada à ingestão calórica que excede a necessidade diária de energia, que então acaba sendo acumulada na forma de gordura.

Portanto, a dica para manter o peso ideal é praticar exercícios físicos e associar uma dieta balanceada, com restrição calórica, optando por fontes de carboidratos complexos e reduzindo ao máximo possível o consumo dos carboidratos refinados.

Agora basta seguir as dicas e apostar na dieta do carboidrato, que promete deixar o corpo esbelto e elegante em pouco tempo.

As sugestões de cardápios foram obtidas no endereço: www.dietaebeleza.com/sugestao-de-cardapios-dieta-do-cetonico-e-dieta-da-proteina/

Conteúdo avaliado com média:
A categoria Saúde do portal Mundodastribos.com é um espaço informativo de divulgação e educação sobre os temas relacionados à saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento, sem antes consultar um profissional de saúde.