Menu
Você está em: MundoDasTribos > Notícias > Dicionário Aurélio Online

Site facilita ao internauta e permite usuário a consultar palavras através do portal.

Sempre que alguém quer saber o significado ou como se escreve a palavra corretamente, a solução é utilizar o Dicionário Aurélio Online. O site ajuda a vida do internauta que deseja acessar essas informações básicas e facilita também a vida de quem não precisa mais ficar procurando por ordem alfabético no livro com mais de 200 páginas, como as pessoas faziam antigamente.

Dicionário Aurélio Online (Foto Ilustrativa)

Dicionário Aurélio Online

No site oficial do Dicionário Aurélio mostra como consultar de modo digital uma palavra por meio desse, que é uma referência de dicionário aqui no Brasil. Você pode adquirir um minidicionário online e terá a sua versão eletrônico. Clique aqui e faça o download do conteúdo. Nessa página também terá as recomendações de instalação para ter acesso a um acervo do Aurélio de modo online, sem precisar de um dicionário em papel sempre à mão. Acesse o site oficial do Dicionário Aurélio e veja como ter as versões online em forma de softwares e aplicativos.

Leia mais informações sobre: Dicionário Online Português

Consulta no papel

Apesar dos avanços da internet e da disponibilização desses serviços na web, o bom e velho papel pode e deve ser mantido, principalmente por quem gosta de pegar os livros para ler, de tocar e até anotar algumas coisas nas folhas do livro.

Dicionário foi um dos mais vendidos do setor (Foto: Divulgação)

O dicionário foi há alguns anos um acessório importante para várias gerações de estudantes e isso era bom. Hoje, a realidade é diferente e várias crianças e jovens podem ver o conteúdo na internet, de forma rápida e prática, o que interfere no processo de aprendizagem, visto que as crianças sabem que terão de forma rápida a informação que deseja e isso não motiva a pensar, a conhecer e guardar aquela informação.

Internet torna gratuita a informação

A internet e suas plataformas dissemina a informação sem discriminação. Apesar de não ser algo tão acessível assim para outras regiões do Brasil, como norte, quem mora nos estados do Sudeste, por exemplo, consegue fazer pesquisas, levantamento e até aprofundar as buscas para elaborar um determinado trabalho de forma rápida, mas nem sempre confiável.

Na internet, leitor pode ter acesso a informação sem ter que comprar (Foto: Divulgação)

O que vale aqui, no caso do dicionário, é que antigamente as pessoas compravam o material para conferir as informações, o significado e a grafia de várias palavras. Com a internet, esse material deixou de ser obrigatório em muitas escolas, apesar de estar nas mais diversas bibliotecas, para os alunos. Essa troca facilita aos alunos mais carentes, que conseguem por meio de programas de acesso à internet, obter sucesso no acesso aos sites de educação e os dicionários online.

Leia mais informações sobre: Baixe O Dicionário Aurélio Para Iphone

Desafio aos professores e qualidade da informação

Apesar do dicionário Aurélio estar disponível numa página da internet, muitos alunos buscam em outros sites o significado e até a grafia, mas até que ponto devemos confiar no conteúdo online? Essa pergunta é feita frequentemente por docentes de diferentes matérias e níveis.

Para pesquisar corretamente, siga as instruções do professor (Foto: Divulgação)

Quando um professor passa a lição de casa, ele deve orientar ao aluno que busque em sites confiáveis as informações necessárias para elaborar o trabalho. Em casa, é dever dos pais de fiscalizar o cumprimento dessa regra passada pelo docente, sendo algo fundamental para que o aluno já exerça o seu senso crítica de escolher informação. Estamos na era da informação, do consumo de notícias e fatos, porém pouco se sabe da real veracidade das informações e menos ainda se escolhe o que está entrando na vida de cada um.

Criança vai se habituando com a leitura e o dicionário ajuda neste processo de aprendizado (Foto Ilustrativa)

É direito das crianças terem a oportunidade de aprender que não existe certo e errado, mas sim teorias que movimentam o mundo dos adultos, que possivelmente tudo aquilo pode mudar e que é necessário sempre estar atento, aprender novas coisas e também respeitar os professores, pessoas que passaram anos se dedicando para estar ali dentro da sala de aula. Siga sempre a orientação do professor e consuma conteúdo confiável, ou confira sempre em várias páginas se a informação está correta.

Dicionário ajuda na correção das palavras

Quem utiliza o dicionário possui maior capacidade de saber se a palavra está escrita corretamente ou não. De acordo com os especialistas, o aluno que desde cedo lê mais, naturalmente aprende mais cedo a ler, a escrever e a analisar a correção das palavras. No caso do dicionário, essa prática se torna ainda maior, tendo em vista que as edições do aurélio são corrigidas, praticamente perfeitos no sentido ortográfico da palavra.

Material ajuda ainda mais no conhecimento das línguas (Foto Ilustrativa)

A criança tem o hábito de sempre ler o significado das palavras, certamente vai saber desde antes a grafia correta das palavras.

Outros benefícios

Além da grafia correta, quem utiliza o dicionário como fonte para tudo, aprende também a saber se a palavra é substantivo, adjetivo ou até mesmo a separação correta da palavra.

Estudante aprende significado e grafia a partir do dicionário (Foto Ilustrativa)

Dicionário de inglês

Se ler e conhecer mais sobre o português e nossas palavras é importante e podemos fazer isso através do dicionário, quem lê e tira as dúvidas de inglês através do material americano, encontra também grandes chances de aprender logo cedo a grafia, significado e onde utilizar a palavra. Não é a toa que varios professores de inglês indicam a leitura do dicionário.

Ler dicionário inglês ajuda no aprendizado (Foto Ilustrativa)

Como comprar?

Existem vários sites que revendem o dicionário, há quem prefira usar tudo pela internet. Quem prefere o papel, encontra o material em grandes redes como Saraiva, Submarino, Americanas e outros, onde chegam a custar mais de R$ 40 reais, por exemplo. Uma alternativa para encontrar um bom preço, que cabe no bolso, o estudante pode procurar em sebos pessoalmente ou fazer uma busca rápida pela internet.

Sites e lojas vendem o dicionário e preços variam (Foto Ilustrativa)

O importante é sempre ter esse material para fácil acesso, assim você sempre aprenderá e conhecimento é algo que jamais pode ser tirado de alguém.

Concorrentes do dicionário Aurélio

Já falamos aqui da importância do dicionário em nossas vidas, principalmente na fase em que estamos aprendendo. Além do dicionário Aurélio, você ainda tem no mercado outras importantes marcas que fabricam o dicionário da língua portuguesa. Para você saber mais, preparamos aqui uma lista com nomes e preços de outros dicionários que você pode encontrar nas livrarias, papelarias e também nas lojas virtuais:

Michaelis Dicionário Prático Língua Portuguesa R$63 (preço em média)

Dicionário Aulete de Bolso da Língua Portuguesa R$ 15 (preço em média)

Dicionário Escolar da Língua Portuguesa R$29 (em média)

Saraiva Júnior – Dicionário da Língua Portuguesa Ilustrado – Conforme Nova Ortografia R$23 (preço em média)

Pequeno Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa R$51 (preço em média)

Minidicionário Escolar da Língua Portuguesa R$16,07 (preço em média)

Schifaizfavoire – Dicionário de Português R$14 (preço em média)

Vale lembrar que algumas escolas indicam o autor do livro ou editora e isso não é ruim. Quando a escola indica um livro significa que ela está trabalhando sua teoria escolar em cima daquilo e é importante que todos alunos tenham seus materiais em dia.

Lembre-se que se quiser economizar, você pode e deve pesquisar os preços em lojas online e físicas e comparar os preços antes de fechar o negócio. O seu filho precisa de um bom material de estudo!

Dicionário Aurélio: como baixar?

O Dicionário Aurélio na realidade é a versão digital, que pode ser acessada por dispositivos como computadores com acesso à internet, ou até mesmo por meio de tablets, notebooks e computadores. Essa é a versão digital do dicionário impresso de mesmo nome publicado pela Editora Positivo.

Hoje, o material mais confiável de aprendizado das palavras é o dicionário (Foto Ilustrativa)

Essa ferramenta pode ser integrada na nova interface do Windows 8. O grande diferencial desse sistema é que ele pode ser usado sem conexão à internet. Dessa maneira, você poderá fazer consultas de verbetes em qualquer local. O que permite você levar o dicionário em vários locais e, ao contrário de quem levava vários materiais juntos, você pode levar apenas o notebook ou tablet com vários conteúdos e sem pesar muito, como uma mochila.

Pais podem ajudar no processo de aprendizagem (Foto Ilustrativa)

Essa versão vai te ajudar a não errar no português, pois ela traz mais de 435 mil verbetes, sendo que suas definições, variações e classificação gramaticais são exatamente iguais a versão impressa do dicionário. Além disso, usando essa ferramenta você consegue conferir a etimologia das palavras e algumas conjugações verbais, facilitando assim sua escrita de modo correto. A seguir, um vídeo te ensina a instalar o Dicionário Aurélio online.

Dicionário caipira com mais de 2 mil palavras

Um historiador de Itararé, em São Paulo, cidade localizada há 340 quilômetros da capital paulista, resolveu inovar e em agosto de 2015 anunciou a criação da Enciclopédia do Interior, um material que reunirá mais de 2 mil palavras, incluindo gírias e dialetos da região. José Maria Silva, reúne todo esse conteúdo há pelo menos 15 anos e busca enturmar as pessoas que não conhece e também oficializar a maneira como conversam na cidade.

O mais interessante é que o material feito pelo seu José traz, além das gírias em palavras e com explicação, algumas expressões como “é melhor perder um parmo de tripa do que a tripa inteira”, uma referência ao famoso ditado que todo mundo conhece:  “mais vale um passarinho na mão do que dois voando.”

De acordo com o seu José, historiador e criados do documento, a cidade é sua maior inspiração e esses dialetos surgiram exatamente pela região ter sido um roteiro madeireiro, o maior do país em décadas passadas. Vindo do Paraná, esses profissionais passavam pela cidade para chegar ao seu destino e muitos dormiam na cidade, traziam de sua região um jeito peculiar de falar. Hoje, a cidade tem vários sotaques e qualquer um que visitar a região vai perceber isso.

Você certamente conhece a frase “pessoa que fala muito ou demais”. Para eles, a frase correta é “boca de gamela”, fazendo referência a bacia que é feita de madeira e tem uma boca grande demais. A gamela, que é essa bacia, tem a sua entrada larga e chamar alguém assim é dizer que a pessoa fala muito, demais.

E como será que eles falam lá quando algo dá errado? Já que possuem gíria e dialeto para tudo, a expressão para lidar com este momento deveria mesmo sem diferente. Eles utilizam a expressão “azedou a boca da égua” para dizer que nada deu certo.

Assim como em Itararé, várias cidades brasileiras possuem lá suas diferenças de gírias e dialetos. A verdade é que a ideia do historiador é bem interessante, mas as crianças e jovens da região precisa saber a diferença de dialetos e gírias para a língua culta. Nada melhor do que o dicionário para dar essa noção exata de como se escreve a palavra e também qual seu significado.

Portanto, é preciso reforçar com as crianças a necessidade de estudar, de manter o empenho e entender que existem diferenças culturais e sociais e cada região possui seu costume. Portanto, é preciso que elas tenham acesso a tudo, mas principalmente a base educacional que formaliza o sistema de um país inteiro. É a mesma coisa uma moça viajar para o Afeganistão e não utilizar a burca para circular lá. É preciso nos adaptarmos a situações diferentes, mas pra isso isso precisamos entender qual a razão daquilo, o porque a cultura daquela região “exige” determinada situação, roupa ou pessoa.

Vídeo sobre Dicionário Aurélio

Quer saber mais sobre o educação e línguas? Confira nossos outros  artigos que preparamos sobre esses e outros temas. Fique bem informado (a) aqui no Mundo das Tribos e não deixe de comprar materiais importantes de estudo para o seu filho. Aproveite para curtir, comentar e compartilhar este artigo com amigos e familiares nas principais redes sociais.

Recomendados para você:

RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL