Menu
Você está em: MundoDasTribos > Dicas para deixar o Chrome mais seguro

Utiliza o navegador do Google para visitar os seus sites preferidos? Então saiba como aumentar a segurança durante o acesso à internet, usando o Chrome.
Por Andre -

Os navegadores são a porta de entrada para a internet, consistindo em programas que permitem ao usuário visitar qualquer página. Se inicialmente o Internet Explorer dominava esse mercado, com o passar do tempo o browser da Microsoft ganhou concorrentes de peso.

O Google Chrome é atualmente um dos navegadores mais usados no mundo (Foto: Divulgação)

Além do Mozilla Firefox, outro navegador que tem conquistado cada vez mais a preferência dos internautas é o Chrome, desenvolvido pelo Google e com versões também para os dispositivos móveis, que em muitos países já ocupa o topo do ranking como o browser mais utilizado.

O navegador do Google oferece uma série de recursos e funcionalidades que chamam a atenção dos usuários, principalmente no quesito segurança. Mas apesar disso, quem o utiliza deve ficar atento para não cair nas armadilhas do mundo virtual e ter uma série de prejuízos.

Para tanto, preparamos algumas dicas para deixar o Chrome mais seguro.

Ative a proteção contra phishing e malware

Ativando a proteção contra phishing e malware, o navegador te avisa quando você está prestes a acessar um site malicioso (Foto: Divulgação)

Os ataques de phishing têm se tornado constantes, atingindo milhões de pessoas em todo o mundo. Basicamente, eles acontecem através de sites falsos, aos quais os internautas são levados, onde programas maliciosos são instalados no computador, propiciando o roubo de dados pessoais.

Para aumentar a proteção dos usuários, o Google Chrome possui um sistema anti-phishing, que alerta ao usuário que ele está prestes a visitar um site suspeito de conter malware e outras pragas virtuais.

Quando detecta algum perigo, o Chrome mostra esse aviso (Foto: Divulgação)

Geralmente, esse sistema já vem ativado, mas para conferir se ele está funcionando, clique no ícone de menu do navegador, no canto superior direito da página, e selecione a opção “Configurações”. Em seguida, role a página para baixo e clique em “Mostrar configurações avançadas”.

No campo “Privacidade”, verifique se a caixa “Ativar proteção contra phishing e malware” está marcada. Caso não esteja, basta marcá-la e ficar atento aos avisos que o navegador mandar, evitando visitar as páginas identificadas com tais perigos.

Evite salvar senhas no navegador

O navegador oferece a opção de salvar as senhas dos serviços online que você utiliza. Mas para uma maior segurança, é recomendável não usar esse recurso (Foto: Divulgação)

Assim como outros browsers, o Chrome também oferece a opção de salvar senhas de sites de e-mails, redes sociais, internet banking e outros serviços online, para facilitar o acesso a eles. No entanto, o navegador do Google não permite criptografar as senhas e outras informações armazenadas.

Por esse motivo, é recomendável não utilizar a opção “Ofereça para salvar senhas quando eu entrar na web”, no menu “Configurações”, principalmente se você compartilha o PC com outras pessoas e não quer que elas tenham acesso às suas informações confidenciais.

Uma alternativa interessante para quem tem muitas senhas para gerenciar é o aplicativo PassBox, que guarda todas as suas senhas com segurança, protegendo-as de acessos indevidos.

Faça atualizações constantes

O browser deve estar sempre atualizado (Foto: Divulgação)

Outra maneira de aumentar a segurança no Google Chrome é mantê-lo sempre atualizado, pois os updates do navegador trazem diversas correções de segurança e novas ferramentas para a proteção do usuário.

Para saber se a versão instalada em seu PC está atualizada, abra o menu do navegador e clique em “Sobre o Google Chrome”. O aplicativo fará a verificação automática da sua versão e caso ela esteja desatualizada, fará o update em seguida.

Não se esqueça do antivírus

Por mais proteção que o navegador possa oferecer, é sempre importante ter um bom antivírus instalado na máquina, pois ele possui maior capacidade para identificar e bloquear uma série de perigos com os quais podemos nos deparar durante a navegação na web.

Lembre-se de atualizar o antivírus com frequência e de deixá-lo funcionando em tempo real, para aumentar a sua proteção.

Plug-ins para proteção adicional no Chrome

O AdBlock é uma extensões que pode ajudar a aumentar a segurança no Chrome (Foto: Divulgação)

Outra alternativa para deixar o Google Chrome mais seguro é usar plug-ins que ajudem a garantir uma maior segurança. Algumas das opções são:

MaskMe: cria endereços de e-mail e telefones fictícios para usar em formulários de sites que solicitam tais informações, assim que são acessados.

KB SSL Enforcer: permite criar uma lista de sites seguros, onde o usuário tem a certeza de que os dados transmitidos estão criptografados, dificultando a ação de possíveis golpistas.

WOT: mostra, através de uma lista de classificação, se o site que você está visitando oferece algum perigo. Ele funciona integrado aos buscadores do Google e do Yahoo!.

AdBlock: bloqueia propagandas de qualquer site, que atrapalham a sua navegação e que podem levar a sites falsos.

– View Thru: os links encurtados podem esconder verdadeiras armadilhas. Mas utilizando essa extensão para Chrome, você consegue verificar o endereço para o qual será levado, antes mesmo de clicar no link.


RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL