Menu
Você está em: MundoDasTribos > Dicas: O que Colocar e não Colocar no Currículo

Para conseguir o emprego é necessário passar por alguns processos. Existem algumas coisas importantes par que você seja aprovado nesses processos como uma boa apresentação, arrumado, limpo e com roupa adequada e também um currículo bem montado. Ao fazer um currículo muitas pessoas ficam inseguras sobre o que devem e o que não devem colocar . Por isso, separmos algumas dicas que ajudam na elaboração de um bom currículo.

Dicas O que Colocar e não Colocar no Currículo 1

Dicas: O que Colocar e não Colocar no Currículo

O currículo deve contar as informações principais que o entrevistado necessita saber para saber se você é ou não apto para ocupar tal vaga disponível. Você deve se preocupar com alguns  detalhes par que seu currículo não seja o causador do seu fracasso na hora de conseguir aquela vaga de emprego. Veja abaixo as dicas que você precisar saber na hora de montar seu currículo.

Confira algumas dicas para um bom elaborar um currículo:

1- Foto: No caso de foto, esta só deve ser colocada no currículo se for solicitado por quem está fazendo a seleção.

2 – Currículo: Não é necessário escrever que se trata de um currículo, muito menos em latim.

3 – Não coloque os números dos seus documentos, visto que eles só serão necessários no momento da contratação.

4 – Não coloque os nomes dos seus pais, pois, são informações desnecessárias.

5 – Coloque o formato da letra e cor no padrão básico. Prefira o preto nos tipos tradicionais como Times New Roman ou Arial.

6 – Visto que as características de sua personalidade serão analisadas durante a entrevista ou em uma dinâmica de grupo, não é necessário descrevê-las no currículo, esses termos não contribuem em nada para o conhecimento do seu perfil profissional.

Dicas O que Colocar e não Colocar no Currículo

7 – Ao citar seu conhecimento em algum idioma, apenas informe se seu nível é básico, intermediário ou fluente.

8 – Não coloque experiências que não estão ligadas com sua atuação profissional.

9 – Informe a data de entrada e de saída da empresa e não apenas o tempo em que permaneceu nela.

10 – Coloque as informações de sua experiência profissional em ordem decrescente. Ou seja, seu último emprego ou o atual deve vir no topo da lista.

11 – Se as funções realizadas em cada empresa forem parecidas, coloque esses dados no campo de sua qualificação. Prefira destacar os resultados obtidos em cada local em que já trabalhou.

12 – Coloque suas atividades extras profissionais apenas se elas forem atuais. No entanto, fique atento. Caso não possua um perfil arrojado, opte pelo modelo clássico.

Recomendados para você:

RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL