Menu

Serviços

Atualizado em 11 de novembro de 2009, às 22:21 por Redacao
Você está em: MundoDasTribos > Desconto Em Faculdades SP

684f9fe0 Desconto Em Faculdades SP

A procura por faculdades vem crescendo, pois muitas pessoas estão atrás de oportunidades de crescer profissionalmente, as universidades e faculdades oferecem todo tipo de descontos em mensalidades para conseguir mais alunos.

O benefício não é dado apenas aos que comprovam carência, mais tem outras maneiras de conseguir descontos como: quem traz um amigo para estudar na instituição ganha 10%, dois amigos, 20%, dez amigos, 100%. A transferência de uma universidade para outra também é premiada. E é difícil encontrar instituição particular que não tenha convênios com sindicatos, associações ou empresas. Basta o estudante estar ligado a uma entidade parceira para pagar menos. O aumento da competitividade do setor nos últimos anos fez o valor da mensalidade passar a ser um diferencial na disputa.

Como conseguir bolsa em faculdades de SP

Para quem quer ter uma oportunidade de fazer uma faculdade mais ao mesmo tempo obter um desconto, nas mensalidades de universidades, cada vez mais os jovens de São Paulo têm se filiado à Associação dos Trabalhadores Sem Terra. A entidade tem convênio com 17 instituições de ensino superior que oferecem bolsas para os associados. O abatimento nos valores das mensalidades é atrativo: de 20% a 60%, dependendo da faculdade e do curso.

Este projeto chama-se: Educar Para a Vida possui hoje 60 mil bolsistas e já conseguiu formar 10 mil universitários, em cinco anos de existência. Neste ano, o movimento estima que conseguirá colocar 22 mil novos alunos na universidade.

Sem divulgação ou publicidade, a fama do desconto dos sem-terra se espalha no boca a boca, principalmente entre os jovens de classe média baixa. A maioria tem um trabalho mais recebe o suficiente para pagar uma faculdade particular. Para se filiar à associação, não há qualquer burocracia. Basta fazer uma carteirinha que custa R$ 1 na sede do movimento, na Lapa (zona oeste de SP). O próximo passo é assistir a uma reunião de apresentação do projeto, com duração de quatro horas, realizada quinzenalmente em um galpão próximo à sede.

Depois que os jovens forem matriculados se é necessário frequentar reuniões mensais em uma das 47 unidades da associação na Grande São Paulo, além de pagar R$ 7 todos os meses, enquanto durar o curso. São permitidas apenas três faltas por ano, e a frequência é controlada pela associação.

Para mais informações acesse o site: www.vidauniversitaria.com.br . Aproveite!