Menu

Cursos

Atualizado em 5 de julho de 2012, às 14:17 por Andre Dias
Você está em: MundoDasTribos > Notícias > Cursos de férias ESPM RJ 2012

Se você quer aproveitar as férias do meio do ano para estudar, não perca a oportunidade de participar dos cursos oferecidos pela ESPM Rio durante o mês de julho de 2012.
371134 Sis Fies FIES é a melhor alternativa para o financiamento de uma faculdade Imagem: (Foto Divulgação)

O ano de 2012 começa com novos planos, e um deles pode ser cursar uma faculdade ou pós-graduação. Alguns cursos em institutos conceituados podem ter um custo elevado, mesmo para profissionais qualificados em início de carreira. Nesses casos, um financiamento como o FIES (Financiamento Estudantil) pode ser uma solução conveniente e de baixo custo.

O FIES é uma linha de crédito mais acessível existente no mercado para aqueles que desejam cursar uma graduação. A taxa de juros é de apenas 3,4% ao ano, uma vantagem para esse tipo de financiamento. No entanto, para obter o crédito é necessário estar de acordo com uma série de requisitos, sendo o principal deles a renda familiar.

O financiamento mínimo é de 50% do valor do curso, somente quando as mensalidades obedecerem a um número entre 20% e 40% da renda bruta familiar. É admissível financiar até 75% caso o valor das mensalidades na renda esteja entre 40% e 60% da valor, e 100% se o valor exceder 60%. Também é necessário que o estudante esteja matriculado em um curso que participa do programa e seja bem conceituado pelo MEC.

Além da taxa de juros mínima, outro grande benefício do Programa é  modo de cobrança das parcelas. Ao longo do curso, o aluno paga uma quantia máxima de 50 reais a cada três meses, correspondente ao pagamento dos juros. Após a término do curso, o aluno permanece pagando o mesmo valor durante um intervalo de 18 meses, que usará para recompor seu orçamento.

Concluída o período de carência, o saldo devedor será dividido em até três vezes o tempo financiado, mais um ano, isto é, se forem financiadas mensalidades por quatro anos, o devedor possui até 13 anos (3 x 4 mais 1 ano) para quitar sua dívida.

Porém para usar esse benefício, é necessário possuir dois fiadores, com renda bruta mensal de pelo menos duas vezes o preço da mensalidade. Ou então optar pela fiança solidária, em que grupos de três a cinco participantes do Programa se empenhem como fiadores uns aos outros. A inscrições no FIES podem ser realizadas em qualquer momento do ano através do site do programa.

Vagas podem ser reduzidas neste ano

Para este ano, é possível que a quantia de vagas reservadas a alunos do programa seja reduzida, já que as universidades de ensino particulares afirmam que o governo ainda deve repasses do programa, num valor de 500 milhões de reais. Segundo a FENEP (Federação Nacional das Escolas Particulares), algumas universidades chegaram a se endividar por conta dessa dívida.

O instituto sustenta conversas com o MEC para validar a situação e, espera que ela se deva a um problema de gestão, e não de falta de verbas. Se nada for solucionado até o dia 13 deste mês, data em que será feita um fórum do setor, o mais presumível é que o instituto sugira às universidades o corte de algumas vagas.

 “Acredito que as escolas continuarão aceitando alunos do FIES. O provável é que a nossa orientação seja para que elas aceitem apenas o número de alunos suficiente para usar os repasses para abater os impostos. Não mais do que isso, para não agravar o endividamento das escolas”, explica Amábile Pacios, presidente da FENEP. Ela adverte, todavia, que aprovar a orientação será uma alternativa da universidade.

RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL