Menu

Notícias

Atualizado em 27 de junho de 2012, às 10:37 por Analu
Você está em: MundoDasTribos > Notícias > Crise alérgica em crianças: cuidados, como evitar

As crises alérgicas são problemas bastante comuns que aumentam de incidência durante o inverno, especialmente entre o público infantil. Saiba mais sobre o assunto.
474768 alergias fabrica de bebes Crise alérgica em crianças: cuidados, como evitarAs alergias em crianças são bastante comuns durante o inverno

Coceira no nariz e garganta, espirros frequentes, coriza e desconforto generalizado são alguns dos sintomas mais comuns que acometem os portadores de alergias. Estudos indicam que o índice de pessoas que sofrem com algum tipo de atopias gira em torno de 30% da população mundial.

O problema acaba se agravando com a chegada das estações mais frias do ano, que tendem a serem mais secas e, consequentemente com um maior número de partículas em suspensão no ar, podendo desencadear as crises alérgicas com maior facilidade. O problema se torna mais frequente especialmente entre as crianças, trazendo muita preocupação para os pais.

Resfriado, gripe e alergia são três coisas completamente distintas. Conheça as diferenças.

Confira dicas de como evitar transtornos, mantendo a saúde de toda família:

As alergias não são todas iguais

As alergias podem ter várias manifestações e até a mesma doença alérgica pode cursar com sintomatologia diferente de uma pessoa para outra. Apenas com a avaliação médica adequada e realização de testes específicos é possível descobrir a causa da alergia, para que o tratamento seja iniciado o mais rápido possível.

Os quadros alérgicos podem ser:

  • Respiratórios

As manifestações clássicas são a rinite e asma, entretanto outras patologias, como bronquite e sinusite costumam ter um fundo alérgico. Nessas situações os grandes vilões são os ácaros, fungos, produtos de limpeza e até mesmo perfumes, mudanças súbitas de temperatura, pelos de animais e fumaça de cigarro, que podem desencadear as crises.

O quadro clínico geralmente é acompanhado de coceira nos olhos, nariz ou céu da boca, espirros, tosse seca, coriza, congestão nasal e falta de ar.

474768 gatos alergia Crise alérgica em crianças: cuidados, como evitarPelos e penas de animais são potencialmente alergênicos
  • Cutâneas

Costumam ser causadas por produtos químicos (especialmente os de limpeza), bijuterias e cosméticos, provocando irritação cutânea local, prurido intenso e ardência.

  • Alimentares

Ocorre imediatamente após a ingestão de alguns alimentos específicos, com frutos do mar, amendoim, ovo e leite. As queixas incluem prurido difuso por todo corpo, inchaço nos olhos e dificuldade de respirar.

A alergia alimentar não é a mesma coisa que intolerância alimentar. Confira.

Como se prevenir das crises

Para evitar passar pelos transtornos de uma crise alérgica, é recomendado seguir as orientações médicas adequadamente, procurando se manter longe dos agentes desencadeantes da crise. Existem várias dicas simples que podem ser realizadas por indivíduos portadores de atopia, confira:

  • Procure trocar a roupa de roupa semanalmente;
  • As capas anti-ácaros são boas opções para cobrir os colchões e travesseiros;
  • Os artigos de cama como edredom e travesseiro, confeccionados a partir de penas, devem ser evitados;
  • É indicada a remoção de tapetes, cortinas, livros e bichos de pelúcia dos quartos, pois eles servem como local de acúmulo para os ácaros e fungos;
  • Limpe regularmente os ventiladores e aparelhos de ar condicionado.

Conheça os primeiros socorros em caso de alergia.

474768 alergia ao leite de vaca Crise alérgica em crianças: cuidados, como evitarA alergia ao leite de vaca é bastante comum

Apesar de causarem grande incômodo, as crises alérgicas são processos que podem ser facilmente evitados com a tomada de medidas simples, visando impedir o contato do agente desencadeador com o indivíduo alérgico. Para minimizar a ocorrência do problema vale a pena seguir as dicas e, em caso de dúvida, é importante procurar por auxílio médico.

RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL

Ao subscrever nossa newsletter, passar receber nossos artigos por email e informações sobre os nossos passatempos. É gratuito e sem spam.