Menu

Criança

Atualizado em 19 de novembro de 2013, às 8:40 por Andréia Bariani
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Crianças que se comportam como adultos: como lidar

A adultização precoce é cada vez mais comum, nos pequenos. Entenda melhor este problema e saiba como lidar com crianças que se comportam como adultos.

É cada vez mais comum vermos que os pequenos parecem querer se comportar como adultos. Vaidade excessiva, erotização inconsciente, pouco ou quase nenhum tempo reservado às brincadeiras infantis e saudáveis, tudo isso e outros aspectos estão na vida de muitas crianças, hoje em dia. Mas qual é o motivo para esse aumento dos casos de adultização precoce e como reverter esse quadro? Saiba como lidar com crianças que se comportam como adultos.

665874 Crianças que se comportam como adultos.1 600x600 Crianças que se comportam como adultos: como lidarÉ comum os pais quererem fantasiar seus filhos de adultos (Foto: Divulgação)

Por que as crianças se comportam como adultos?

O reflexo da adultização precoce, muitas vezes, é resultado do comportamento dos próprios pais. Isso pode acontecer de diversas formas, dentre elas as conversas adultas na presença das crianças, o incentivo dos próprios pais para que os pequenos ajam como adultos, etc. É preciso estar sempre atento com o que se fala, perto das crianças, pois embora elas não saibam o significado de muitas coisas, tudo ficará bem gravado em sua memória, despertando curiosidade e interesse, que poderão ser esclarecidos de maneiras não adequadas.

Muitos pais acham engraçadinho, quando as crianças se vestem como adultos. É como uma espécie de fantasia, que poderá estimular ainda mais a precocidade. Quando se tratam de meninas, isso pode ser ainda mais acentuado, já que é enorme a quantidade de itens que estimulam a vaidade das pequenas. Maquiagem, roupas, colares e acessórios de adultos podem até ficar engraçados, mas não são nem um pouco adequados para as meninas. Tudo tem sua hora certa. Um pouco de brincadeira não faz mal a ninguém, mas fantasiar a criança de adulto, em qualquer situação, é um grande erro.

665874 Crianças que se comportam como adultos.2 600x600 Crianças que se comportam como adultos: como lidarAs crianças imitam os pais e outros adultos, ao seu redor (Foto: Divulgação)

A mídia também é um problema enorme para os pequenos. O pior resultado disso é a erotização das crianças. Hoje, são comuns as músicas e danças com grande apelo sexual. Infelizmente, não é nada raro se deparar com elas, em festinhas de aniversário infantis, com toda a criançada imitando tais danças, repetindo as letras das músicas e tendo como plateia os adultos. Estes, sim, não devem estimular este tipo de comportamento, que pode ser altamente prejudicial aos pequenos.

Como lidar com isso?

A melhor forma de lidar com crianças que agem como adultos é controlar o que elas veem, ouvem e como elas brincam. Não é porque a mídia manipuladora diz que adultos e crianças devem aderir a certas modinhas, que os pais deverão encarar isso como algo normal; como algo de que não se pode fugir.

A criança deve receber estímulos infantis, que sejam adequados à sua idade e que preservem a sua inocência. E isso dó depende dos pais, pois elas estão expostas o tempo todo e não podem se defender.

665874 Crianças que se comportam como adultos.3 600x600 Crianças que se comportam como adultos: como lidarExcesso do uso de tecnologias não é indicado para crianças (Foto: Divulgação)

O estímulo a brincadeiras, músicas e leituras inofensivas, próprias para crianças, deve ser prioridade para os pais. Não deixe que a criança passe muito tempo em contato com coisas do universo adulto, em detrimento do que é próprio à sua idade. São os pais que devem se infantilizar, junto com os pequenos, e não o contrário.

Não é demais controlar, também, o uso de tecnologias. Hoje, as crianças aprendem muito precocemente como usar celulares, tablets ou internet. Não há mal algum nisso, desde que os pequenos não permaneçam a maior parte do tempo, distraídos apenas com isso, isolados de outras crianças e de outros estímulos. Existem muitas outras formas de se desenvolver a criatividade infantil.