Menu

Criança

Atualizado em 26 de julho de 2012, às 11:36 por Isabella Moretti
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Crianças obesas apresentam maiores riscos para problemas cardíacos

Duas em três crianças obesas desenvolvem fatores de risco para doenças cardíacas, como colesterol ruim e pressão alta.
492426 Maioria das crianças obesas apresenta no mínimo um fator de risco para problemas de coração. 1 Crianças obesas apresentam maiores riscos para problemas cardíacosCrianças obesas podem sofrer com doenças cardíacas. (Foto:Divulgação)

Crianças e adolescentes continuam sendo vítimas da obesidade em todas as partes do mundo. Embora o número de obesos com menos de 18 anos esteja aumentando, são poucas as pesquisas realizadas para descobrir o impacto do excesso de peso sobre a saúde, bem-estar e qualidade de vida.

Saiba mais: Obesidade na infância antecipa problemas na fase adulta

Recentemente, um novo estudo descobriu que crianças obesas possuem no mínimo um fator de risco para doenças cardiovasculares.

Obesidade infantil aumenta risco de doenças cardíacas

De acordo com uma pesquisa realizada pela Universidade de Amsterdã, na Holanda, duas em três crianças obesas apresentam algum fator de risco para doenças cardíacas. Os pesquisadores também constataram que, mais da metade dos jovens são vítimas de pressão alta e colesterol ruim. Os resultados completos do estudo foram publicados no periódico Archives of Disease in Childhood.

Para chegar às conclusões, os especialistas avaliaram dados de crianças obesas, registrados entre 2005 e 2007 pela Unidade de Vigilância Pediátrica da Holanda. Também foi necessário analisar os relatos médicos no país, que apresentavam os fatores de riscos dos pacientes com idade entre 2 de 18 anos que desenvolveram problemas de coração.

A pesquisa contou com 500 participantes, sendo que 307 sofriam com obesidade severa. Os autores do trabalho classificaram como “obesos” os jovens com IMC maior de 20 (para 2 anos de idade),30 (para 12 anos) e 35 (para 18 anos), ou seja, índice de massa corporal muito acima do peso ideal.

492426 Maioria das crianças obesas apresenta no mínimo um fator de risco para problemas de coração Crianças obesas apresentam maiores riscos para problemas cardíacosDos participantes da pesquisa, 56% sofriam com pressão alta e 54% foram diagnosticados com altos níveis de colesterol ruim. (Foto:Divulgação)

Depois de analisar cuidadosamente o perfil de cada voluntário, descobriu-se que 56% dos participantes sofriam com pressão alta e 54% foram diagnosticados com altos níveis de colesterol ruim no sangue.

Com os resultados do estudo, os pesquisadores alertam sobre a importância de adotar políticas em combate à obesidade infantil. Caso contrário, as gerações futuras serão formadas por pessoas doentes, isto é, que sofrem com patologias causadas pela condição de obeso.

Os riscos da obesidade infantil

O número elevado de crianças obesas no mundo é uma consequência do sedentarismo. Os casos de obesidade acontecem devido à alimentação inadequada, baseada em produtos hipercalóricos e a falta de exercícios físicos, que impede a queima de calorias acumuladas no organismo.

492426 Maioria das crianças obesas apresenta no mínimo um fator de risco para problemas de coração. 2 Crianças obesas apresentam maiores riscos para problemas cardíacosObesidade infantil está associada ao sedentarismo. (Foto:Divulgação)

Com tantas crianças acima do peso ideal, a obesidade infantil tem sido classificada por muitos especialistas como uma epidemia, que vai interferir na saúde das futuras gerações. A grande ameaça para conseguir levar uma vida saudável está no desenvolvimento de fatores de riscos para doenças cardiovasculares, como ataque cardíaco, arritmia, angina e insuficiência cardíaca. Se a condição de obeso persistir na vida adulta, o indivíduo tem mais chances de sofrer AVC ou infarto.

Veja também: Obesidade Infantil, como evitar