Search

Criança com virose: como tratar?

As viroses são problemas frequentes durante todo ano, mas se tornam mais prevalentes no verão. Saiba como tratar esse problema, que pode ser grave.
Google plus

O termo “virose” é um modo genérico para se referir a qualquer doença que tenha um vírus como provável fator etiológico, porém, não se consegue confirmar a presença desse microrganismo. Quando a vírus é identificado, o problema deixa de ser chamado de virose para receber uma denominação específica, como dengue, herpes e catapora, que são exemplos de viroses.

As viroses gastrointestinais trazem sintomas muito desagradáveis

Entretanto, especialmente em regiões quentes, como é o caso da maior parte do Brasil, este mesmo termo é usado para se referir às doenças gastrointestinais, muito comuns especialmente durante as estações quentes, além de serem responsáveis por provocar uma desagradável sensação.

Sintomas

Apesar de poder ser causada por uma grande variedade de agentes virais patogênicos, todos os tipos de virose gastrintestinal possuem sinais e sintomas muito parecidos, que podem ser enumerado em: diarreia, vômito, dores por todo corpo (mialgia), dores abdominais e febre. Nos casos mais graves pode haver presença de muco ou sangue nas fezes (disenteria).

O quadro clínico geralmente dura entre três a cinco dias e, apesar de parecer inofensivo para muito gente, o problema pode ser muito sério, já que os vômitos e a diarreia abundante resultam em desidratação.

Contágio

Qualquer pessoa pode ser infectada por viroses e todo mundo acaba por experimentar os desagradáveis sintomas diarreicos ao menos uma vez na vida. Acontece que a transmissão dos vírus é muito fácil de ocorrer, especialmente através do contato com outras pessoas e suas secreções.

Ingerir bastante líquido é essencial para prevenir a desidratação

Tratamento

No caso das viroses gastrintestinais, o tratamento deve ser a administração de medicação sintomática (para febre, náuseas, vômito e diarreia), proporcionando bem estão ao paciente enquanto dá tempo para que o organismo monte uma resposta imune específica e muitíssimo eficiente contra o vírus.

A hidratação é essencial e por isso é importante tomar muito líquido, como água mineral e de coco, além de sucos naturais e soro. Refrigerantes e outras bebidas gasosas ou com corantes artificiais devem ser evitadas.

Soro caseiro

Em situações de diarreia intensa, onde há risco de desidratação severa, a ingestão de soro pode prevenir complicações e proporcionar uma grande melhora do estado geral, especialmente para crianças. É possível compra-lo em farmácias ou fazê-lo em casa.

Receita de soro caseiro: 1 litro de água filtrada ou fervida, 1 colher (sopa) de açúcar, 1 colher (chá) de sal. Misture tudo e beba.

Para evitar o problema é importante tomar cuidado com a alimentação.

Para ficar longe desse desconforto a melhor dica ainda continua sendo a prevenção. É fundamental tomar bastante cuidado ao se alimentar e não tomar água ou comer algum alimento sem saber de sua procedência.


Google plus


Compartilhe suas ideias! Deixe um comentário...

Antes de enviar um comentário, verifique seu conteúdo. Comentários que violem os Termos de Uso e Condições de Navegação do Portal mundo das Tribos e as leis em vigor poderão ser removidos pelo Portal Mundo das Tribos, sem prejuízo da adoção das medidas legais cabíveis pelo Portal.

Política de privacidade
Termos de uso e condições do site


Top