Menu

Saúde

Atualizado em 29 de agosto de 2012, às 13:51 por Analu
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Corrimento vaginal: causas

O corrimento vaginal não é um problema incomum. Saiba quando ele é considerado anormal, nisso conheça suas principais causas.

O corrimento vaginal é a saída de secreção de dentro da vagina, que pode ser considerado normal em algumas situações, como nos casos de substância de consistência aquosa ou mucosa, com coloração transparente, em pouca quantidade, sem odor forte ou sintomas associados, como coceira e vermelhidão da pele.

507789 Cuidar da saúde íntima é muito importante. Corrimento vaginal: causasCuidar da saúde íntima é muito importante. (Foto: divulgação)

Nessa circunstância o corrimento pode indicar boa saúde do aparelho reprodutor feminino, entretanto é preciso ficar atenta, pois uma série de problemas de saúde pode cursar com corrimentos genitais anormais. Conheça as principais causas de corrimento vaginal e saiba como identificar o problema.

Saiba mais sobre quando o corrimento é considerado problema de saúde.

Principais tipos de corrimento vaginal

De acordo com o quadro clínico e as características do corrimento, é possível identificar as possíveis causas do problema, facilitando o tratamento. Confira:

  • Corrimento branco com coceira

Corrimento vaginal de aspecto esbranquiçado e leitoso, em grande quantidade, que se prende nas paredes vaginais e está associado a prurido vulvar, que pode ser intenso, além de sensação de queimação na vagina são os sintomas típicos de candidíase, uma doença fúngica bastante comum entre as mulheres.

É possível que os sintomas se agravem na semana anterior à menstruação, e sua ocorrência é muito mais frequente entre as mulheres diabéticas, grávidas ou que estejam em tratamento com antibioticoterapia;

Confira os cuidados e tratamento contra a candidíase.

  • Corrimento branco acinzentado ou amarelado com mau cheiro

O corrimento de aspecto branco acinzentado ou amarelado, com odor fétido característico, que é comparado com “cheiro de peixe podre” e geralmente cursa com pouco ou nenhum prurido, pode indicar uma infecção bacteriana por gardnerella ou clamídia;

Conheça os sintomas,  tratamento e prevenção da clamídia.

507789 Uma visita ao ginecologista é fundamental. Corrimento vaginal: causasUma visita ao ginecologista é fundamental. (Foto: divulgação)
  • Corrimento branco amarelado ou acinzentado de aspecto espumoso

Em situações onde o corrimento é branco acinzentado ou amarelado e possui aspecto espumoso, pode ser levantada a hipótese de infecção por um protozoário chamado trichomonas vaginalis. Geralmente o quadro se exacerba logo após a menstruação e o odor pode ser bem desagradável;

  • Corrimento de coloração marrom ou com sangue

Corrimentos bem fluidos e de coloração que pode variar entre o marrom e o vermelho vivo, fora do período menstrual, indica sangramento do aparelho genital, que pode ser causado por vários motivos, entre eles as neoplasias genitais.

Veja quais são os principais sintomas de câncer de colo de útero.

  • Corrimento sanguinolento após relações sexuais

Geralmente o corrimento vaginal sanguinolento que ocorre após as relações sexuais se relaciona com infecções virais, como o HPV ou Herpesvirus.

507789 Para identificar o problema é importante prestar atenção no fundo da calcinha em uso. Corrimento vaginal: causasPara identificar o problema, é importante prestar atenção no fundo da calcinha em uso. (Foto: divulgação)

Vale lembrar que a melhor maneira de identificar o corrimento é prestar atenção no fundo da calcinha em uso e no papel higiênico, após a limpeza íntima. O tratamento do problema depende da identificação de seu agente causador, sendo, portanto, fundamental uma visita ao ginecologista.

A categoria Saúde do portal Mundodastribos.com é um espaço informativo de divulgação e educação sobre os temas relacionados à saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento, sem antes consultar um profissional de saúde.