Menu
Você está em: MundoDasTribos > Notícias > Consulta CPF Receita Federal

Saiba como realizar uma consulta online ao CPF no site da Receita Federal.

A Consulta ao CPF Receita Federal é um serviço que pode ser utilizado pela internet sem qualquer tipo de custo. Antes era necessário renovar todos os anos o Cadastro de Pessoa Física, mas agora deixou de ser obrigatório, a Receita Federal suspendeu essa declaração de isenção, visto que é possível saber a situação do CPF por meio de dados do contribuinte cadastrado.

Consulta CPF Receita Federal. (Foto: Divulgação)

Algumas pessoas esqueciam de fazer suas declarações anuais e tinham seu CPF suspenso ou até mesmo cancelado, e sem ele é impossível realizar diversas transações. Ao longo do tempo o CPF deixou de ser importante apenas para o imposto de renda e tornou-se um documento importante para o cotidiano de muitas pessoas.

O CPF retém informações de cada contribuinte, para cada pessoa é gerado um número de onze algarismos. É um número único e não muda mesmo na perda do cartão. É um documento muito importante e essencial para quase todas as transações financeira.

 

Consulta CPF Receita Federal

A consulta CPF Receita Federal é um serviço de utilidade pública. O comprovante emitido pela internet não fornece informações detalhadas sobre a situação econômica, financeira ou fiscal do contribuinte, mas mostra se está regular ou não. Se o documento estiver pendente ou suspenso, é preciso procurar uma unidade da Receita Federal.

Como realizar consulta CPF Receita Federal?

Página da Receita Federal para consulta ao CPF. (Foto: Divulgação)

 

A Receita Federal oferece uma página onde o contribuinte pode verificar a situação cadastral do seu documento, basta informar o número do CPF e enviar o dado para o sistema. O comprovante é emitido em questão de segundos, mas não traz informações fiscais ou financeiras sobre o contribuinte. Tem como finalidade apenas visualizar a situação cadastral. Ao clicar aqui, você vai visualizar uma página como a imagem abaixo, aí basta inserir o número do seu CPF e os caracteres da imagem para obter informações sobre sua situação cadastral.

O comprovante de situação cadastral apresenta o nome completo do contribuinte, o código de controle e a situação do seu cadastro na Receita. Se estiver “regular”, significa que não há pendências fiscais ligadas ao CPF. Para imprimir o documento digital, basta clicar no botão “preparar página para impressão”.

 

Situação Cadastral do CPF

Pela internet você verifica a situação cadastral do seu CPF. (Foto: Divulgação)

– Regular: significa que não há pendências no cadastro;

– Pendente de regularização: o contribuinte deixou de entregar alguma declaração de imposto de renda.

Suspensa: cadastro incorreto  ou incompleto.

– Cancelada: cancelamento ocorre em virtude judicial ou por causa do falecimento do contribuinte.

CPF revela se nome está ‘limpo’ ou ‘sujo’

Quem já sujou o nome na praça, que é quando o consumidor deixar de pagar alguma conta, sabe que encara bastante dor de cabeça e deixa de acessar alguns serviços como a criação de conta bancária e a dificuldade de conseguir crédito na praça. É importante lembrar que quem deve pode ser levado à justiça em casos que o valor da dívida seja alto demais.

Quem negociou dívida deixa de ter o nome sujo de 3 a 5 dias úteis (Foto: Divulgação)

Quem realiza financiamento de casa ou carro, via banco, por exemplo, pode até ter o bem retirado por via judicial. A melhor maneira é sempre tentar negociar caso o consumidor não possa ou não consiga pagar a conta.

Em casos extremos, é preciso analisar a viabilidade de apostar em um empréstimo e quitar as contas e começar por uma nova prestação. Para bancos, clientes jamais devem deixar a dívida rolar até chegar aos òrgão de proteção ao crédito.

Feirão ajuda pessoas a limpar o nome

Quem tem o nome sujo pode aproveitar uma boa oportunidade para acertar a situação através do feirão Limpa Nome, promovido pelo Serasa. O principal objetivo é ajudar o consumidor a negociar o valor da dívida com a empresa credora. De forma simples e rápida, o consumidor acessa a página online do feirão através do www.serasaconsumidor.com.br/limpa-nome-online, faz o cadastro e a partir do número do CPF, o sistema online mostra as dívidas e permite o consumidor enviar um ‘ok’ para dar início  a uma negociação. O feirão tem conseguido ajudar as pessoas que estão endividadas por meio dessa negociação simplificada e rápida, o que quase sempre garante um resultado satisfatório para ambas as partes.

Outros serviços da Receita Federal

Conheça outros serviços online oferecidos pela Receita. (Foto: Divulgação)

Ao acessar o site da Receita Federal na seção: CPF – Cadastro de Pessoas Físicas, você obtém respostas sobre diversas questões e serviços e para facilitar ainda mais sua vida, nós separamos alguns links que você pode acessar diretamente de acordo com sua dúvida.

Comprovante de Inscrição no CPF / Segunda Via

Comprovante de Situação Cadastral no CPF

Confirmação da Autenticidade do Comprovante de Inscrição e de Situação Cadastral no CPF

Inscrição no CPF

Alteração de Dados Cadastrais no CPF

Regularização do CPF

Cancelamento de CPF

Consulta Andamento do Pedido e Impressão do Comprovante de Inscrição no CPF 

Legislação

Inscrição Gratuita no CPF

Sistema CPF para Entidades Conveniadas (uso exclusivo por pessoas autorizadas  

Perguntas e Respostas

Não deixe de tirar o seu CPF, esse documento é fundamental para participar de concursos, abrir contas bancárias, crediário em lojas ou outras transações financeiras. Acesse o site da Receita Federal e faça a consulta online gratuitamente. A página também esclarece as principais dúvidas dos contribuintes e realiza serviços em função do CNPJ (Cadastro Nacional Pessoa Jurídica). Mantenha o seu cadastro sempre atualizado.

Receita Federal será beneficiada com a unificação de dados (Foto: Divulgação)

Outro documento importante também é o RG e o mesmo, juntamente com o CPF, deve ser preservado ao máximo. Aliás, muitas pessoas tem deixado de usar o próprio cartão do CPF desde quando alguns estados aderiram a numeração do documento nos modelos atuais de RG. O número do cadastro vem inserido no RG, o que facilita a vida do brasileiro que deixa de andar com varios documentos.

Novo RG deve ser implantado nos próximos anos (Foto: Divulgação)

Outra novidade neste sentido é a unificação de vários documentos em um cartão com chip. Essa mudança sera implantada aos poucos no Brasil e promete mesmo facilitar ainda mais nossas vidas, contendo ali todos os dados e documentos necessário em apenas um chip, como um cartão de crédito ou débito, mas no lugar da conta corrente, dados como nome completo, data de nascimento, números de documentos como RG, CPF, Título de Eleitor entre outros. A ideia é investir em alta tecnologia para ajudar também os mais diversos sistemas públicos.

O que fazer quando perder o CPF?

Perder um documento é sempre um transtorno, mas calma que nada é tão difícil assim. Primeiro, você pode acessar o site da Receita Federal na parte de 2ª via do Cadastro da Pessoa Física. No site do órgão há três opções para dar início a segunda vez, sendo um para pessoas que não apresentaram Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física nos últimos dois anos, outra opção é justamente para quem já apresentou a Declaração de Imposto nos últimos dois anos e para quem já deu entrada na segunda via do documento em postos como dos Correios, Banco do Brasil, Caixa ou mesmo Poupatempo.

No site do órgão federal você tem a opção de tirar o comprovante de inscrição no sistema da receita e dar entrada na segunda via do documento. Para isso você precisa do número do CPF e caso não tenha terá só uma única opção.

Sem o número, o único jeito é ir ao posto de atendimento no Banco do Brasil, na Caixa, nos Correios ou no Poupatempo, no caso de São Paulo, com o RG, o único documento que pode ser usado para confirmar a identidade, tendo a foto e o nome da pessoa.

O que fazer quando o CPF for roubado?

O primeiro passo, independentemente do documento ou qualquer outro item, como cartão ou cheque, é fazer um boletim de ocorrência. Para não ter transtornos, o ideal é fazer este documento alertando a polícia pelo próprio site da secretaria de educação. Em São Paulo, por exemplo, é possível fazer o boletim de roubo ou perda no sistema online, sem ter que pegar filas em delegacias.

De acordo com as orientações da Receita Federal, você não deve cancelar o seu CPF, pois isso só acontece quando há clonagem ou em caso de falecimento. O ideal, assim que perceber que perdeu o documento, é procurar um posto de atendimento da Receita ou acessar o site do órgão para dar entrada a segunda via.

Onde e como solicitar a segunda via do CPF?

Se você perdeu ou foi roubado, não deixe de fazer o boletim de ocorrência. No sistema online da Receita Federal você consegue dar os primeiros passos para a segunda via do CPF.

Quem quiser dar entrada mais rápido pode procurar uma unidade dos Correios, que normalmente faz todo o procedimento rapidamente e em alguns minutos. Além deles, você pode procurar também um posto de atendimento na Receita Federal, lá também terá informações sobre o documento e todo o processo de segunda via, ou ainda pode ir no Banco do Brasil ou mesmo no Poupatempo, no caso de São Paulo.

Vale lembrar que para fazer o pedido é preciso ir ao local indicado com documentos de identificação da pessoa para comprovar que a pessoa é realmente ela, tendo informações sobre os pais e data de nascimento. O ideal é levar o registro de nascimento ou mesmo a carteira de identidade.

Quem for maior de 18 anos pode levar o título de eleitor. Se tiver ou lembrar, pode também levar o número do CPF perdido ou roubado. Nesses mesmos postos você ainda pode solicitar alteração ou regularização dos dados.

No sistema online da Receita Federal não é gerado nenhum custo para a segunda via do CPF, porém a retirada do documento nos postos fica menos que R$ 10. Independentemente disso, é interessante você conferir as informações na instituição que você escolher caso não faça pelo site.

Quem perder o documento precisa imediatamente tirar a segunda a via com boletim de ocorrência, já que muitas fraudes acontece justamente quando a pessoa perde ou até mesmo quando é roubada.


RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL