Menu
Você está em: MundoDasTribos > Notícias > Conheça 7 profissões de risco

Profissões onde há o risco físico, biológico ou mesmo psicológico, confira e veja se a sua está listada.

Quando escolhemos a profissão não levamos em conta o quão estressado ficaremos nem os riscos biológicos ou físicos que podemos sofrer, escolher em que trabalharemos o resto da vida é uma decisão levada muito mais para o lado sentimental e de aptidão, porém conheça as profissões de risco que existem por aí e confira se a sua entrou na lista.

1 Adestrador

Adestrando o cachorro (Foto: Divulgação)

Seja de cães ou animais mais perigosos, os adestradores ficam em contato com os animais irracionais, arriscando a própria vida em muitos casos fazendo na prática o que estudou na teoria, mas nem sempre dá certo (e aí está o risco).

2 Enfermeiro

Enfermeira (Foto: Divulgação)

Em contato com pacientes e com doenças graves, o enfermeiro pode ser vítima da própria profissão, o rico é biológico, principalmente de contrair a SIDA e a Hepatite B.

3 Piloto de avião comercial

Piloto de avião comercial (Foto: Divulgação)

A profissão trazer riscos psicológicos pode ser a mais estressante das profissões. Os profissionais dessa área levam consigo muita responsabilidade ao conduzir a vida de tantas pessoas pelos ares, por esse cuidado com a segurança dos passageiros, carga horária alta e tensão de estar pontual nos horários de voo estabelecidos é que os pilotos comerciais apresentaram um nível de estresse de 59.53.

4 Moderação de conteúdo da internet

Moderador de conteúdo (Foto: Divulgação)

Na área de tecnologia o risco é mais mental do que físico, o moderador de conteúdo é aquele profissional que obrigatoriamente verá imagens nada agradáveis como cadáveres, imagens de pedofilia e outras que não devem ser expostos e por isso são filtrados pelo moderador.

5 Escalar torres de comunicação

Nos Estados Unidos é uma profissão comum, onde em média 11 mil pessoas instalam e fazem manutenção de torres de comunicação para telefonia celular. Foi considerado o trabalho mais perigoso em 2008 pela Occupational Safety and Health Administration, instituição semelhante ao Ministério do Trabalho, no Brasil.

6 Correspondente de guerra

Correspondente de guerra fazendo anotação (Foto: Divulgação)

São jornalistas ou profissionais da imprensa que se deslocam para locais onde está havendo conflitos e guerras, a fim de noticiar pela televisão, jornal ou outros meios de comunicação da atualidade, inclusive internet. Por estarem em áreas de conflito, é comum que sofram riscos de ataques, presenciem mortes de cidadãos e policiais e bombas que explodem com frequência, especialmente no Oriente Médio.

7 Policiais

Policial no trabalho (Foto: Divulgação)

Mesmo fardados e com aparatos de segurança, todo treino dos policiais não os livra dos perigos da profissão. Em contato com situações de risco e bandidos todos os dias, é uma profissão tensa e de conflitos constantes.

RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL