Menu

Saúde

Atualizado em 10 de outubro de 2011, às 20:28 por Analu
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Compressas quentes, frias e mistas: entenda quando usar

Dicas de como e quando utilizar os tipos de compressas quentes, frias e mistas.

288437 compressas Compressas quentes, frias e mistas: entenda quando usar

A compressa feita com gelo é mais indicada em casos de traumatismos, ou seja, quando levamos uma pancada ou quando sofremos uma queda que leva a uma lesão do tipo fechada. Esses locais podem inchar (edema) e também apresentar coloração arroxeada, o que chamamos de hematomas. Exemplo,  quando alguém bate a cabeça, formando um galo. Ao colocarmos compressa fria o inchaço não aumentará e a dor diminuirá.

Quando a pancada for numa articulação a compressa fria ajuda a melhorar a movimentação do membro.
O gelo tem uma ação anestésica, por isso diminui a dor, o inchaço e o hematoma que aparecem no local. O ideal é utilizar a compressa fria em até 48 horas depois da pancada. Ela deve ser feita três vezes ao dia com duração de no máximo 10 minutos contínuos.

É muito importante lembrarmos que não se deve colocar o gelo diretamente sobre a pele, pois pode causar danos. O ideal é envolvermos os gelos em um pano, toalha ou plástico e assim colocarmos a compressa no local afetado.

Quando utilizar compressas quentes?

288437 compressas 1 Compressas quentes, frias e mistas: entenda quando usar

Já no caso das compressas quentes o objetivo é diferente das compressas frias. Ela deve ser feita depois de 48 horas do acontecimento da lesão. Funciona como uma segunda etapa do tratamento após a pancada. O calor da compressa aumenta a circulação do local melhorando a cicatrização e diminuindo a inflamação. Ao aumentarmos o aporte de sangue para o local do ferimento, aumentamos as células que fazem a reparação do tecido e com isso a recuperação se torna mais rápida.

Outra propriedade do calor é o fato dele relaxar a musculatura onde é aplicada a compressa, diminuindo a tensão e a dor. Esse tipo de terapia é mais indicado em caso de dores em músculos e juntas como artrites e em cólicas.

É importante lembrar que em caso de dores de dente o ideal é fazermos bochechos com água quente e não colocarmos as compressas pelo lado de fora do rosto, pois se houver infecção pode formar fistulas. As compressas do lado de fora “puxam” a infecção para o rosto.

Tome muito cuidado ao colocar a toalha em contato com a pele. Verifique se a temperatura não está alta demais, pois pode causar ferimentos. O ideal é que seja um calor confortável.

A forma de ser feita é a mesma que a da compressa fria, por dez minutos e duas a três vezes ao dia.

Quando fazer compressas mistas?

288437 quando usar compressa quente fria Compressas quentes, frias e mistas: entenda quando usar

Existe um tipo misto de terapia com compressas, que é mais indicado nos casos de cirurgias ortopédicas ou após a imobilização de membros (como quando utilizamos gesso por algum tempo). Essa fisioterapia é feita de forma alternada. Primeiro se coloca a compressa fria no local da lesão, deixa ali por alguns minutos e muda para compressa quente. Essa alternância funciona como uma bomba estimulando a circulação da região afetada, que normalmente se encontra mais lenta que o comum.
Uma forma de fazer as compressas é utilizando bolsas de água quente ou água fria. A vantagem de utilizar essas bolsas é que elas mantém a temperatura por mais tempo se comparado com as toalhas molhadas.

Dessa forma, procure a melhor opção sempre buscando orientação do seu médico.

A categoria Saúde do portal Mundodastribos.com é um espaço informativo de divulgação e educação sobre os temas relacionados à saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento, sem antes consultar um profissional de saúde.