Menu
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Como surgiu a Gripe A – H1N1 (Suína)

Gripe já matou ao menos 50 pessoas em todo o Brasil desde janeiro até abril. Saiba como doença começou.

Muita gente se pergunta como surgiu a Gripe A – H1N1 (Suína) e hoje resolvemos responder essa pergunta com as informações mais oficiais que temos sobre o tema, que na época da doença foi muito divulgada. Hoje, a doença parece que está voltando e essa é a preocupação de médicos e autoridades, pois já estamos no outono e na próxima estação, o inverno, a tendência é que a doença se espalhe com mais facilidade.

Como surgiu a Gripe A - H1N1 (Suína) (Foto: Exame/Abril)

Como surgiu a Gripe A – H1N1 (Suína) (Foto: Exame/Abril)

Como surgiu a Gripe A – H1N1 (Suína)

Respondendo a pergunta de como surgiu a Gripe A – H1N1 (Suína), podemos dizer que primeiro caso de gripe suína (Gripe A), surgiu no México, uma mulher de 39 anos, era fiscal de censo, trabalhava de porta em porta, numa cidade de nome Oaxaca, à 400 quilômetros da capital mexicana. No dia 08 de abril ela foi internada com diarréia e problemas respiratórios. Os tratamentos convencionais aplicados a ela não surtiram efeito e após cinco dias a mulher veio a falecer. Outras pessoas com o mesmos sintomas surgiram, então os médicos enviaram secreção para análise no centro de vigilância epidemiológica nos EUA e constataram o vírus tipo A, subtipo H1N1, semelhante ao da gripe Espanhola, que causou uma pandemia no ano de 1918.

Leia mais informações sobre: Disque Gripe Suína H1N1

Como a Gripe Suína chegou ao Brasil?

Previna-se contra o H1N1 (Foto: Exame/Abril)

Previna-se contra o H1N1 (Foto: Exame/Abril)

Não há uma data precisa sobre a identificação da chegada da doença no Brasil, até porque depois do primeiro caso, em menos de três meses um surto atingiu vários países, como os Estados Unidos, Canadá, Espanha e Brasil. O se sabe é que entre 2009 e 2010 pelo menos 11 mil pessoas morreram por conta da doença.

Diferenças dos vírus da gripe suína H1N1

Atualmente temos dois subtipos que atingem o ser humano, que é o H1N1 e o H3N2. Na prática, não podemos sentir a diferença, mas é uma espécie de mutação do vírus originário que se alterou a partir da junção dele ao DNA do ser humano, o que ele precisa para se desenvolver.

Como se prevenir da gripe suína H1N1

  • Lavar sempre que possível as mãos, principalmente antes de comer
  • Utilize lenços descartáveis para higiene no nariz
  • Ao espirrar ou tossir, cubra o nariz e a boca
  • Não toque seus olhos, nariz ou boca
  • Lave as mãos ao espirrar ou tossir
  • Não compartilhe itens de uso pessoa, como copos, talheres e até escova de dentes
  • Evite locais muito fechado

Vacinas para a gripe H1N1: onde encontrar?

Procure um posto de Saúde a partir do dia 30 de abril (Foto: Exame/Abril)

Procure um posto de Saúde a partir do dia 30 de abril (Foto: Exame/Abril)

A rede nacional de saúde vai dar inicio a campanha nacional de vacinação contra a gripe e por isso mesmo é que muita gente vai poder tomar a vacina gratuitamente. A campanha começa dia 30 de abril e vai até dia 20 de maio. No estado de São Paulo, a vacina já está sendo aplicada por conta do alto índice de pessoas infectadas.

Algumas clínicas particulares estão vacinando em todo o País, mas o custo pode chegar a R$ 215,00 por dose. Se achar o preço abusivo, denuncie ao Procon, pois o órgão está fiscalizando o aumento de preço abusivo por conta da procura.

Leia mais informações sobre: Dicas de prevenção contra gripe H1N1

Sintomas da Gripe Suína H1N1

Fique atento aos sintomas (Foto: Exame/Abril)

Fique atento aos sintomas (Foto: Exame/Abril)

Fique atento aos sintomas da gripe suínas, que são:

  • Febre
  • Tosse
  • Gargante Inflamada
  • Dor de cabeça
  • Dores no corpo
  • Calafrios
  • Fadiga
  • Diarreia (em alguns casos relatados)
  • Vômito (em alguns casos relatados)

Quer mais dica sobre saúde e prevenção? Então confira nossos outros artigos sobre este e vários outros temas, fique bem informado aqui no Mundo das Tribos!!!

A categoria Saúde do portal Mundodastribos.com é um espaço informativo de divulgação e educação sobre os temas relacionados à saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento, sem antes consultar um profissional de saúde.

RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL