Menu

Educação

Atualizado em 8 de junho de 2012, às 7:36 por Talita
Você está em: MundoDasTribos > Notícias > Como fazer boa redação para vestibular

Ler livros, artigos de jornais e revistas, treinar e não fugir do tema, na hora da prova, são dicas para fazer uma boa redação.

enem Mundanças na Prova do Enem

Entenda as mudanças na prova do Enem

O Exame Nacional de Ensino Médio, o Enem, teve uma proposta pelo Ministério da Educação (MEC). Não será apenas o número de questões que aumentarão de 63 para 200, além da redação. A adoção de uma nova metodologia na elaboração da prova vai permitir que o desempenho dos alunos no exame possa ser comparado ano a ano.

Com esse novo método será possível acompanhar a evolução do ensino e evitar que algum candidato saia prejudicado por ter feito uma prova mais difícil do que o seu concorrente, isso porque muitas universidades aceitam a nota do Enem dos dois últimos anos. O Enem também cobrará mais conceitos, não ficará restrito apenas nas suas questões contextualizadas, o que é sua marca registrada.

No novo modelo do exame, mesmo tentando manter o nível de complexidade, o grau de dificuldade dele é variável, portanto, não é possível dizer com certeza se o resultado dos estudantes melhorou ou piorou porque são coisas diferentes sendo comparadas. Sendo assim, com essa teoria clássica, a quantidade de acertos é levada em conta e não o que o candidato acertou. Ou seja, de forma geral a preocupação é quantitativa e não qualitativa.

O novo formato tem como foco o item, como é chamada cada questão, e não no total de acertos. A teoria na verdade é o conjunto de modelos que relacionam uma ou mais habilidades com uma probabilidade maior de a pessoa acertar a resposta.

São muitos o modelos que podem ser usados. Um que possui grandes possibilidades de uso é o de repetir pelo menos 20% das questões da prova de um ano ao outro. Como parte das perguntas será a mesma, é possível saber se os acertos dessas questões aumentaram ou não. As questões que serão repetidas de um ano a outro são escolhidas de acordo com orientações dos avaliadores. Por exemplo: em matemática pode-se repetir uma questão de cada área, como trigonometria a geometria, isso para que sejam medidas habilidades diferentes.

RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL