Search

Como escolher o melhor óleo para o motor do seu carro

O óleo lubrificante é essencial para um bom funcionamento do motor do carro e deve ser trocado nos períodos indicados pelo fabricante.
Google plus

O óleo desempenha um papel fundamental no funcionamento do motor

O ritual é o mesmo em quase todos os lugares. Você para no posto de combustível, o frentista vem lhe atender, abastece o seu carro e logo em seguida faz a clássica pergunta: “Quer dar uma olhada no óleo?”. Você sabe para que serve essa tal olhada no óleo do motor? Ela serve para verificar o nível do óleo, que deve estar dentro dos padrões especificados pela montadora que produziu o seu carro. Caso contrário, podem surgir alguns problemas no motor.

Mas para manter o óleo em seu nível especificado, é preciso antes saber qual o melhor tipo de óleo para o motor do seu carro. A resposta para essa questão também é simples: o melhor óleo é aquele que está indicado no Manual do Proprietário, normalmente localizado na seção de manutenção. Como a questão já está resolvida, vamos aproveitar para conhecer um pouco mais sobre o óleo de motor, para que você não fique perdido em uma situação que precise trocar o lubrificante do propulsor com urgência.

A função do óleo é…

A função do óleo é colaborar para o melhor funcionamento do motor, evitando o atrito entre os diversos componentes móveis que atuam no interior do propulsor, além de atuar na eliminação de alguns resíduos da combustão e na retirada do calor das peças móveis, que é transferido para o sistema de refrigeração.

Ele deve manter a suas características de lubrificação sob quaisquer condições climáticas e formas de uso, mas com o decorrer do tempo, vai perdendo a sua viscosidade, fato que compromete o funcionamento do motor, aumentando o consumo de combustível e reduzindo a sua vida útil. Daí vem a necessidade da troca.

Quando trocar

Medindo o nível do óleo

A troca do óleo deve acontecer de acordo com a quilometragem definida pelos fabricantes. Geralmente, a recomendação de troca é a cada 3.000 km ou 5.000 km rodados (dependendo do óleo, pode ser maior que isso). Para trocar no período correto, evitando problemas no motor, anote a quilometragem do carro no momento da troca. Depois, é só acompanhar o desenvolvimento e fazer a troca assim que chegar ao limite, lembrando de comprar um óleo da mesma marca.

Tipos de óleo

É preciso usar sempre o mesmo tipo de óleo no motor, para não causar problemas

Existem três tipos de óleos, que basicamente se diferenciam em relação à viscosidade e ao desempenho.

– Óleo mineral

É o tipo de óleo mais encontrado no mercado, podendo ser usado em qualquer motor, independente do combustível e da cilindrada. Ele se destaca por adaptar a viscosidade conforme a temperatura de funcionamento do propulsor. Por outro lado, é o que tem a menor duração.

– Óleo semi-sintético

Indicado para motores com mais potência, esse tipo de lubrificante reúne componentes sintéticos e minerais. Tem como destaque a multiviscosidade e a sua durabilidade é média.

– Óleo sintético

Obtido a partir de reações químicas, o óleo sintético é o mais puro e também o que mantém a viscosidade por mais tempo. Indicados para os carros esportivos, de alto desempenho, ele é o de maior durabilidade e o que tem os preços mais elevados.


Google plus


Este artigo possui 1 comentário

  1. karla
    Publicado em 30/07/2012 às 8:06 PM [+]

    Achei ótimo, essa matéria, pois preciso procurar saber e entender um pouco do que estou usando. Se caso, der algum problema com o carro, além de ser novata de carteira, saberei como me proceder….

Compartilhe suas ideias! Deixe um comentário...

Antes de enviar um comentário, verifique seu conteúdo. Comentários que violem os Termos de Uso e Condições de Navegação do Portal mundo das Tribos e as leis em vigor poderão ser removidos pelo Portal Mundo das Tribos, sem prejuízo da adoção das medidas legais cabíveis pelo Portal.

Política de privacidade
Termos de uso e condições do site


Top