Menu
Você está em: MundoDasTribos > Notícias > Como descartar lâmpadas usadas

Descubra a forma correta para descartar lâmpadas incandescentes, halógenas e fluorescentes.
Por Isah -

As lâmpadas são fundamentais para qualquer casa. Elas ajudam a iluminar os espaços da casa e garantem mais funcionalidade no dia-a-dia dos moradores. Ao chegar o final da vida útil de qualquer lâmpada, temos aquela dúvida do que fazer, como descartar lâmpadas usadas. Colocar vidros junto ao lixo normal pode ser perigoso para que for manusear esse lixo, saiba como evitar acidentes a outras pessoas.

Poucas pessoas sabem como descartar as lâmpadas corretamente. (Foto:Divulgação)

Como descartar lâmpadas usadas

Quando a luz ‘acaba’, é preciso substituir a lâmpada por uma nova e descartar corretamente a usada. Muitas pessoas, no entanto, jogam o disposto no lixo comum e acabam contribuindo com prejuízos, tanto para a saúde dos humanos como para o meio ambiente.

  • Lâmpadas incandescentes

As lâmpadas incandescentes são as mais baratas e comuns. Elas gastam muita energia, produzem calor em excesso e geram pouca luz.

A incandescente não é considerada um tipo de lâmpada reciclável, afinal, a composição do seu vidro possui pequenas partículas de metal. Este tipo de lâmpada deve ser descartado como os demais resíduos sólidos, ou seja, jogado no aterro sanitário.

Se a pessoa não quer colocar a lâmpada no lixo com os demais resíduos, ela pode procurar um dos postos que aceitam todos os tipos de lâmpadas para o descarte.

Lâmpada incandescente. (Foto:Divulgação)

  • Lâmpadas Halógenas

As lâmpadas Halógenas possuem um pouco de gás halógeno em seu interior, mas são inofensivas para a saúde e para o meio ambiente. Algumas empresas recolhem este material para realizar a reciclagem.

  • Lâmpadas fluorescentes

As lâmpadas fluorescentes economizam energia elétrica, são duradoras e garantem uma boa iluminação para o espaço. Apesar das vantagens que possuem com relação às incandescentes, elas necessitam de mais cuidados na hora de serem descartadas.

As fluorescentes são consideradas perigosas, tanto para a saúde como para o meio ambiente, porque apresentam mercúrio na composição. Esta substância é um metal pesado e tóxico, que pode desencadear diversos problemas.

O mercúrio está presente nas lâmpadas juntamente com o chumbo. Estes dois componentes, quando inalados, podem causar problemas neurológicos e até mesmo hidragirismo (intoxicação caracterizada por tosses e dores no peito).

Lâmpada fluorescente. (Foto:Divulgação)

A grande quantidade de mercúrio das lâmpadas fluorescentes também representa uma ameaça para o meio ambiente. Se a substância for descartada de forma irregular nos rios, provavelmente a água da chuva será contaminada.

Se, por algum acidente, a lâmpada fluorescente quebrar, é importante tomar cuidado para recolher o material e adotar medidas de segurança. Na hora de retirar os cacos, é recomendado usar luvas para não cortar as mãos e ter contato com o mercúrio. Os pedaços da lâmpada devem ser adicionados em um saco que possa ser lacrado.

Existem locais que auxiliam o descarte das lâmpadas fluorescentes, afinal, eles são especializados na retirada do mercúrio de cada item. Para fazer o trabalho, normalmente é cobrada uma taxa de 1 real por lâmpada.

Encontre o local de descarte de lâmpadas mais perto de você através do site Ecycle.com.br.


RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL