Fotos & Vídeos

Como criar borboletas

Por Andre
As borboletas são importantes agentes polinizadores

As borboletas encantam pela sua beleza, com a intensa mistura de cores em suas asas e também desempenham um papel importantíssimo de polinização, tanto é que a sua presença em parques, jardins e floresta indica que aquele lugar tem uma boa qualidade ambiental.

Criar borboletas é um hobbie adotado por muitas pessoas, e se você quiser iniciar a sua criação, fique atento às dicas básicas que vamos passar. Antes de começar, é bom saber que o ciclo de vida da borboleta inclui as fases de ovo (pré-larval), larva (a conhecida lagarta), pupa (ocorre dentro do casulo – ou crisálida) e imago (fase adulta).

Capturando os ovos e as larvas

Os ovos podem ser encontrados em diversos tipos de folhas

Para começar uma criação amadora de borboletas, o primeiro passo é procurar e capturar os ovos e as lagartas (larvas), que normalmente estão localizados na parte inferior das folhas. Você pode procurar nas plantas de casa, em jardins, pomares, bosques ou onde houver plantas e flores.

Depois que localizar os ovos, você deve recolhê-los com cuidado, pois eles são muito sensíveis. Corte a folha inteira e a coloque, juntamente com os ovos e as lagartas, em uma vasilha de plástico tampada, lembrando que se a quantidade for grande, divida em várias vasilhas. A tampa deve ter vários furos, para que o ar entre normalmente no recipiente.

Pegue outras folhas da mesma planta onde os ovos foram colhidos, para que sirvam de alimento para as lagartas, assim que elas começarem a se desenvolver.

Caso note que os ovos são de outros insetos, descarte-os. Os ovos de moscas e vespas, entre outros, são parecidos aos de borboleta.

Cuidados

– As fezes expelidas pelas lagartas devem ser limpas diariamente. É recomendado fazer a alimentação à noite e realizar a limpeza pela manhã, trocando as vasilhas por outras limpas e contendo folhas novas da planta onde os ovos foram retirados;

– As vasilhas devem ficar em locais iluminados e frescos, sem incidência direta do sol e protegidas de possíveis predadores dos ovos;

– Fique sempre de olho no crescimento das lagartas, já que algumas delas são canibais;

– Depois que os casulos forem formados na vasilha (demora entre 1 e 3 semanas), retire as pupas e dependure-as em um superfície mole (como espuma, por exemplo), usando um alfinete para prendê-las;

– Assim que a borboleta nascer, ela sairá à procura de alimento, que é o néctar das flores. Deixe muitas flores próximas ao local ou faça a alimentação artificial, colocando uma mistura de água, mel e açúcar em pires rasos.

Confira fotos de algumas espécies

Recomendado para você
Comentários
  1. Alexandre disse:

    Bom dia. Fiquei curioso e queria saber se ha um lucro em criar borboletas, para que serve uma criação, para vender nos quadros e colocar na parede.
    Desculpe me a ignorancia mas fiquei curioso.

    Atenciosamente

    Alex

  2. isabela disse:

    uma borboleta pousou em mim ai eu resovi cria ela, ela e linda ela e branca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *