Você está em: MundoDasTribos > Notícias > Como Agem os Remédios para Emagrecer?

Como Agem os Remédios para Emagrecer?

Por Redacao

Como Agem os Remédios para Emagrecer? Certamente você já deve ter feito essa pergunta si mesmo, independentemente se precisou ou não comprar algum. Essa dúvida é muito comum, aliás, o tema de emagrecer tomando remédio nem sempre é bem visto para os especialistas,lembrando que existem diversos produtos no mercado que mexem com o metabolismo do corpo e são considerados um veneno para o corpo. Apesar de tanta reação contrária, o que não falta são pessoas comprando esses produtos, que as vezes são vendidos numa boa, mesmo que ilegalmente.

Como Agem os Remédios para Emagrecer? (Foto Ilustrativa)

 

Como Agem os Remédios para Emagrecer?

Como Agem os remédios para emagrecer? Antes de responder a pergunta, é preciso levar em conta que existem diferentes tipos de remédios no mercado, como um acelerador de metabolismo ou inibidor de apetite, por exemplo. Para explicar um pouco mais sobre essa ação e a diferença entre eles, criamos este artigo. E lembre-se que remédio deve ser usado apenas com orientação médica e jamais deve ser comprado para ‘testar’ e que automedicação pode levar a morte em casos mais extremos. Por isso, leia bem e sempre procure uma orientação de especialista no assunto.

A ação dos remédios

Remédio pode acelerar metabolismo ou inibir a fome (Foto Ilustrativa)

Os remédios usados para emagrecer podem atuar de três maneiras: ajudando a pessoa a comer menos, aumentando o gasto calórico ou diminuindo a absorção de nutrientes. Podemos encontrar remédios que diminuem o apetite, que são os anorexígenos, e remédios que aumentam a saciedade, o que parece ser a mesma coisa, mas não é. Anfepramona,femproporex, mazindol são exemplos dos anorexígenos; a sibutramina, dos que atuam na saciedade. E temos o orlistat que diminui a absorção de gordura e atua só nos intestinos. Mesmo os anorexígenos tendo pequena ação sobre o aumento de gasto calórico, não existe ainda nenhum remédio que tenha esse efeito específico. O orlistat faz com que 1/3 da gordura que está nos alimentos seja eliminada pelas fezes, e os outros 2/3 restantes sejam absorvidos de forma normal. Os remédios que tiram à fome são os anorexígenos, e os remédios que aumentam a saciedade, são os sacietógenos, e entre eles existe uma grande diferença.

Leia mais informações sobre: OS RISCOS DOS REMÉDIOS PARA EMAGRECER

Qual é a diferença entre os remédios para emagrecer

Visto que a fome é uma sensação que vem antes do ato de comer, e já a saciedade ocorre à medida que nos comemos. Então os remédios que tiram à fome podem fazer com que a pessoa nem comece a comer, e isso não é bom. Já os remédios que aumentam a saciedade não interferem na fome nem na vontade de comer, mas faz com que a pessoa não consiga comer tudo, porque ela vai se sentir saciada mais rápido.

Cada remédio possui sua fórmula e age de maneira diferente no organismo (Foto Ilustrativa)

Para fazer o tratamento da obesidade, as pessoas podem contar com remédios que tiram o apetite, com remédios que estimulam a saciedade e com os que diminuem a absorção dos nutrientes. Mas, na prática não temos disponíveis ainda remédios eficazes para aumentar o gasto calórico. Estes são esses remédios que dispomos para tratamento dos obesos e, mesmo tomando esses remédios, nem sempre eles nos dão o resultado esperado.

Efeitos colaterais dos remédios para emagrecer

Não arrisque na automedicação, remédio deve ser prescrito pelo médico (Foto Ilustrativa)

Cada um dos tipos de medicação para perder peso traz consigo possíveis efeitos colaterais, isso irá variar de pessoa para pessoa, pois agem de acordo com o metabolismo de cada indivíduo. Os anorexígenos podem gerar irritabilidade, insônia, tremores, depressão e sono superficial. Os sacietógenos por sua vez podem causar irritabilidade, sono superficial, insônia e agitação. E por último os inibidores só irão agir de forma negativa quando a pessoa exagerar na ingestão de gorduras, nesses casos até podem gerar um quadro de diarreia onde o indivíduo elimina gotas de gordura.

Leia mais informações sobre: DIETA: MENTIRAS E VERDADES PARA QUEM QUER EMAGRECER

Como tratar a obesidade

Para tratar a obesidade é fundamental também seguir hábitos saudáveis, como por exemplo, deixarmos de levar uma vida sedentária, e aprender a escolher os alimentos adequados. Existem muitas pessoas que utilizam remédios, come pouco e não emagrece, isso porque não deixou de comer frituras e outros alimentos calóricos da dieta.

Por isso, não adianta usar remédios e não ter uma orientação e acompanhamento adequado sobre nutrição e atividade física. Lembramos que muitas pessoas desenvolvem dependência química desse tipo de medicação, mas isso quando seu uso se estende por um período prolongado.

A melhor maneira de perder peso continua sendo a dedicação aliada aos bons hábitos, converse com um nutricionista e um preparador físico antes de submeter-se a métodos mais radicais.

Quer ler mais sobre saúde e alimentação? Confira nossos outros artigos sobre o tema.

Recomendado para você
Cursos

Vagas Abertas dos Cursos Gratuitos Instituto Ressoar

Notícias

Telefone Caixa Econômica Federal – 0800, Fale Conosco, SAC

Notícias

Entenda os significados dos símbolos maçônicos

Notícias

Como Melhorar a Caligrafia – Letra Bonita

Comentários
  1. fabiane marins silva disse:

    boa noite,remedios para emagrecer deveriam ser proibidos a venda e se com saida somente com um relatorio fazendo o paciente assinar para que mais tarde nao venha colocar a culpa nos medicos e outra todos causam depressão principalmente o femproporex.
    ja tenho 3 anos que entrei em depressão e ate hoje faço tratamento pois causaram serios problemas no meu celebro e nao tem cura, aconselho a todos que nao começem a tomar pois depois vicia e nao faz mais efeito e gera somente problemas. obrigada pela oportunidade caso querem entrar em contato comigo estou a disposição tenham uma boa noite fabiane

  2. Keila Ferreira de Abreu disse:

    Tomei o Acomplia, exelente, emagrece rápido, podia comer de tudo. Porém, eu não tinha o costume de comer doces, dai quando parei de tomar acomplia, minha vontade de comer doce aguçou. Será que foi efeito colateral? Não sei. Sei que esse medicamento foi proibido. Se alguém já o tenha tomado, comunique-se.

    Att.
    Keila Abreu

  3. Sônia disse:

    Bem,gostaria de dizer a todos que em setembro de 2008 fui fazer alguns exames e constatei que meu açucar estava alto, meu colesterol otimo, e o resto também, fui no meu medico ele disse vou te dar subitramina, o medico disse e alterava a pressao mas quase nada, fiquei com medo e nao tomei, emagreci 10 quilos tirei todo o açucar,em janeiro retornei e ele me disse toma, tomei e hoje faz seis meses emagreci mais 13 quilos,pois bem dia 17.06.09 parei minha pressao esta sempre alta, sempre tive pressao muito baixa,mas muito baixa mesmo, ocilando um horror, 15/9,17/11
    20/10
    15/10
    bem tive que entrar pro remedio tomara que tudo volte pro normal não é facil,é muito ruim por este motivo estou aqui para pedir pro médicos pelko memos avizarem pras pessoas a droga e horrivel gente tome muito cuidado por favor e tinha que emagrecer mas acreditem só tomei porque o medico disse que nao subia muito, e olha so estou aqui sofrendo um horror.
    tome muito cuidado, aparece que eles os medicos nem sabe o que estam dando ou por outra é pior ainda sabem mas nao querem nem saber com a gente…..

  4. Elisia disse:

    sônia é verdade o que vc disse sobre a pressão só pode tomar quem tem a pressão controlada,eu tomo remédio enalapril para a pressão comecei a tomar a subitramina e não alterou continua controlada ,e me tirou aquela vontade loka de devorar tudo que via pela frente já faz 14 dias que comecei a tomar e eliminei 1,600 ,estou confiante pois preciso perder 8kls para o peso normal

    bjs converse com seu médico,felicidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *