Menu
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Como Acabar com as Sardinhas no Rosto

As sardas são manchas causadas pelo aumento da melanina na pele, substancia que dá cor à pele. Acontece principalmente em peles claras e em ruivos. Há uma tendência genética, mas nem sempre é seguida à risca. São causadas pela exposição continuada da pele ao sol e tendem a escurecer mais durante o verão. Elas podem aparecer com o excesso de sol, mas já nascem com algumas pessoas. Crianças que vivem em cidades praianas, por exemplo, e possuem a pele extremamente clara, provavelmente irão desenvolver as pequenas manchas. Elas podem aparecer em qualquer parte do corpo, mas normalmente surgem na face, local onde está mais apto à receber a luz do sol, além de ser uma pele mais delicada. Evitando-se a exposição solar, as sardas tendem a clarear gradualmente. No entanto, um tratamento específico acelera o seu clareamento.

Existem diferentes tipos de tratamentos para acabar ou então amenizar o problema das sardas. Para muitos, essas pintinhas no rosto na verdade é um charme a mais, seja num rosto feminino ou masculino. Mas há quem não goste e procure métodos para acabar com as sardas. Muitos pesquisam sobre como disfarçar as sardinhas no rosto. O disfarce pode ser feito coma a ajuda de maquiagem. Uma dica caseira e antiga é a vitamina C. Especialistas já confirmaram que há uma ligação, ou seja, se você consumir altas doses de vitamina C, as manchas podem ir clareando com o passar do tempo. A vitamina C é encontrada em frutas cítricas, como laranja, acerola, morango e assim por diante. Hoje em dia você também encontra a vitamina em farmácias.

Algumas dicas para acabar com as sardas no rosto podem te ajudar. No mercado existem dezenas de produtos que prometem acabar com o problema. Cremes a base de hidroquinona são ótimos e devem ser receitados por um dermatologista para serem feitos em farmácia de manipulação. O tratamento é demorado e pode ser levado por meses. Além do tratamento em si, seja com lazer ou cremes, é preciso fazer um acompanhamento diário. O uso do protetor solar, por exemplo, é indispensável para quem tem sardas, seja em período de tratamento ou não. Peelings superficiais podem acelerar o processo.

O tratamento deve ser orientado de acordo com cada caso, pelo médico dermatologista. Durante qualquer tratamento, não é preciso se afastar das atividades normais do dia-a-dia, mas o sol deve ser evitado a todo custo. Do contrário, a pele pode ficar ainda mais manchada. Independente do tipo de procedimento escolhido, é preciso fazer um acompanhamento dia-a-dia. Cremes, aplicações estéticas ou qualquer outro tipo de método escolhido, traz resultados dentro de alguns dias. A sarda não é algo difícil de eliminar.

As sardas precisam apresentar um tamanho relativamente pequeno e tonalidade marrom clara. Quando elas começam a escurecer muito, chegando até a ficar pretas, é preciso procurar um dermatologista, pois podem ser prejudiciais de alguma forma à saúde. Dependendo do tipo de sarda, elas podem até se transformarem em câncer de pele. Essas foram apenas algumas dicas para acabar com as sardas. Consulte um dermatologista e encontre o tratamento certo para seu tipo de pele.

 

 

 

 

 


Recomendados para você:

RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL