Menu

Brasil

Atualizado em 13 de outubro de 2011, às 8:10 por Marília F. Silva
Você está em: MundoDasTribos > Notícias > Com 180 milhões de entregas atrasadas, Correios voltam hoje ao trabalho

Foi confirmado nesta quarta-feira (12) pela Fentect que os funcionários dos Correios cumprirão a decisão do TST e retornaram ao trabalho nesta quinta-feira (13).

290307 correios foto Com 180 milhões de entregas atrasadas, Correios voltam hoje ao trabalho

Muitas pessoas que compraram pela internet o presente para o Dia das Crianças, comemorado nesta quarta-feira (12) ficaram na mão. Mais de 180 milhões de correspondências e encomendas não foram entregues, devido a greve dos correios. No entanto por consignação da justiça os funcionários devem voltar a trabalhar normalmente nessa quinta-feira (13)

A arquiteta Silvia Thomé foi uma das pessoas que havia preparado uma surpresa para o filho Luiz Antonio, de 5 anos de idade. Ela entrou na internet pesquisou e comprou um videogame de última geração, o qual Luiz estava louco para ganhar. Para não correr o risco de o presente não chegar a tempo, Silvia comprou o presente a um mês atrás. Entretanto, não adiantou.

“A promoção estava lá, o Dia das Crianças mais feliz e inesquecível’, realmente foi inesquecível porque deu um trabalhão e ainda está dando”, dizia Silvia.

Para não deixar o filho sem presente, a arquiteta correu para um shopping e comprou um videogame mais comum. “O plano B foi tentar um produto mais barato com um número de parcelas a perder de vista pra deixar meu filho feliz e graças a Deus eu consegui”, comemora.

Todavia, Silvia não está sozinha, pois, muita gente que comprou presentes pela internet ainda estão esperando sua entrega, e mesmo com a greve finalizada, ainda deve demorar alguns dias até que tudo se normalize.

Fim da greve

Foi confirmado nesta quarta-feira (12) pela Fentect (A Federação dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares) que os funcionários dos Correios cumprirão a decisão do TST (Tribunal Superior do Trabalho) e retornaram a trabalhar nesta quinta-feira (13).

Segundo José Gonçalves de Almeida, diretor da Fentect, a recomendação passada para todos os sindicatos estaduais é que todos já voltassem a trabalhar já no período da manhã.  ”Brasiília e Rio de Janeiro já decidiram pelo retorno. Em estados como Paraíba e Piauí, as assembleias só irão ocorrer pela manhã. Mas a orientação é para que todos retornem ainda pela manhã”, afirmou.

Entregas

A previsão é que após a retomada ao trabalho, as entregas sejam normalizadas dentro de uma semana. Porém, para a federação dos trabalhadores, a entrega apenas será normalizada dentro de três semanas. “Antes mesmo da greve já estava ocorrendo atrasos. Temos um déficit de pelo menos 12 mil carteiros no país”, afirma Almeida.

Com a paralisação de 28 dias, os Correios avaliam que a greve causou um prejuízo de cerca de R$ 20 milhões a empresa. Já os custos dos benefícios aos trabalhadores definidos pelo TST devem ser de cerca de R$ 800 milhões.