Menu

Mulher

Atualizado em 29 de outubro de 2012, às 13:31
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Cólicas menstruais fortes: o que pode ser

As cólicas menstruais atingem um grande número de mulheres. Saiba o que podem ser as cólicas menstruais fortes.

Muitas mulheres reclamam das cólicas menstruais de forte intensidade. Elas podem ser classificadas em dois tipos: primárias e secundárias. Cada uma está relacionada a um problema de saúde específico. Saiba mais o que podem ser as cólicas menstruais fortes.

Conheça as dicas de tratamento das cólicas menstruais.

534042 As cólicas menstruais acometem um grande númeor de mulheres. Foto divulgação Cólicas menstruais fortes: o que pode ser As cólicas menstruais acometem um grande número de mulheres. (Foto: divulgação)

Definição de cólica menstrual

A cólica menstrual ou dismenorreia (termo médico) é uma dor pélvica que é manifestada pela liberação de prostaglandinas. Estas são substâncias que fazem o útero contrair para que ocorra a eliminação da camada do endométrio (camada interna do útero). Como resultado, ocorre o sangramento menstrual. Segundo dados, em torno de 50% das mulheres apresentam cólicas menstruais em, pelo menos, alguma época da vida.

Tipos de cólicas menstruais

De maneira geral, as cólicas menstruais podem ser classificadas em primárias e secundárias. Na dita primária, o resultado da dor é devido à produção de prostaglandinas, ocasionada pelo aumento do endométrio. Já a secundária, se deve às alterações patológicas do aparelho reprodutor feminino. Como exemplos podemos citar: estenose cervical, miomas, tumores pélvicos, fibromas e, em especial, endometriose.

Manifestações clínicas da cólica menstrual

O principal sintoma da cólica menstrual é a dor em baixo ventre que possui intensidade variável, podendo irradiar para as costas e para as pernas. Em geral, é uma dor aguda que pode incapacitar e se alterna com períodos de melhora. Quando o quadro álgico é muito forte, pode apresentar náuseas, vômitos, dor de cabeça, dor nas mamas e inchaço.

534042 Existem dois tipos de cólicas menstruais a primaria e a secundaria. Foto divulgação Cólicas menstruais fortes: o que pode ser Vários medicamentos podem ser usados para aliviar o problema. (Foto: divulgação)

Saiba como é realizado o diagnóstico da cólica menstrual

O diagnóstico da cólica menstrual é feito através de uma história clínica e um exame físico completo, seguido de exames complementares. Antes de qualquer conduta, o médico irá diferenciar os tipos de cólica menstrual, entre os de origem primária ou secundária. Através disso, ele poderá instituir o tratamento adequado em cada caso.

Algumas formas de tratamento

Após a diferenciação e classificação do tipo de cólica menstrual apresentada pela paciente, o médico poderá indicar o melhor tratamento a ser utilizado. Separamos abaixo alguns exemplos de condutas.

  • Cólicas primárias – geralmente, a mulher que possui esse tipo de cólica tem melhora do quadro clínico através da adoção de algumas medidas, como a prática de atividade física, colocação de compressas quentes no local afetado e realização de dieta rica em fibras;
  • Cólicas secundárias – por serem ocasionadas por algum problema no sistema reprodutor feminino, em geral, seu tratamento é cirúrgico.

Conheça abaixo algumas recomendações diante de cólicas menstruais

  • Evite ter uma vida sedentária;
  • No momento da dor, coloque compressas de água quente sobre a região abdominal;
  • Evite a ingestão de alimentos que alteram o hábito intestinal, em especial, durante a pré-menopausa;
  • Beba bastante líquidos;
  • Evite a automedicação.

    534042 As compressas qunets melhoram os sintomas de dor da cíolica menstrual. Foto divulgação Cólicas menstruais fortes: o que pode ser As compressas quentes melhoram os sintomas de dor da cólica menstrual. (Foto: divulgação)

As cólicas menstruais acometem grande parte da população feminina. Elas podem ser classificadas em dois tipos, a primária e a secundaria, sendo que cada tipo apresenta uma repercussão. Dessa forma, diante da presença de cólicas menstruais muito fortes, busque a orientação de um especialista.

Conheça os mitos e verdades das cólicas menstruais.