Menu

Saúde

Atualizado em 22 de junho de 2012, às 6:05 por Isabella Moretti
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Cirurgia bariátrica aumenta risco de alcoolismo

Estudo norte-americano alerta que a cirurgia de redução de estômago aumenta o risco de dependência alcoólica.
471101 Cirurgia bariátrica aumenta risco de alcoolismo 2 Cirurgia bariátrica aumenta risco de alcoolismoA cirurgia bariátrica faz o organismo metabolizar o álcool de maneira diferente.

O procedimento cirúrgico para reduzir o tamanho do estômago tem se revelado um grande aliado contra a obesidade mórbida, mas também eleva as chances do paciente adquirir hábitos relacionados ao alcoolismo.

Outros estudos a respeito do assunto já tinham comprovado que a cirurgia bariátrica faz o organismo metabolizar o álcool de maneira distinta, afetando a sobriedade do indivíduo e fazendo com que ele tenha dificuldades para controlar a ingestão de álcool.

A cirurgia bariátrica e a dependência de álcool

De acordo com pesquisas recentes, a cirurgia bariátrica aumenta o risco de dependência de álcool. Para chegar a esta conclusão, os pesquisadores norte-americanos do Centro Médico da Universidade de Pittsburgh avaliaram dois mil pacientes e depois publicaram os resultados no “Journal of the American Medical Association”

471101 Cirurgia bariátrica aumenta risco de alcoolismo 1 Cirurgia bariátrica aumenta risco de alcoolismoEstudos comprovaram que a dependência de álcool é maior após a redução de estômago.

Os estudos fizeram o acompanhamento dos participantes antes da cirurgia e até dois anos após a realização da cirurgia bariátrica. Durante este período, foram analisados os sintomas de abuso de álcool. Segundo relatos dos pacientes, a necessidade de consumir bebidas alcoólicas é mais frequente durante o período da manhã, além do que eles também apresentam como sintomas a perda de memória e o sentimento de culpa.

A grande descoberta dos pesquisadores foi que 7,6% dos pacientes tinham problemas com alcoolismo antes de passar pela operação, mas o número aumentou após a cirurgia, indo para 9,6%. Contextualizando os dados, estima-se que surjam 2.000 novos casos de dependência de álcool por ano nos Estados Unidos.

A nova pesquisa serve para desmitificar o fato dos pacientes trocarem uma compulsão por outra. De acordo com Ricardo Cohen, presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica, a operação faz com que a absorção de álcool seja maior, resultando na dependência alcoólica mais rapidamente.

O álcool é absorvido mais rápido pelo organismo do paciente, fazendo com que a substância se torne viciante. Desta forma, o novo estudo norte-americano serve de alerta para que as pessoas que passaram pela redução de estômago não cometam exageros na hora de beber.

Veja também: Redução de estômago, quanto custa a cirurgia

Sobre a cirurgia bariátrica

471101 Cirurgia bariátrica aumenta risco de alcoolismo Cirurgia bariátrica aumenta risco de alcoolismoA cirurgia bariátrica é uma poderosa aliada contra a obesidade mórbida.

A cirurgia bariátrica é uma técnica que tem como objetivo melhorar a qualidade de vida dos obesos. A perda de peso acontece porque o tamanho do estômago é reduzido através da operação e o paciente não sente mais necessidade de consumir tantos alimentos. Além de diminuir a sensação de fome, a cirurgia também dificulta a absorção de gorduras e carboidratos.

Para se submeter ao procedimento cirúrgico, é necessário tomar alguns cuidados no pré e pós-operatório. Entretanto, cada caso merece um estudo detalhado pelo médico responsável.

Saiba mais: Cirurgia bariátrica: Riscos, Perigos

A categoria Saúde do portal Mundodastribos.com é um espaço informativo de divulgação e educação sobre os temas relacionados à saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento, sem antes consultar um profissional de saúde.