Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Cirurgia bariátrica aumenta risco de alcoolismo

Cirurgia bariátrica aumenta risco de alcoolismo

Por Isah
A cirurgia bariátrica faz o organismo metabolizar o álcool de maneira diferente.

O procedimento cirúrgico para reduzir o tamanho do estômago tem se revelado um grande aliado contra a obesidade mórbida, mas também eleva as chances do paciente adquirir hábitos relacionados ao alcoolismo.

Outros estudos a respeito do assunto já tinham comprovado que a cirurgia bariátrica faz o organismo metabolizar o álcool de maneira distinta, afetando a sobriedade do indivíduo e fazendo com que ele tenha dificuldades para controlar a ingestão de álcool.

A cirurgia bariátrica e a dependência de álcool

De acordo com pesquisas recentes, a cirurgia bariátrica aumenta o risco de dependência de álcool. Para chegar a esta conclusão, os pesquisadores norte-americanos do Centro Médico da Universidade de Pittsburgh avaliaram dois mil pacientes e depois publicaram os resultados no “Journal of the American Medical Association”

Estudos comprovaram que a dependência de álcool é maior após a redução de estômago.

Os estudos fizeram o acompanhamento dos participantes antes da cirurgia e até dois anos após a realização da cirurgia bariátrica. Durante este período, foram analisados os sintomas de abuso de álcool. Segundo relatos dos pacientes, a necessidade de consumir bebidas alcoólicas é mais frequente durante o período da manhã, além do que eles também apresentam como sintomas a perda de memória e o sentimento de culpa.

A grande descoberta dos pesquisadores foi que 7,6% dos pacientes tinham problemas com alcoolismo antes de passar pela operação, mas o número aumentou após a cirurgia, indo para 9,6%. Contextualizando os dados, estima-se que surjam 2.000 novos casos de dependência de álcool por ano nos Estados Unidos.

A nova pesquisa serve para desmitificar o fato dos pacientes trocarem uma compulsão por outra. De acordo com Ricardo Cohen, presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica, a operação faz com que a absorção de álcool seja maior, resultando na dependência alcoólica mais rapidamente.

O álcool é absorvido mais rápido pelo organismo do paciente, fazendo com que a substância se torne viciante. Desta forma, o novo estudo norte-americano serve de alerta para que as pessoas que passaram pela redução de estômago não cometam exageros na hora de beber.

Veja também: Redução de estômago, quanto custa a cirurgia

Sobre a cirurgia bariátrica

A cirurgia bariátrica é uma poderosa aliada contra a obesidade mórbida.

A cirurgia bariátrica é uma técnica que tem como objetivo melhorar a qualidade de vida dos obesos. A perda de peso acontece porque o tamanho do estômago é reduzido através da operação e o paciente não sente mais necessidade de consumir tantos alimentos. Além de diminuir a sensação de fome, a cirurgia também dificulta a absorção de gorduras e carboidratos.

Para se submeter ao procedimento cirúrgico, é necessário tomar alguns cuidados no pré e pós-operatório. Entretanto, cada caso merece um estudo detalhado pelo médico responsável.

Saiba mais: Cirurgia bariátrica: Riscos, Perigos

Recomendado para você
Bem Estar

Tendências de tatuagens masculinas para 2017 (mais de 100 fotos incríveis)

Beleza

Unhas Decoradas 2017

Bem Estar

Simba Safari SP Localização, Horários, Preços

Bem Estar

Festa junina 2017 – Dicas de decoração

Comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *