Você está em: MundoDasTribos > Notícias > Carros > Chevrolet Camaro sobe e custa quase 200 mil

Chevrolet Camaro sobe e custa quase 200 mil

Chevrolet Camaro (Foto: Divulgação)

A determinação do Governo Federal que ampliou o IPI para automóveis importados, que estão além do eixo Mercosul-México, no final de 2011 influenciou o mercado e, a cada dia, os consumidores vão sentindo o impacto dessa alteração de tributação. O Chevrolet Camaro foi o produto que recentemente, foi afetado com a nova política, passando a ser comercializado por R$ 199 mil.

O custo do carro poderia ser maior se a marca tivesse repassado os 30% de aumento sofrido aos seus clientes. No total o acréscimo foi de apenas 7,5%, ou seja, o veículo subiu de custo para o consumidor final R$ 14 mil com relação a tabela praticada em 2011. Na tentativa de “justificar” tal aumento no preço, itens como câmera de ré com display no retrovisor e regulagem elétrica do banco do passageiro dianteiro, que antes eram opcionais passaram a ser de série.

O custo do carro para o consumidor final subiu R$ 14 mil (Foto: Divulgação)

O automóvel continua vindo diretamente do Canadá somente na versão SS equipada com o enorme motor 6.2 V8, que desenvolve 406 cv a 5.900 rpm. Junto é possível encontrar uma transmissão automática de seis velocidades, que possibilita trocas manuais por botões no volante. O Camaro 2012 já pode ser adquirido nas concessionárias da Chevrolet.

Desde que começou a ser comercializado oficialmente pela montadora no Brasil em 2010, o esportivo acumula 2.249 unidades emplacadas, sendo 1.780 delas vendidas no decorrer de 2011. Você pode achar que é pouco, porém, o veículo possui um motor gigantesco, que é comercializado por um valor acima de R$ 150 mil.

Sobre o aumento no IPI

O carro passou a vir com alguns itens de série (Foto: Divulgação)

A partir do dia 16 de dezembro de 2011 o aumento do IPI imposto pelo governo brasileiro passou a valer. Mas, como já era de se esperar, o impacto no bolso do consumidor só apareceria em 2012. Isso porque os carros que desembarcara no país até a data do aumento de 30% não fariam parte da ampliação dos tributos. Ou seja, enquanto as empresas tiverem com os estoques lotados o reajuste não será repassado para o cliente. Ao menos é o que algumas montadoras disseram quando a medida foi divulgada. Se você pretende comprar um veículo que está dentro do aumento informado pelo governo, apresse-se.

Recomendado para você
Comentários
  1. iramar viana do rosario disse:

    esse carro e um luxo queria te condiçoes de compra um mas um dia eu chego la valeu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *