Carnaval

Carnaval 2016 Mangueira e Vila Isabel escolhem samba

Por Isah

Saiba mais sobre Carnaval 2016 Mangueira e Vila Isabel escolhem samba. Essas duas escolas do Rio de Janeiro já escolheram o samba-enredo, ou seja, as músicas que vão embalar os desfiles na Sapucaí. As baterias podem começar a ensaiar, afinal, as letras já foram divulgadas oficialmente.

Carnaval 2016 Mangueira e Vila Isabel escolhem samba. (Foto Ilustrativa)

Os preparativos para o carnaval 2016 já se começaram. As principais agremiações do Rio de Janeiro estão construindo os carros alegóricos e definindo o samba. O objetivo é fazer bonito na avenida em fevereiro e disputar a primeira posição no grupo especial.

Leia mais: Melhores praias para curtir o carnaval

Em 2015, a grande vencedora do carnaval carioca foi a Beija-Flor. A escola conquistou o décimo terceiro título da sua história com o enredo “Guiné Equatorial”, que procurou mostrar a influência da cultura africana no Brasil.

As escolas de samba já estão definindo samba-enredo para o carnaval 2016. (Foto Ilustrativa)

No carnaval 2016, a Mangueira e a Vila Isabel querem melhorar as notas em todos os requisitos, principalmente samba-enredo. O objetivo é superar o fantasma do “quase” rebaixamento. Ambas ficaram com a 10ª e 11ª posição, respectivamente, na classificação final em 2015.

Carnaval 2016 Mangueira e Vila Isabel escolhem samba

Carnaval 2016 Mangueira e Vila Isabel escolhem samba. Veja a seguir a letra de cada samba-enredo:

Samba-enredo da Mangueira

Samba-enredo da Mangueira. (Foto Ilustrativa)

A Mangueira levará para a Sapucaí o samba-enredo “Maria Bethânia – a menina dos olhos de Oyá”. A letra é assinada por Alemão do Cavaco, Almyr, Cadu, Lacyr D Mangueira, Paulinho Bandolim e Renan Brandão. A cantora homenageada esteve presente na escolha do samba. Confira a letra:

Quem me chamou… Mangueira
chegou a hora, não dá mais pra segurar
quem me chamou… chamou pra sambar
não mexe comigo, eu sou a menina de Oyá
não mexe comigo, eu sou a menina de Oyá
Raiou… senhora mãe da tempestade
a sua força me invade, o vento sopra e anuncia
Oyá… entrego a ti a minha fé
o abebé reluz axé
fiz um pedido pro bonfim abençoar
Oxalá, xeu êpa babá!
Oh, minha santa, me proteja, me alumia
trago no peito o rosário de Maria
sinto o perfume… mel, pitanga e dendê
no embalo do xirê, começou a cantoria
Vou no toque do tambor… ô ô
deixo o samba me levar… saravá!
É no dengo da baiana, meu sinhô
que a Mangueira vai passar
Voa, carcará! Leva meu dom ao teatro opinião
faz da minha voz um retrato desse chão
sonhei que nessa noite de magia
em cena, encarno toda poesia
sou abelha rainha, fera ferida, bordadeira da canção
de pé descalço, puxo o verso e abro a roda
firmo na palma, no pandeiro e na viola
sou trapezista num céu de lona verde e rosa
que hoje brinca de viver a emoção
explode coração
Quem me chamou… Mangueira
chegou a hora, não dá mais pra segurar
quem me chamou… chamou pra sambar
não mexe comigo, eu sou a menina de Oyá
não mexe comigo, eu sou a menina de Oyá

Saiba mais: As escolas de samba com mais títulos no carnaval de São Paulo

Samba-enredo da Vila Isabel

Samba-enredo da Vila Isabel. (Foto Ilustrativa)

A Vila Isabel também definiu o samba-enredo do carnaval 2016, que valoriza o tema “Memórias de Pai Arraia – um sonho pernambucano, um legado brasileiro”. A letra foi composta por Martinho da Vila, juntamente com André Diniz, Mart’nália, Arlindo Cruz e Leonel. Confira:

Meus olhos ficavam rasos d´água
a seca minha alma castigava
o sol queimava e rachava o chão
os carcarás pousavam no sertão
cresci sonhando renovar os sonhos
revitalizar a vida
que se equilibra sobre palafita
dar pra essa gente mais sofrida dignidade e amor
pra essa gente aguerrida, dignidade, amor
Acordei o campo para um novo dia
com o futuro santo, lindos ideais
acordei o campo pra haver justiça
flora esperança nos canaviais
Carinhosamente… pai arraia
no lugar onde arrecifes desenham a praia
acolhi um movimento, real solução
mais do que alento, a cura dos ais
liberdade se conquista com educação
juntando artistas e intelectuais
Pra fazer a cartilha no cordel,
ensinar do abc à profissão e buscar na arte a inspiração
Tão bom cantarolar, me emocionar, estar aqui
pra ver na avenida
o valor da verdadeira vila
de gente humilde que defende a tradição do seu lugar
um movimento de cultura popular
Vem sambar no frevo e na ciranda
silenciar jamais!
Até o galo da madrugada
se entregou à batucada misturando carnavais

Veja também: As escolas de samba com mais títulos no carnaval carioca

Agora você já sabe um pouco mais sobre o Carnaval 2016 Mangueira e Vila Isabel escolhem samba. Continue no Mundo das Tribos, afinal, em breve teremos mais informações sobre o samba-enredo de outras escolas cariocas e também paulistas.

Recomendado para você
Comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *