Search

Canário belga: Fotos e curiosidades

A ave é muito popular no Brasil, onde existe vários criadores da espécie, além de ser fácil de se cuidar.
Google plus

O animal é muito popular no Brasil (Foto: Divulgação)

No mundo, existe um total de 400 cores de canários reconhecidas. No Brasil, a amarela, da linhagem belga, é a mais popular entre os apaixonados por essa espécie de ave. Novas e diferenciadas tonalidades de cores são buscadas a todo o momento pelos criadores, que fazem combinações para verificação de resultado. Além disso, o porte do pássaro é outro item que interessa a quem possui canário belga. Apresentações em exposições especificam e melhoramento genético da ave são outros objetivos da criação comercial da raça, que ainda chama a atenção por causa do seu belo canto.

O animal é fácil de se criar (Foto: Divulgação)

Como o nome sugere, a origem do canário belga é a Bélgica. Porém, apenas a linhagem dele que veio de lá, já que os antepassados dos exemplares dessa e de outras variedades da ave têm raízes nas ilhas Canárias, que é um arquipélago do Atlântico localizado junto ao continente africano. Podemos usar os canários do reino como exemplo. Esses animais são da mesma espécie do belga, porém possuem esse nome porque os pássaros costumavam chegar ao Brasil por meio de membros do reino Português.

O canário da terra faz parte de outra espécie, essa nativa em solo nacional. Contando da ponta do bico a extremidade da calda, o canário belga mede entre 14 e 15 centímetros e pertence a família dos Fringilídeos. A cabeça da ave é pequena e estreita, as pernas longas, o peito é cheio, viçoso e arredondado. As penas são compactas e lisas, sem frisos. Para criar esse animal não é necessário a autorização do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis).

O canário belga é amarelo, mas os criadores buscam novas variações dessa cor (Foto: Divulgação)

Esse tipo de pássaro dá pouco trabalho, já que não precisa de muito espaço para a sua criação, que pode ser mantida em áreas urbanas ou rurais em gaiolas ou viveiros. Porém, como o canário belga é pequeno e frágil é preciso cuidado no manejo. A sua alimentação é fácil de encontrar. Essa espécie gosta de ovo cozido, almeirão, couve, alpiste e também ração balanceada, que podem ser oferecidos na primeira fase da vida.

Apesar de ser delicado com relação a doenças respiratórias, os animais se curam rápido se utilizar medicamentos prontamente. O ideal é separar o pássaro doente dos demais para o tratamento ser eficaz e evitar que outros se contaminem. Limpe a gaiola sempre e a deixe alguns centímetros longe da parede para evitar falta de ventilação.


Google plus


Este artigo possui 1 comentário

  1. luciano vasconcelos carneiro
    Publicado em 10/07/2013 às 5:26 PM [+]

    tenho uma canaria femia belga, comprei um marcho, eu juntei os dois, parece q a femia aceitou, agora eu acho canario macho e novo, mas ja canta bem baixinho. eu observo q os dois estao levando estopa para o ninho, sera vai ter filhote. eu vil canario cantano bem baixinho. agora eu tenho um pinta- silga femia, estou q trocar por casal de canario belga, adulto, de pelo menos dois anos. 71-88455126. a pinta silka e da bahia

Compartilhe suas ideias! Deixe um comentário...

Antes de enviar um comentário, verifique seu conteúdo. Comentários que violem os Termos de Uso e Condições de Navegação do Portal mundo das Tribos e as leis em vigor poderão ser removidos pelo Portal Mundo das Tribos, sem prejuízo da adoção das medidas legais cabíveis pelo Portal.

Política de privacidade
Termos de uso e condições do site


Top