Você está em: MundoDasTribos > Entretenimento > Fotos & Vídeos > Câmara Aprova Incentivo Fiscal para Baixar Preço de Tablets

Câmara Aprova Incentivo Fiscal para Baixar Preço de Tablets

Por Redacao

Os tablets são verdadeiros sucessos em todo o mundo. Com todo o avanço tecnológico que o mundo está passando, cada vez mais os produtos voltados à eletro- eletrônicos têm conquistado um espaço significativo entre os seus usuários.

Celulares cada vez mais modernos, computadores e notebooks mais velozes são prova de um mercado que só cresce ano a ano. Entretanto, há um (porém) no mercado brasileiro sobre os tablets acerca do motivo que dificulta sua popularização entre os consumidores: São seus preços elevados decorrente de seus altos juros estabelecidos pelo governo para produtos importados. Por isso, torna-se uma tarefa difícil obter os primeiros tablets em terras brasileiras.

Se alguém desejar possuir um aparelho tão moderno e já de grande sucesso como um tablets, terá que desembolsar entre R$ 1.500 a R$ 2.000 e, na maioria dos casos, ainda terá que arcar com os custos dos planos das operadoras que geralmente, também não sai muito em conta.

Mas esta realidade pode ser alterada a partir do momento em que os tablets iniciarem suas fabricações aqui no Brasil. Há alguns dias, o plenário da Câmara dos deputados (em Brasília) aprovou a Medida Provisória 534 a qual reduz a zero o PIS e a Confins incidente sobre a venda dos tablets produzidos no nosso país. Isso só foi possível graças a um acordo entre os partidos e agora a medida segue para análise do Senado Federal.

Alguns pontos polêmicos da medida provisória – MP tiveram que ser retirados para que todo este processo obtivesse a aprovação. Estamos nos referindo ao caso da deputada Manuela D’Ávila (PCdoB-RS) que desistiu de alguns pontos incluídos no relatório os quais eram contrários a proposta apresentada pela Câmara.

Ainda de acordo com a deputada, a MP tem em seu principal objetivo incentivar o consumo deste tipo de aparelho visto ele ser um tipo de computador diferenciado por conta de seu formato, espessura e toque sensível. Neste caso, os tablets diferem de televisores e celulares, contudo, precisaria de um incentivo a mais para estimular o seu consumo.

Algumas das principais fabricantes de tablets já se manifestaram positivamente para fabricar seus aparelhos aqui no Brasil como a ZTE, Samsung, Positivo e Foxconn que monta o iPad para a Apple. Segundo pesquisa divulgada pela empresa de pesquisa IDC, a estimativa para as vendas este ano é de 300 mil unidades, sendo bem maior ainda neste segundo semestre do ano.

A notícia chega em boa hora. Muitos querem e desejam adquirir um tablet, mas o valor nem sempre é tão acessível e em muitos casos não compensa pelo fato de que outros dispositivos (mais em conta) atendem as necessidades dos usuários. Mas, com a queda dos preços, certamente mais pessoas poderão projetar sua primeira aquisição e ficar entre os usuários que dispõem de dispositivos mais modernos em todo o mundo.

Recomendado para você
Comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *