Menu

Serviços

Atualizado em 22 de dezembro de 2011, às 21:58 por Élida Santos
Você está em: MundoDasTribos > Cálculo do beneficio de INSS – como fazer

Para calcular quanto você irá receber de pagamento, referente ao INSS, use o sistema da Dataprev.
359632 logo inss Cálculo do beneficio de INSS   como fazerVocê paga a contribuição ao INSS mensalmente, deduzida do seu salário (Foto: Divulgação)

A Previdência Social é o órgão do Governo Federal que tem como objetivo fornecer um seguro social aos contribuintes. Os seus segurados pagam mensalmente um valor , devolvido quando ele perde a capacidade de trabalho, seja por motivo de saúde, ou por estar com a idade avançada, ou por estar desempregado involuntariamente, ou até por estar recluso. As mulheres grávidas também possuem o direito de receber o benefício, e o mesmo vale para os viúvos e viúvas quando os seus parceiros fazem a contribuição mensal.

As pessoas passam a vida pagando esse benefício e não sabem o quanto vão receber quando precisarem. Para sanar essa dúvida, a Previdência Social disponibiliza no portal eletrônico www.dataprev.gov.br/ um programa onde o segurado pode calcular quanto vai receber de INSS (Instituto Nacional de Seguro Social). Para saber o valor que deverá receber de benefício, baseando-se nas leis atuais, é necessário preencher um formulário informando o nome completo, data de nascimento, tipo de benefício, tempo de contribuição, entre outros itens. Depois do preenchimento, basta clicar em calcular e o valor será gerado de acordo com as informações prestadas. Existem outros sites que não são oficiais que oferecem a possibilidade de calculo do INSS, como por exemplo, o http://www.calcule.net/.

359632 imagem ilustrativa 8634 Cálculo do beneficio de INSS   como fazerO dinheiro pago ao INSS é devolvido em casos específicos (Foto: Divulgação)

Mas se você preferir calcular o INSS, sem ter que acessar sites e expor alguns dados pessoais basta seguir passo a passo as regras abaixo. O INSS é calculado segundo a tabela que se segue, aplicada ao salário bruto:

  • Salário bruto até R$ 965,67: tem um desconto de 8%* sobre o salário bruto;
  • Salário bruto de R$ 965,68 a R$ 1.609,45: tem um desconto de 9%* sobre o salário bruto;
  • Salário bruto de R$ 1.609,46 até R$ 3.218,90: tem um desconto de 11% sobre o salário bruto.

 

* Alíquota reduzida para salários e remunerações até três salários mínimos, em razão do disposto no inciso II do art. 17 da Lei nº 9.311, de 24 de outubro de 1996, que instituiu a Contribuição Provisória sobre Movimentação ou Transmissãode Valores e de Créditos e de Direitos de Natureza Financeira (CPMF). A fonte é o site do Ministério da Previdência Social.