Menu

Saúde

Atualizado em 25 de agosto de 2009, às 9:30 por Redacao
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Bronquiolite: O Que É?

bronquiolite Bronquiolite: O Que É?

O inverno chegou e todo o cuidado com a saúde é pouco, principalmente no que diz respeito à problemas de ordem respiratória e quando surge dúvidas a respeito da parte respiratória, é importante saber informações sobre as doenças relacionadas ao pulmão. E o Mundo das Tribos vai começar explicando o que é a bronquiolite. Entenda o seu significado:

Bronquite é uma inflamação dos bronquíolos que acomete crianças menores de 2 anos, ocorrendo principalmente dos 4 aos 6 meses de vida. A doença apresenta no início, sintomas como coriza e obstrução nasal, aumentando posteriormente para tosse, dificuldade respiratória e chieira.

É muito comum que ocorra confusão e uma certa dificuldade na diferenciação da bronquiolite com o primeiro ataque de asma apresentado pela criança. As causas da bronquiolite é a infecção por um vírus, denominado vírus sincicial respiratório. Existem tipos diferentes desse vírus, mas todos estão muito relacionados entre si e se comportam da mesma maneira quando causam a doença.

Bronquios 1 300x239 Bronquiolite: O Que É?

O vírus sincicial respiratório pode causar infecção em qualquer idade, mas o seu maior impacto ocorre em crianças menores de um ano, podendo causar bronquiolite e também pneumonia.

As infecções causadas pelos vírus no trato respiratório diminuem os fatores de defesa da criança, abrindo caminho para uma posterior infecção causada por bactérias, como uma pneumonia, sendo essas mais graves.

Quando ocorre a bronquiolite?O vírus sincicial respiratório possui o pico de incidência nos períodos de temperaturas baixas.
A bronquiolite parece ser mais comum e também mais grave nas crianças do sexo masculino. Crianças que frequentam creches podem contrair o vírus mais facilmente, pois estão em contato próximo e em um ambiente fechado, com outras crianças que podem estar contaminadas.

As células epiteliais atingidas dos bronquíolos estimulam a migração de células de defesa, como leucócitos e macrófagos para o local, favorecendo uma resposta inflamatória. O interior dos bronquíolos contém secreções que são em parte responsáveis pela obstrução das vias respiratórias, consistindo em obstáculo ao fluxo de ar.

A doença em lactentes menores de quatro meses pode se apresentar com sintomas inespecíficos ou mesmo a parada da respiração, que pode ser causa de morte súbita. Apenas lactentes maiores de quatro meses apresentam as manifestações clinicas típicas da doença.

A maioria dos pacientes apresenta sintomas leves. A presença de cianose, que ocorre quando as extremidades dos dedos e os lábios ficam arroxeados, indica falta de oxigênio grave.

De quais doenças a bronquiolite pode ser diferenciada? A principal diferenciação que devemos fazer da bronquiolite é a asma, que em crianças pequenas pode ser confundida com bronquiolite, considerando que os vírus são os maiores precipitantes de ataques de asma nessa idade. Deve-se lembrar que a asma é, caracteristicamente, recorrente, e responde freqüentemente aos broncodilatadores (medicamentos utilizados na crise asmática), mas o mesmo não ocorre com a bronquiolite.

Como se tratar? Não existe tratamento específico para a bronquiolite. Para pacientes que não apresentam fatores de risco, ela é autolimitada, ou seja, melhora espontaneamente. Geralmente passam por repouso, hidratação oral, aleitamento materno, banhos mornos e antitérmicos em caso de febre.

A internação está indicada quando há esforço respiratório intenso (dificuldade em respirar), alteração de consciência, cianose (extremidades arroxeadas), baixa-idade (1-4 meses) ou alguma doença grave e associada.Em caso de suspeita, procure ajuda médica imediatamente.

Bronquios 2 Bronquiolite: O Que É?

A categoria Saúde do portal Mundodastribos.com é um espaço informativo de divulgação e educação sobre os temas relacionados à saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento, sem antes consultar um profissional de saúde.

RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL

Ao subscrever nossa newsletter, passar receber nossos artigos por email e informações sobre os nossos passatempos. É gratuito e sem spam.