Você está em: MundoDasTribos > Especiais > Carnaval > Blocos de Carnaval 2011 no Rio de Janeiro

Blocos de Carnaval 2011 no Rio de Janeiro

Por Redacao


Quem disse que o carnaval no Rio de Janeiro é só na Marquês de Sapucaí? Quem disse que na capital carioca somente as mulatas com seus corpões podem chamar a atenção na festa mais popular do Brasil? Pois é, o carnaval no Rio de Janeiro vai ficar um pouco parecido com Salvador agora em 2011.

Os blocos de carnaval 2011 no Rio de Janeiro prometem contagiar ainda mais os visitantes que quiserem viver os cincos dias de carnaval na Terra Maravilhosa. O bacana é que eles também vão fazer prévias da sua alegria agora em janeiro e em fevereiro. E para participar dos Blocos de Carnaval 2011 no Rio de Janeiro é fácil, porém, o prazo já acabou porque foi até 24 de setembro do ano passado o prazo limite para quem quiser botar seu bloco na rua.

Uma das vantagens mais maravilhosas destes Blocos de Carnaval 2011 no Rio de Janeiro é que eles são de graça e isso é que os diferencia do carnaval de Salvador que oferecem abadás pagos e diga-se de passagem bem caros.
Por isso sabe como participar dos Blocos de Carnaval 2011 no Rio de Janeiro?

Ponha a sua melhor fantasia e caía na folia trazendo toda a sua alegria e vontade de ser feliz na mais incrível festa popular do Brasil. Para os visitantes é bom antes de dar uma chegada na Marquês de Sapucaí dar uma aquecida em um bloco de rua bem animado.

A festa é uma tradição e é conhecida por reunir pelas avenidas do Rio de Janeiro pessoas com a máxima vontade de se divertir e de curtir o carnaval. Pois é, assim é o carnaval de Rua do Rio de Janeiro, uma festa que é a cara do povo carioca. Uma festa que é do jeito que o povo gosta.

Mas quem não conseguiu montar seu bloco para este ano não fique triste. Apenas fique atento ao prazo de inscrição para o carnaval de 2012 e durante a festa deste ano tão somente curta nos bastidores esta bonita festa.

Recomendado para você
Comentários
  1. José Fonte de Santa Ana disse:

    Ô xixi ô ô ô! Folião! Cuidado, tentam estourar sua bexiga, matá-lo!
    Outro ano consecutivo foliões tornam-se alvos de um ridículo que pulveriza o menor de seus direitos. Com o que ninguém consegue segurar, o xixi, de praxe em banheiro, mas quando lhes deixam faltar este, em moitas, muros, praças ou até nas próprias calças quando não houver escapatória, pois é um direito sagrado da condição humana.
    Agora, na maior festa popular do planeta, dá cadeia fazer xixi. Ainda que seja para não correr o risco de paralisar os rins ou estourar a bexiga. Isto é no mínimo, tirania!
    Um véu sombrio para taparem a verdade das cidades que faturam milhões com esta festa, onde seus organizadores, o estado, sequer têm a decência de impedir o que definiram como indecência, criando uma lei com punição severa de multa a até cadeia, para as vítimas.
    Dando ao folião duas opções; se privar da saúde com risco de ir a óbito ou ser preso por salvar a própria vida.
    Indecência não é xixi na rua ou nas calças quando a máquina humana nos exige. Indecência é submeter foliões ao vexame do já vexame de fazer xixi nas ruas de cidades que faturam muita grana com eles.
    Esta lei fere todos os princípios da justiça. Porque quem teria que pagar multa e responder perante o delegado e o juiz por xixis na rua, são as autoridades políticas que permitem e promovem uma festa sem instalações adequadas para o que a natureza impõe aos seus públicos. Transformando muros, calçadas e praças em vasos sanitários.
    Reflexo do descaso dos governantes com esta folia pública. Que provavelmente ainda digam, Ah! É impossível dar banheiro para todos.
    Caso verdade não terem verba para a infra-estrutura de um festa como esta, proíbam-na como qualquer delas de uma empresa privada. Mas não prendam inocentes cidadãos por resguardarem a própria saúde.
    Oras! Querem estourar os rins, bexiga e a moral dos que pagam os custos desta farra?
    Que lei é esta que a vítima paga pela injustiça sofrida?
    Está na hora de torcer, não mais pela nota de uma escola ou bloco de carnaval, mas pelos seus direitos. Porque senão, daqui uns dias vão mandar prender quem espirrar.
    Infelizmente mais uma vez tivemos que engolir um disparate, tão insano que poderia estourar rins e bexigas alheias, causando até óbitos.
    Artigo baseado em texto enviado à revista Istoé no ano passado. Deixando claro que sou contra esta festa, mas em respeito aos irmãos que ainda gostam e em defesa dos direitos de todos nós brasileiros incluindo delegados e juizes que para resguardarem a própria vida fariam xixi na rua, faço mais uma vez este alerta em protesto.
    Luz!
    José Fonte de Santa Ana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *