Você está em: MundoDasTribos > Entretenimento > Fotos & Vídeos > As piores sogras das novelas: fotos

As piores sogras das novelas: fotos

Por Isah

A sogra não tem uma boa fama, principalmente quando sua presença compromete a harmonia da vida de casal. Ela é motivo de piada, alvo de muitas ofensas e, com o tempo, adquiriu uma imagem que não é uma das mais admiráveis.

Branca (Suzana Vieira), a loira má de Por Amor, infernizou a vida do seu genro Nando (Eduardo Moscovis) e da nora Maria Eduarda (Gabriela Duarte). (Foto:Divulgação)

As sogras da ficção

As novelas brasileiras possuem uma personagem típica e que inferniza a vida de todos: a sogra má. Ela normalmente faz de tudo para destruir o casamento do filho, causando conflitos e esgotando a paciência da nora ou do genro.

Algumas sogras da ficção foram tão aterrorizantes que ficaram na memória dos telespectadores. Entre as piores, vale se lembrar de Dona Diva, da novela “América”, interpretada por Neuza Borges. A megera  fazia de tudo para acabar com o relacionamento do seu filho Feitosa (Aílton Graça) e Islene (Paula Burlamaqui).

Veja também: Frases engraçadas sobre sogras

Dona Diva (Neuza Borges) acabou com o romance de Feitosa (Aílton Graça) e Islene (Paula Burlamaqui) em América. (Foto:Divulgação)

Outra sogra que marcou a história das novelas brasileiras é Branca, vivida por Susana Vieira em Por Amor. A malvada achava que nenhuma mulher era boa o bastante para casar com o seu filho Marcelo (Fábio Assunção), por isso aterrorizou a vida da sua nora, Maria Eduarda (Gabriela Duarte).

Na novela Viver a Vida, uma personagem que também gostava de dar palpite na vida dos filhos era Ingrid, interpretada por Natália do Vale. A sogra não suportava a Luciana (Alinne Moraes), que tinha se envolvido amorosamente com os gêmeos Jorge e Miguel (Mateus Solano).

As piores sogras das novelas

Veja a galeria a seguir e relembre quais foram as piores sogras das novelas:

A sogra má da vida real

Embora nem todas as sogras sejam más e rabugentas, algumas realmente transformam a vida da nora ou do genro um verdadeiro inferno. Elas comprometem o relacionamento do filho ou filha ao proferir algum comentário desagradável, capaz de magoar ou despertar raiva.

A sogra má normalmente é uma mãe dominadora e superprotetora, que não gosta de estar errada. Quando o genro ou a nora entra para a família, ela se sente um pouco sem lugar na vida do filho, por isso investe em meios de intromissão e chateação.

Para que o relacionamento amoroso não chegue ao fim pela interferência da sogra má, é importante que o filho ou a filha estabeleça limites, sem agressividade. Já a nora ou o genro deve procurar ter paciência e driblar as situações difíceis.

Saiba mais: Como melhorar a relação com a sogra

Recomendado para você
Comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *