Menu

Comportamento

Atualizado em 2 de dezembro de 2011, às 10:50
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Aprenda a lidar com o vizinho barulhento

Há pessoas que não percebem que estão ultrapassando os limites da poluição sonora e atrapalham todos que moram em sua vizinhança. Por isso, aprenda a lidar com elas para ter paz.

339022 Aprenda a lidar com o vizinho barulhento 1 Aprenda a lidar com o vizinho barulhento

Você precisa acordar cedo todos os dias, porém, toda noite é a mesma coisa: som alto, cachorro latindo, gritaria e festas na vizinhança. Para quem mora em apartamento, ainda há um agravante: sempre tem aquela vizinha do andar de cima que, de manhã ou à noite, fica andando de um lado para o outro com o salto alto fazendo o “toc-toc” na nossa cabeça. Por isso, aprenda a lidar com o vizinho barulhento e tenha paz durante as noites.

Se o barulho persistir além das 10 horas da noite, você tem todo o direito de reclamar. Portanto, antes de arrumar confusão, tente conversar pacificamente com o barulhento. Bata na porta dele e peça para que ele tenha um pouco de respeito, já que você precisa acordar cedo. Além disso, já passaram das 22 horas e existe a Lei do Silêncio, que manda que não se faça barulho após esse horário.

339022 Aprenda a lidar com o vizinho barulhento 2 Aprenda a lidar com o vizinho barulhento

Para quem mora em prédio ou em condomínio fechado, é mais fácil acabar com o barulho: basta falar com o síndico que ele se disporá a conversar com o vizinho barulhento. Entretanto, se ele continuar a fazer barulho, receberá uma multa no mês seguinte.

No entanto, se a conversa não resolver o seu problema, há meios legais para punir aquele vizinho que insiste em perturbar o seu sono e a sua tranquilidade após um dia agitado de trabalho. Para que você não fique mal com ele sozinho, combine com os outros vizinhos que certamente concordarão com o seu caso e juntos, dirijam-se à prefeitura, que tem uma legislação especial para o caso de poluição sonora.

Se o seu vizinho barulhento for um estabelecimento comercial, a situação fica mais fácil, pois o seu dono conhece a legislação vigente a respeito da poluição sonora. Em São Paulo, por exemplo, temos o Programa Psiu, que recebe e apura denúncias feitas por moradores contra estabelecimentos comerciais que passam dos limites pelo telefone 156 ou pelo site da prefeitura: www.prefeitura.sp.gov.br.

Entretanto, se na sua cidade não houver nenhum programa como esse, você pode se embasar nas leis federais para que o seu direito seja cumprido. De acordo com o Novo Código Civil, mais especificamente no artigo 1.337, apessoa que polui sonoramente a vizinhança pode receber uma multa de até 5 vezes o valor do seu condomínio. Mas se mesmo assim ela continuar a fazer barulho, o valor pode ser multiplicado por até 10 vezes.

Esses são alguns caminhos para lidar com o seu vizinho barulhento, portanto, se o seu vizinho persiste em atrapalhar as suas noites de descanso, comece a agir agora mesmo.

 

 

 

 

Conteúdo avaliado com média: