Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Alimentos considerados benéficos, mas que podem fazer mal

Alimentos considerados benéficos, mas que podem fazer mal

É natural ficar confuso com as notícias e pesquisas sobre alimentos e seus eventuais benefícios ou prejuízos à saúde. No mesmo período que um é ótimo para uma determinada atribuição, no outro é péssimo. As quantidades ingeridas também são determinantes para que essa definição de bem e mal possa ser feita com relação a comida. Para ajudar a manter um cardápio adequado separamos uma listagem com alguns alimentos considerados benéficos, mas que na verdade podem fazer mal à saúde.

Leia mais sobre: Alimentos orgânicos – benefícios para a saúde

Cuidado com o café, pois pode fazer mal à saúde (Foto: Divulgação)

Café em excesso pode causar até taquicardia

Muitas pesquisas mostraram que café possui potássio, ferro, zinco, magnésio, entre outros minerais que fazem muito bem para o corpo. Se consumido de maneira moderada o café ajuda o organismo a ficar em estado de alerta. O problema é que as pessoas exageram, e isso pode causar palpitações, taquicardia, insônias, tremores, ansiedade, dores de cabeça e náuseas, principalmente em pessoas sensíveis a cafeína. O ideal é beber de 3 a 5 xícaras por dia, mas quem fica com insônia só de pensar em café, ou pior, tem uma baita dor de estômago, precisa ficar longe dessa bebida.

Cuidado com a quantidade de adoçante (Foto: Divulgação)

Adoçante aumenta o risco de ter câncer

Alguns médicos recomendam o uso de adoçante para as pessoas que estão de dieta. Mas, invés desse alimento fazer bem, se for a base de sacarina, ciclamato e aspartame podem intoxicar o organismo e aumentar o risco de desenvolvimento de câncer. Por isso, converse com o seu médico e veja a quantidade recomendada de uso. Se não, opte pelo uso em quantias moderadas de açúcar.

Saiba mais sobre: Benefícios dos alimentos orgânicos para saúde

Carne vermelha pode fazer muito bem à saúde (Foto: Divulgação)

Carnes vermelhas podem fazer mal à saúde

As carnes gordurosas, como por exemplo, a campeã de pedidos no rodizio, a picanha, comprometem o valor calórico da dieta, além de aumentar o nível de colesterol no sangue. Esse alimento considerado benéfico para o organismo se ingerido nas quantidades corretas e se o tipo certo for escolhido, apresenta outros riscos se for consumido mal passada, podendo transmitir doenças, como a teníase bovina e suína. Quando a carne vermelha passa do ponto, assa demais, pode liberar substâncias que estão sendo relacionadas ao aumento da incidência de câncer intestinal. O consumo indicado para que a carne não faça mal é de um filé médio de 3 a 4 vezes por semana.

Recomendado para você
Bem Estar

Como Remover Manchas de Roupas

Bem Estar

Receita de molho tártaro passo a passo

Beleza

Maquiagem para noite: pele negra

Beleza

Unhas marmorizadas: como fazer

Comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *