Menu

Saúde

Atualizado em 10 de outubro de 2012, às 15:33 por Analu
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Abstinência de cigarro: sintomas

Parar de fumar não é uma tarefa fácil. Conheça os sintomas mais comuns da abstinência do cigarro.

Nos primeiros dias após cessar o tabagismo, os ex-fumantes sentem-se muito desconfortáveis. A partir desse momento, sinais e sintomas começam a se manifestar dando origem à síndrome de abstinência. Em geral, essas manifestações desaparecem em uma ou duas semanas. Porém, em algumas pessoas elas podem perdurar por mais tempo. Todos os sintomas e sinais estão relacionados ao retorno do estado saudável do organismo. Tendo isso em vista, conheça alguns sintomas da abstinência de cigarro.

Saiba o que fazer diante da abstinência da nicotina.

525929 Parar de fumar é uma etapa muito difícil na vida de um fumante. Foto divulgação Abstinência de cigarro: sintomas Parar de fumar é uma etapa muito difícil na vida de um fumante. (Foto: divulgação)

Conhecendo as manifestações mais comuns da síndrome de abstinência

Logo após o indivíduo resolver parar de fumar, o organismo começa a manifestar alguns sintomas. São diversas as manifestações apresentadas durante a síndrome da abstinência. Por isso, separamos abaixo alguns exemplos delas.

  • “Fissura” (vontade intensa em voltar a fumar) – esse é um dos primeiros e principais sintomas da abstinência do cigarro. Sendo assim, uma grande parte da população apresenta essa sensação. Após manifestada, a “fissura” costuma desaparecer em poucos dias, sumindo por completo após duas semanas. Uma boa forma de superar o intenso desejo em voltar a fumar é ignorá-lo. Assim, realize exercícios de respiração e relaxamento sempre que o sintoma se manifestar;

    525929 Beber bastante água ajuda a superar os sintomas da abstinência. Foto divulgação.ashx  Abstinência de cigarro: sintomas Beber bastante água ajuda a superar os sintomas da abstinência. (Foto: divulgação)
  • Tensão – muitos indivíduos que pararam de fumar apresentam-se extremamente tensos, podendo até mesmo manifestar graus variados de irritabilidade e agressividade. Para superá-los, basta realizar atividades físicas, associadas a relaxamentos e exercícios de respiração;
  • Tonturas – a explicação para a manifestação desses sintomas é fisiológica. A manifestação ocorre devido a maior concentração de oxigênio disponível no organismo. Normalmente esse sintoma cessa assim que o cérebro se acostuma com a nova quantidade de suprimento de oxigênio que era comprometido pelo vício;
  • Formigamento ou dormência nas pernas – esses sintomas estão diretamente ligados com a melhora da circulação sanguínea, decorrente da melhor oxigenação tecidual. Vale ressaltar que em poucos dias, essas manifestações tendem a desaparecer.

Como foi percebido, praticamente todas as manifestações da síndrome da abstinência tem relação direta com o retorno do organismo ao seu padrão saudável.

 Saiba como contornar as crises de abstinência

No intuito de ajuda-lo a superar os sintomas da síndrome de abstinência, separamos algumas dicas:

  •  Beba muita água;
  • Converse com as pessoas próximas sobre o problema;
  • Distraia-se;
  • Faça exercícios físicos regularmente;
  • Pratique o relaxamento;
  • Quando estiver na “fissura” masque ou chupe bala sem açúcar.

    525929 A tensão é um dos sintoma smais comuns da abstinência de cigarro. Foto divulgação Abstinência de cigarro: sintomas A tensão é um dos sintomas mais comuns da abstinência de cigarro. (Foto: divulgação)

Parar de fumar é um passo muito importante na vida de uma pessoa. No entanto, por se tratar de um vício, esse processo pode ser muito sofrido. Após conhecer alguns sintomas da abstinência do cigarro e como superá-los, basta seguir as dicas e ter força de vontade para tornar sua vida mais saudável.

Saiba mais sobre a abstinência do álcool.

 

A categoria Saúde do portal Mundodastribos.com é um espaço informativo de divulgação e educação sobre os temas relacionados à saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento, sem antes consultar um profissional de saúde.